Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet
16 de dezembro de 2016
Consultar edições passadas

16 de dezembro de 2016

Governo tenta estimular economia

O Planalto pôs na praça um pacote de reformas microeconômicas. Há condições vantajosas para o pagamento de dívidas com a Receita por pessoas jurídicas e físicas. Há estímulos para a compra de imóveis. E será permitida a possibilidade de cobrar valores diferentes de acordo com o método de pagamento: cartão, boleto ou dinheiro. (Estadão)

Míriam Leitão: o governo recuou na decisão de liberar o FGTS para o pagamento de dívidas. A indústria da construção reclamou que os investimentos imobiliários financiados pelo Fundo seriam prejudicados. “Ou seja, o dono do dinheiro não pode pôr a mão nele, mas quem é financiado pode.” (Globo)

O Senado entrou com recurso no STF para que o Supremo reveja a decisão de mandar de volta à Câmara o projeto anticorrupção. (Estadão)

Jorge Bastos Moreno: Renan ligou para Cármen Lucia. Ela estava ocupada. (Globo)

Romero Jucá: “Eles querem dilapidar a estabilidade do país com esses vazamentos semanais. Nesse clima de turba, de linchamento, de Revolução Francesa, não dá para ninguém investir.” (Estadão)

“Fortes traços de fraude.” É a conclusão do relatório do Ministério Público Eleitoral entregue ontem ao ministro do TSE Herman Benjamin a respeito das contas da campanha Dilma-Temer em 2014. (Globo)

O presidente Michel Temer participou de reunião, em 2010, na qual dinheiro para o PMDB foi negociado em troca de ajuda para que a Odebrecht participasse de projetos da Petrobras. A informação está na delação de Márcio Faria, ex-executivo da empreiteira. (Folha)

Aliás… Marcelo Odebrecht confirmou pagamentos a Lula. (Globo)

Morreu o mestre jornalista Villas-Bôas Correa. Tinha 93 anos. (Globo)

Tony de Marco
A Casa da Moeda de Troca lança novas cédulas
 

Cultura

O Meio começa hoje uma parceria com a Bravo!, a revista de cultura que, agora independente, tem uma densa plataforma digital e produz uma belíssima revista de arte. Publicaremos, semanalmente, suas agendas culturais do Rio e de São Paulo para o fim de semana.

Agenda São Paulo: Arthur Verocai lança, hoje, sexta, e amanhã, sábado, seu disco No Voo do Urubu. Ele se encontra com Mano Brown e Criolo no Sesc Pinheiros. E rolam festas com DJs de ponta no domingo, a partir das 16h, na Praça do Patriarca e no Largo de São Francisco. De graça. Veja mais.

Agenda Rio: o Instituto Moreira Salles abriu exposição com 300 fotografias de Otto Stupakoff selecionadas por Bob Wolfenson. Sábado, no Teatro Rival, a banda As Bahias e a Cozinha Mineira recebe Alice Caymmi para um show. Veja mais.

Dentre as estreias do cinema um destaque certo é o chileno Neruda (trailer), que levou Prêmio da Crítica em Berlim, e apresenta um policial vivido por Gael García Bernal que persegue o grande poeta por comunismo. Navega entre ficção e realidade. Já Sully (trailer), dirigido por Clint Eastwood e com Tom Hanks, mostra o piloto que salvou seu avião, após uma revoada de pássaros atravessar a turbina, com um pouso forçado num rio em Nova York. Tem também Rogue One, Uma História Star Wars (trailer). Veja os outros.

O filme brasileiro Pequeno Segredo não está no Oscar. (Globo)

O documentário TR-808 conta a história da bateria eletrônica da Roland que serviu de base para a música eletrônica. Chegou hoje à iTunes Store.

Viver

O Facebook anunciou um projeto internacional de checagem de fatos. Notícias falsas poderão ser compartilhadas, mas virão com aviso e link para uma agência de checagem que apresenta os fatos apurados, pesquisados, confirmados. O piloto será nos EUA. A parceria, porém, é com o International Fact Checking Network, do qual a excelente Agência Lupa, faz parte. Quando abrir para o Brasil, já tem quem o faça.

Galeria: A melhor arquitetura de Nova York em 2016.

Cotidiano Digital

Um robô enquanto chef pessoal. Ele não apenas cozinha: gesticula como um chef. Chama-se Moley. Veja o vídeo da Wired britânica. Por enquanto, é só um projeto. O futuro digital fascina.

Por que HBO Go e Amazon Video não ameaçam a Netflix no Brasil.

Pode cair a venda do Yahoo! para a gigante de telecomunicações Verizon. O negócio de US$ 4,8 bilhões ficou cambaleante após a notícia de que um novo ataque permitiu que hackers pusessem as mãos nos dados de 1 bilhão de usuários do portal. (Folha)

A Anatel se prepara para uma grande reestruturação.

Em tempo: o Meio está entre os 30 mais influentes do digital em 2016, de acordo com a trupe do YouPix. Agradecemos numa felicidade só. 🙂

Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet



Consultar edições passadas