Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
11 de outubro de 2016
Consultar edições passadas

11 de outubro de 2016

Limite de gastos públicos passa pelo primeiro teste

Como se trata de uma Proposta de Emenda Constitucional, não basta. A PEC sugerida por Antonio Palocci ainda no governo Lula terá de ser aprovada uma segunda vez em plenário. Já tem data marcada: 24 de outubro. Depois seguirá para o Senado, onde também será votada duas vezes. Ainda assim, o governo precisava do apoio de 308 deputados, conseguiu 366. Foi uma vitória clara do governo Temer em seu primeiro grande teste parlamentar.
 
Vitória cara: deputados cobraram seu apoio em cargos nas estatais.
 
Tampouco foi sem protestos. Em São Paulo, estudantes ocuparam o prédio em que fica o escritório regional da Presidência. Juízes federais argumentaram que o funcionamento da Justiça corre risco. A Procuradoria Geral da República afirmou que a Proposta de Emenda viola a Constituição por ser um ato do Executivo intervindo na autonomia dos Poderes Legislativo e Judiciário. O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, acusou os críticos de corporativistas.

Entenda a PEC 241: um guia para ler em 1 minuto e outro guia, para ler em 10.

Tiroteio: Um argumento contra a PEC, um argumento a favor.

Análise do PMDB: segundo professor da USP, para estar bem em 2018 o partido precisará entregar as reformas que promete. O risco é se perder nos seus velhos hábitos fisiológicos. Ambos foram vistos, ontem.

Ibope

Rio de Janeiro: Marcelo Crivella (PRB) tem 51% das intenções de voto e, Marcelo Freixo (PSOL), 25%. 24% correspondem a brancos, nulos ou não souberam responder.
 
Porto Alegre: Nelson Marchezan Junior (PSDB) tem 45%, contra 33% de Sebastião Melo (PMDB).
 
Florianópolis: Gean Loureiro (PMDB) tem 53%, contra 26% de Angela Amin.

Programas de governo

O Meio já publicou os programas de governo dos candidatos a prefeito que disputam o Segundo Turno nas capitais do Nordeste, Sul e Sudeste. Hoje, publicamos os de Centro Oeste e Norte.

Goiânia: Iris Rezende e Vanderlan.
Campo Grande: Marquinhos Trad e Rose Modesto.
Cuiabá: Manuel Pinheiro e Wilson Santos.
Manaus: Artur Virgílio e Marcelo Ramos.
Belém: Edmilson e Zenaldo Coutinho.
Porto Velho: Dr. Hildon e Léo Moraes.
Macapá: Clécio e Gilvam Borges.

Curtas

MP denuncia Lula, Marcelo Odebrecht e mais nove por favorecimento à empreiteira.

Como se informam deputados e senadores: pesquisa da FSB. (Um terço dos deputados leem jornal pelo celular.)

Marina Silva reconhece a derrota da Rede na eleição.

Disputa interna dispara dentro do PSDB.

ERRATA: O artigo atribuído ao prefeito paulistano Fernando Haddad, que recebeu link na edição de ontem, é falso. Pedimos desculpas pelo erro.

Hillary em alta

Primeira pesquisa pós vídeo-bomba põe Hillary Clinton à frente de Donald Trump por 11 pontos: 46% contra 35%. O painel da NBC/Wall Street Journal foi realizado sábado e domingo, antes do debate. Na pesquisa anterior, divulgada em 21 de setembro, a senadora aparecia com 43% versus 37% do adversário, uma vantagem de 6 pontos. Na avaliação do especialista Nate Silver, que acertou o resultado das últimas duas eleições, a democrata tem 83,6% de chances de vencer a eleição, em 8 de novembro.

Humor: Hillary e Trump num momento romântico.

Ainda: O republicano Paul Ryan, presidente da Câmara, anunciou que não defenderá mais o candidato de seu partido à presidência.

Mais um vídeo de criança em desespero, na Síria.

Cotidiano Digital

Facebook quase bloqueado

O juiz eleitoral Renato Roberge, de Santa Catarina, ordenou que o Facebook retirasse do ar a página Hudo Caduco. Se não o fizesse, a rede seria bloqueada por 24 horas em todo o território nacional. Após hesitação, a página foi derrubada, mas sob protestos dos advogados da empresa, que alegam desproporcionalidade da pena. Tinha 17 seguidores.
 
Hudo Caduco misturava sátira e críticas agressivas contra Udo Dohler, candidato pelo PMDB que lidera a disputa pelo segundo turno à prefeitura de Joinville.

Curtas

Tramita às pressas, no Congresso, projeto de lei para criar um cadastro nacional de todos que acessam a internet. Incrivelmente, obriga também a instalação de aplicativos que vigiem os movimentos de cada cidadão pela rede.

O Uber ficará mais caro. Mas só em São Paulo, capital. Decisão do prefeito Fernando Haddad.

Samsung em crise

Na última quarta-feira, um Samsung Galaxy Note 7 se incendiou espontaneamente dentro do voo 994 da Southwest Airlines, nos EUA. Por sorte, o avião não havia ainda decolado. Desde então, outros cinco, mesmo modelo, também entraram em combustão. Detalhe: eram todos aparelhos trocados justamente para resolver este problema. A empresa pediu a devolução de todos os Note 7 e suspendeu suas vendas, ontem. O desastre não poderia vir em pior hora. Sua principal concorrente, a Motorola, acaba de lançar o Moto Z, seu novo topo de linha. E o Google entrou no mercado de ponta Android com o Pixel.

Viver

Nobel pensa salários e contratos

O inglês Oliver Hart e o finlandês Bengt Holmstrom venceram o Prêmio Nobel de Economia. Holmstrom mostrou que um mix entre salário base e bônus atrelados a performance individual podem beneficiar funcionários e melhorar resultados, mas que há limites. Hart, por sua vez, defende contratos empresariais mais simples, focados em critérios para a tomada de decisões e não em previsões de cada problema futuro. Sua base teórica ajuda a responder que empresas devem se juntar ou que instituições seriam idealmente públicas ou privadas.

Um grupo de traficantes atacou a Unidade de Polícia Pacificadora do Pavão-Pavãozinho, núcleo de favelas entre Ipanema e Copacabana, no Rio. Os tiros foram ouvidos durante quase toda a segunda. A crise terminou em três mortos, cinco feridos – um deles o comandante local da PM – e oito presos.

Vídeo de agressão a morador de rua, em São Paulo, viraliza nas redes sociais.

Brasil e Venezuela jogam hoje, às 21h30, pelas eliminatórias da Copa.

Cultura

Beatriz Bracher recebeu o Prêmio São Paulo de Literatura de melhor romance do ano, com Anatomia do Paraíso.

A série brasileira 3%, que estreia no Netflix em 25 de novembro, ganhou trailer.

Uma última do Desert Trip: The Who toca Baba O’Riley.

Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet



Consultar edições passadas