Curadoria de vídeos

Quarto Gol de Brasil 4 x 1 Itália, na Copa de 1970

25 de outubro de 2016



Renan Calheiros ataca juízes por conta de operação da PF no Senado

25 de outubro de 2016

“Um juizeco de primeira instância não pode, a qualquer momento, atentar contra um poder”, disse o presidente do Senado, Renan Calheiros. “Busca e apreensão no Senado só pode se fazer por decisão do Supremo Tribunal Federal.” O que o vídeo da TV Senado não mostra é a complementação. Renan chamou os métodos da PF de fascistas. Classificou a operação no Parlamento, sexta-feira, de crise institucional. E voltou suas metralhadoras contra o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.



José Dirceu presta depoimento ao Juiz Sergio Moro

24 de outubro de 2016

Não se trata de pena, mas de reconhecimento. Vale assistir aos minutos finais do depoimento de José Dirceu ao juiz Sérgio Moro, na última sexta. Em seu rosto, o custo de estar preso por um crime.



Congresso acusa Maduro de Golpe, na Venezuela

24 de outubro de 2016

24 de outubro de 2016

Congresso acusa Maduro de Golpe, na Venezuela

A Venezuela entrou em profunda crise institucional durante o fim de semana. O Congresso acusa o presidente Nicolás Maduro de ter dado um Golpe de Estado, na quinta-feira. Ameaça abrir um processo de impeachment. No domingo, enquanto os parlamentares estavam em sessão especial, o prédio da Assembleia Nacional foi invadido por militantes governistas e houve violência.
 
Na quinta, o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) mandou suspender a coleta de assinaturas para autorizar referendo constitucional que pode encerrar antecipadamente o mandato do presidente. A expectativa era de que a oposição conseguiria as 4 milhões de assinaturas legalmente necessárias para disparar a consulta popular. Mas o governo tem controle do CNE e abortou o processo.
 
A sessão da Assembleia não tem poder legal e um impeachment dificilmente seguirá seu curso. A Suprema Corte, composta por ministros chavistas, determinou que o Legislativo nacional está em desacato enquanto não destituir três deputados acusados de comprar votos. Suas decisões não têm valor legal. Mas a crise econômica, no país, que gera desemprego e escassez de produtos, faz do governo do PSUV cada vez mais impopular. O partido fundado por Chávez está há 17 anos no poder.

A polícia de Renan

Três dos quatro policiais legislativos presos pela Polícia Federal, na sexta-feira, foram liberados domingo. Quem permanece detido é Pedro Araújo Carvalho, o diretor da corporação. Ele é acusado de ter montado uma operação ilegal de contraespionagem para retirar escutas autorizadas judicialmente nas residências dos senadores Fernando Collor (PTC), Gleisi Hoffmann (PT) e Edson Lobão Filho (PMDB), além do ex-senador José Sarney.
 
Em entrevista ao Fantástico, o policial legislativo que delatou a operação diz ter medo das consequências. (Com vídeo)

A uma semana da eleição

A capa da revista Veja que circula no Rio de Janeiro apresenta as fotografias de um jovem Marcelo Crivella preso, em 1990. Na época pastor, segundo a revista, o hoje candidato se revoltou contra um rapaz que reivindicava posse de um terreno onde seria erguida uma Igreja Universal. Crivella respondeu em vídeo, pelo Facebook. No Globo, o colunista Lauro Jardim revela que delação do ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, envolve Crivella na Lava Jato. Ele teria pedido auxílio para a campanha ao Senado, em 2010. O candidato também nega.

Enquanto isso, seu concorrente, Marcelo Freixo, pode anunciar esta semana uma Carta aos Cariocas, afastando-se das alas mais radicais do PSOL. Segundo o Estadão, a ex-secretária da Fazenda de Eduardo Paes, a economista liberal Eduarda La Rocque, se juntou à equipe do candidato para adaptar seu programa de governo.

Vem de Belo Horizonte a mais incrível declaração de um candidato no segundo turno. Alexandre Kalil (PHS): “Eu roubo, mas não peço propina.” Foi no debate de sexta-feira, devidamente registrada em vídeo. O ex-presidente do Atlético Mineiro pediu desculpas pelo YouTube.
 

Curtas

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), quer agilizar trâmite de projeto de lei de sua autoria para coibir abuso de responsabilidade, especialmente por policiais ou Ministério Público. Há resistência no Senado. O projeto é visto como retaliação à Lava Jato. (Globo)

Petrobras começa sua lenta recuperação após rombo provocado pela Lava Jato. (Estadão)

Arena Corinthians foi presente para Lula, afirma Emílio Odebrecht. (Folha)

Três de cada quatro juízes brasileiros recebem remunerações acima do teto constitucional de R$ 33.763 mensais. (Globo)

Cotidiano Digital

O negócio do ano

O maior negócio do ano vem sendo combinado faz apenas dois meses. No sábado, a AT&T anunciou que comprará o grupo Time Warner, pagando 36% acima do valor de cada ação. A empresa de telecomunicações gastará US$ 85,4 bilhões em dinheiro e ações, resultando numa fusão.
 
É o movimento mais impressionante de um jogo que vem se desenhando no mercado americano. Com o avanço do digital em nossas vidas, as empresas de infraestrutura de telecomunicações temem perder importância, meras fornecedoras de um serviço de necessidade pública, mas incapazes de se distinguir umas das outras. Por isso, vêm buscando assumir ao menos em parte o conteúdo que circula por seus cabos e antenas.
 
Acaso os reguladores autorizem a fusão, a AT&T leva para casa marcas como HBO, CNN e Warner Bros.

Curtas

O grupo hacker Anonymous declarou via Twitter que prepara um ataque DDoS. Neste tipo de ofensiva, milhões de conexões simultâneas sobrecarregam servidores. Na sexta, três ondas seguidas de ataques DDoS derrubaram metade da internet americana.

O aplicativo Telecine Play poderá ser assinado sem pacote de TV a cabo. É a partir do ano que vem, o objetivo é servir de concorrente nacional do Netflix. (O que, aliás, pode forçar o app americano a melhorar a seleção de filmes.)

Depois do Uber, Airbnb. O governador de Nova York baixou decreto proibindo aluguel de apartamentos por menos de um mês. Muitos moradores se incomodam com o fluxo alto de estranhos num prédio quando há Airbnb. E apartamentos tirados do mercado de aluguel aumentam o preço de moradia numa região. Uma análise, em inglês.

Viver

Os alemães querem proibir o motor a combustão de gasolina ou diesel a partir de 2030. A decisão da Câmara Alta do parlamento não é definitiva. Além disso, Índia, Holanda e a Noruega já tomam caminhos parecidos. Mas o aceno é simbólico pois este mesmo motor foi inventado há 130 anos pelo alemão Karl Benz. E várias das mais importantes marcas de automóveis são alemãs, incluindo-se na lista Volkswagen, Mercedes e BMW. O futuro próximo é elétrico. (Da Wired, em inglês)

Sebastião Salgado relembra, em entrevista ao Estadão, as fotografias que tirou nos poços de petróleo em chamas do Kuwait, em 1991. A editora Taschen já colocou em pré-venda o livro que documenta o trabalho.

Em 23 de outubro de 1956, se iniciou em Budapeste a Revolução Húngara contra a dominação soviética. Foi arrasada. Na celebração dos 60 anos, a Radio Free Europe mostra fotografias da época comparadas com os locais, hoje.

O Palmeiras venceu o Sport por 2 a 1 enquanto o Flamengo terminou em empate contra o Corinthians, de 2 a 2. O resultado permitiu ao clube paulista abrir vantagem de seis pontos no Brasileirão. Tem, agora, 90% de sagrar-se campeão, nas contas do matemático Tristão Garcia. O Flamengo tem 5% de chances, Atlético Mineiro, 3% e, o Santos, 2%.

Cultura

Nova heroína da Marvel é uma mãe síria. Dá para ler a primeira história online, na versão americana.

Veterano da Marvel e DC tenta emplacar um grupo de super-heróis brasileiros. (Globo)



Nintendo anuncia seu novo console

21 de outubro de 2016

Switch, o console de videogames anunciado ontem pela Nintendo, liga na TV mas também é portátil. Um jogo pode começar na sala e terminar no restaurante. O vídeo mostra. Chega às lojas em março próximo.



O que ocorre após a prisão de Cunha

21 de outubro de 2016

21 de outubro de 2016

O que ocorre após a prisão de Cunha

Eduardo Cunha passou boa parte do primeiro dia como prisioneiro lendo seu processo. Segundo relato de dentro da carceragem obtido pela Folha, não treme ou demonstra nervosismo. É uma descrição que soaria bem familiar aos congressistas. É um homem que se dedica a estudar, conhecia profundamente as legislações que punha em votação. E é frio. Um de seus primeiros atos foi constituir, como advogado, Marlos Arns. Negociador da delação premiada de executivos da Camargo Correia, é um especialista. Se uma delação vier, o acordo será muito demorado.

No Planalto há dois temores. Um de curto prazo, o outro de longo. O temor imediato é paralisia do Congresso. Na Câmara, pelos cálculos iniciais dos próprios deputados ouvidos pelo Globo, Cunha poderia delatar até cem parlamentares. Muitos têm medo. Mas o governo Temer precisa de um Congresso capaz de votar projetos difíceis, como a PEC do Teto e reformas Política e da Previdência. Se a negociação para conquistar os votos necessários já é difícil em condições normais, com uma bomba relógio do tamanho de Eduardo Cunha, ela aumenta.

A longo prazo o receio é pior. Antes de chegar à presidência da Câmara, Cunha foi próximo de Michel Temer. Ele tem ligações e inimizades com muitos na cúpula do governo. Mesmo num processo de delação lento, há vazamentos. Na pior das hipóteses, o temor é de que presidência Temer comece a enfraquecer como ocorreu com a de Dilma.

E, neste cenário, pode ganhar força o processo que já corre no Tribunal Superior Eleitoral contra a chapa Dilma-Temer.
 

Curtas

José Casado explica a acusação que levou Cunha para o cárcere. (Globo)

Patrimônio de Cunha é 53 vezes maior do que o declarado, segundo investigação. (Estadão)

Eliane Cantanhêde pergunta: se todo mundo sempre soube exatamente quem é Eduardo Cunha, como pode ele ter voado tão alto? (Estadão)

Até a noite de quarta-feira, já haviam sido repatriados R$ 61,3 bilhões. Mas como não houve acordo com os governadores, as mudanças na Lei de Repatriação não passaram pelo Congresso. O perdão parcial para quem tem recursos não declarados no exterior era uma das táticas do governo para aumentar o caixa. Os estados querem um naco maior do dinheiro das multas. Sem a aprovação, há incerteza jurídica sobre como tributar. E, neste momento, há novo obstáculo. Os bancos estão sem estrutura para processar todos os pedidos até o prazo final em 31 de outubro.

Debate em Porto Alegre, hoje, entre os candidatos à prefeitura. Marcado para 22h30, será transmitido pela Folha e pelo UOL.

E o humor num gif animado.

Ibope

Rio de Janeiro: Marcelo Crivella (PRB) conta com 46% das intenções de voto contra 29% de Marcelo Freixo (PSOL). A diferença entre os dois caiu bastante, nove pontos, se comparada com o levantamento do dia 10. O número de brancos e nulos se manteve estável em 21%.

Belo Horizonte: Alexandre Kalil (PHS) tem 41% contra 35% de João Leite (PSDB). Estão empatados no limite da margem de erro mas, no primeiro turno, Leite terminou à frente. Se houver virada, é má notícia para Aécio Neves.

Aracaju: Valadares Filho (PSB) leva 44% contra 41% de Edvaldo Nogueira (PCdoB).

Pesquisa da CNN indica que Hillary venceu o último debate contra Trump. (Estadão)

Viver

Pesado temporal atingiu São Paulo na noite de quinta-feira. Um homem morreu eletrocutado. Vários bairros ficaram sem luz e internet pelo celular.

Ministério Público pede à Justiça que executivos da Samarco, Vale e BHP respondam por homicídio e mais 12 crimes ambientais, por desastre na barragem de Mariana (MG).

Após liminar, o Uber volta ao preço normal em São Paulo. Ao menos por enquanto.

Descoberta muda a história dos dinossauros australianos.

Fotografias registram a Tóquio marginal da década de 1980.

Tudo voltou a ser como antes e o STJD anulou a impugnação do Fla-Flu da semana passada. Assim, o Flamengo volta a estar a quatro pontos de distância do Palmeiras no Brasileirão. O Fluminense reclama.

ERRATA: Diferentemente do publicado no Meio, ontem, o Palmeiras empatou com o Grêmio. O resultado levou, de fato, à saída da equipe paulistana da Copa Brasil. Mas não por derrota.

Cultura

Novo álbum de Leonard Cohen, You Want it Darker, chega hoje às lojas e ao Spotify.

O novo de Lady Gaga também entrou no Spotify.

No Netflix, estreia hoje a terceira temporada da série Black Mirror. Assista ao trailer.

Na Fox, estreia domingo a sétima temporada de The Walking Dead. Trailer.

Dentre as novidades de cinema, o destaque é Jovens, Loucos e Mais Rebeldes, a incursão do diretor Richar Linklater (Boyhood) no mundo adolescente dos anos 1980. Veja o trailer ou os outros filmes que entram em cartaz.

Heavy Metal em tupi?

Cotidiano Digital

Switch, o console de videogames anunciado ontem pela Nintendo, liga na TV mas também é portátil. Um jogo pode começar na sala e terminar no restaurante. O vídeo mostra. Chega às lojas em março próximo.

O WhatsApp para iPhone, em nova versão, permite que convites para grupos sejam enviados por links.



CUNHA PRESO

20 de outubro de 2016

20 de outubro de 2016

CUNHA PRESO

Eduardo Cunha foi preso pela Polícia Federal na garagem do prédio onde ficava seu apartamento funcional, após acordo entre seu advogado e a polícia. Vestia terno, por ter pedido para ser conduzido assim. A mala para a cadeia estava pronta e ele havia recebido fazia pouco uma ligação da mulher, a jornalista Claudia Cruz, o avisando de que os oficiais estavam a caminho. Um pouco antes, a polícia o havia procurado em sua casa, na Barra da Tijuca, Rio. (El País, Globo)
 
No pedido de prisão acatado por Sérgio Moro, um documento de 44 páginas (PDF), a Força Tarefa de Curitiba alega que mesmo cassado o ex-presidente da Câmara indicou nomes para o governo Temer e seguia capaz de influenciar parlamentares. O suficiente, portanto, para obstruir a investigação. A prisão provisória é o mesmo regime que mantem o empresário Marcelo Odebrecht atrás das grades há mais de um ano. (Estadão)

Do Planalto aos plenários de Câmara e Senado, o estado geral é de tensão. A fase do PMDB na Lava Jato começou.

Maiá Menezes: Cunha pressionava jornalistas com sua estratégia de abrir processos a toda hora. Não adiantou. Foi da imprensa que saíram informações fundamentais para a Lava Jato. (Globo)
 
Vera Magalhães: A prisão de Cunha deve acelerar as tratativas pluripartidárias já em curso para tentar conter a Lava Jato. (Estadão)

Ricardo Noblat: O efeito de curto prazo é que aumenta o pânico na República. No médio prazo, esvazia o discurso do PT de que a Lava Jato foi concebida para destruí-lo. (Globo)
 
Josias de Souza: Cunha tem dito que receia ser tratado por Moro de forma draconiana. (UOL)
 
Natuza Nery: A contar pelo humor de parte do Ministério Público, Cunha terá de ‘cuspir sangue’ se quiser se tornar delator. (Folha)

Jânio de Freitas: Há 26 anos no mercado das transações marginais, Cunha pode expor uma quantidade e variedade de pessoas que não têm similar na Lava Jato. (Folha)
 
Gerson Camarotti: Aliados mais próximos avaliam que, se houver aval da Procuradoria Geral da República, Cunha faria delação para livrar mulher e filha de prisões. (G1)

José Roberto de Toledo: Qualquer previsão sobre a delação de Cunha é um chute. Marcelo Odebrecht entrou na cela pensando de um jeito e está tentando sair porque agora pensa diferente. (Estadão)
 
Matheus Leitão: Para investigadores da Lava Jato, Cunha é o político contra quem há mais provas de envolvimento na corrupção da Petrobras. (G1)

Roberto Dias: A prisão por Sergio Moro é um tapa na cara da imagem do STF. (Folha)

Ricardo Lodi: Estamos diante de mais um caso de abuso das prisões cautelares. (Justificando)

A moda é outra: sai o japonês, entra o lenhador da Federal. Que tem Instagram. E é anti-petista.
 

Curtas

O Banco Central diminuiu os juros básicos da economia em 0,25%. É a primeira vez que a Selic cai desde outubro de 2012. (Estadão)

A Justiça Eleitoral cassou a candidatura do prefeito de Belém (PA), Zenaldo Coutinho (PSDB), que tentava reeleição no segundo turno. (Estadão)

Ex-governador do Rio, Sérgio Cabral Filho deu anel de R$ 800 mil de presente para a mulher pago com dinheiro de empresário. (Globo)

No último debate, Donald Trump ameaça não reconhecer derrota nas eleições americanas, se ela ocorrer. (Globo)

Histórias trágicas por trás dos protestos feministas na Argentina. A Quarta-Feira Negra foi convocada após o estupro seguido de assassinato de uma adolescente de 16 anos. (El País)
 

Viver

A sonda TGO pegou a órbita de Marte, como planejado. Mas a nave Schiaparelli, que deveria pousar no planeta, perdeu o contato com as Agências Espaciais de Europa e Rússia. O plano era justamente testar a tecnologia para este pouso. Schiaparelli tem bateria o suficiente para operar de forma autônoma por algo entre três e dez dias. Os cientistas não perderam a esperança de recuperar contato.

Num cenário de aumento de divórcios, a Justiça brasileira continua evitando conceder a guarda compartilhada. Em 2014, 7,5% contra 85,1% de guarda materna.

Todos os modelos de carros Tesla passarão a ser vendidos com a tecnologia self driving, que permite ao computador interno assumir o controle do automóvel em períodos da viagem.

Detentos usam drones para pescar drogas, em Londres. Com vídeo.

Palmeiras, Corinthians e Santos perdem e paulistas são eliminados da Copa do Brasil. (Estadão)

Cultura

O lineup do Lollapalooza 2017, que ocorrerá entre 25 e 26 de março em São Paulo, foi definido. Inclui Metallica e The Strokes. Ingressos já à venda.

Elis, o filme, tem trailer. A atriz Andreia Horta venceu o Kikito pelo papel.

Cotidiano Digital

O Museu do Videogame fica até o dia 30 de outubro no Shopping SP Market, na capital paulista. A exposição inclui mais de 250 consoles dos últimos 42 anos.

A história de Doom, um documentário sobre um dos videogames pioneiros em que o jogador se põe no lugar de um atirador. Em inglês, com legendas em inglês. 50 minutos para assistir online.



Aos 45 do segundo, sai o dinheiro de Enem e Fies

19 de outubro de 2016

19 de outubro de 2016

Aos 45 do segundo, sai o dinheiro de Enem e Fies

Se tudo der certo, o MEC já abrirá nesta quarta-feira o sistema para que alunos beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) possam renovar suas matrículas para o semestre. Depende apenas da sanção presidencial, que deve ocorrer nesta quarta-feira pela manhã. O Fies garante a mensalidade de faculdades particulares para 1.8 milhão de estudantes. O projeto que libera recursos para o fundo e para a realização do Enem vinha sendo bloqueado por PT, PCdoB e PSOL, no Congresso. Ontem, foi aprovado.
 
O argumento para impedir a liberação dos R$ 1,1 bilhão é que parte dos recursos deveria ser destinado às instituições públicas de ensino e não apenas às privadas. O Fies foi criado durante o governo FHC mas ganhou o atual tamanho com Lula. Em 2014, 16% dos estudantes em instituições particulares pagavam as contas através dele.

A palavra no debate carioca: ‘ódio’

Os Marcelos Crivella (PRB) e Freixo (PSOL) fizeram um debate agressivo, ontem à noite, organizado por RedeTV!, Veja, UOL e Facebook. “O que você escreve não é o que você fala, e o que você fala não é o que você pensa”, acusou Freixo, apontando a inconsistência de Crivella ter escondido seu livro sobre a África, que hoje renega. Crivella, por sua vez, acusou Freixo de ‘liderar’ os black blocs. O candidato evangélico ouviu que as milícias o apoiam e, seu adversário, que tem sangue dos conflitos em passeatas nas mãos. Ambos marcaram que o outro representa ódio político. Este foi o tom num debate com pouca avaliação de propostas. No site da Vejatrechos em vídeo.

Curtas

Em outro livro assinado por Crivella e descoberto por Fernando Molica, no Globo: “Não basta que (a mulher) seja de Deus e batizada com o Espírito Santo; é preciso que seja compatível com o marido, com o mesmo objetivo, sendo submissa, cumpridora de deveres como mulher, mãe e dona de casa.” Na Folha, Italo Nogueira descobriu uma música do candidato defendendo o chute em imagens católicas.

Ibope: no Recife, Geraldo Julio (PSB) tem 54% das intenções de voto contra 33% de João Paulo (PT). Os eleitores que planejam votar branco ou nulo são 11% e 2% não souberam responder.

Proposta de delação premiada de Fernando Cavendish, da Delta Engenharia, atinge o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) e o ex-governador Sérgio Cabral Filho (PMDB). (Estadão)

O Exército confirmou ajuda para a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, em 4 de setembro. Naquele dia, 21 manifestantes foram detidos antes de protesto pelo ‘Fora Temer’. Um dos integrantes do grupo foi identificado como oficial infiltrado das Forças Armadas. O governo do Estado nega operação conjunta.

Para ler com calma: no El País, a explicação de como uma ruptura no pacto de duas décadas entre o PCC paulista e o Comando Vermelho carioca provocou rebeliões em presídios e pode redefinir o tráfico de drogas no país.

Uma investigação de dois anos desaguou, ontem, numa operação envolvendo 265 policiais federais e 35 auditores da Receita contra a banda cearense Aviões do Forró e seus vocalistas, Solange Almeida e Xand. Popularíssimos no Nordeste, são acusados de sonegar até R$ 500 milhões. (Globo)

Em tempos de polarização, esta cena do Zorra do último fim de semana, e que estourou no Facebook, merece o link.

O último debate entre Donald Trump e Hillary Clinton acontecerá hoje, às 23h (Brasília). Será transmitido ao vivo pelo Twitter e YouTube.

Saiu o calendário oficial Vladimir Putin para o ano que vem. Rússia, pois é.

Viver

No Planeta Vermelho

Duas naves chegam a Marte hoje, no início da tarde. As duas, parte da missão ExoMars realizada em conjunto pelas agências espaciais Europeia e Russa, se dividiram no domingo. A TGO vai entrar em órbita enquanto Schiaparelli pousará no planeta.
 
Em órbita, TGO tentará localizar componentes como metano, produzidos pela vida como a conhecemos na Terra. Está em busca, afinal, de indícios sobre vida por lá. Para Schiaparelli, o trabalho é mais simples. Basta que chegue intacta ao solo. As agências querem ter certeza de que já dominam a tecnologia necessária para pousar no planeta. A descida começa pontualmente às 12h47 (Brasília) e será transmitida ao vivo por LiveStreamFacebook.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva mandou a CBF suspender provisoriamente os pontos ganhos pelo Flamengo no Fla-Flu da semana passada. O tricolor carioca quer anular a partida. Agora, o Figueirense também vai ao tapetão e deseja anular seu jogo contra o Palmeiras. E o Brasileirão pode terminar sem campeão claro.

Cotidiano Digital

Nada está claro, mas Elon Musk, CEO de Tesla e SpaceX, promete o anúncio de um produto novo e misterioso, hoje. Era segunda-feira, mas adiou em cima da hora. Musk é do tipo que costuma surpreender. O jeito é acompanhar.

Gilberto Kassab acena com mudanças no Marco Civil da Internet. O ministro da Ciência, Tecnologia, Comunicações e Inovações fala vagamente sobre demandas das empresas de telecomunicações. Kassab não detalhou, mas a demanda costuma ser a quebra da neutralidade da rede, o que aumenta o custo para o consumidor.

As pulseiras que medem frequência cardíaca, como FitBit e Apple Watch, erram feio. A avaliação é de um estudo publicado no respeitado Journal of the American Medical Association (JAMA).

Cultura

Chuck Berry lançará disco novo, segundo O Globo, em 2017. Seu último álbum saiu em 1979. E Chuck não é qualquer um. É em Maybellene, sua música de 1955, que se ouviu pela primeira vez uma guitarra com pegada de rock. Veja no YouTube uma de suas primeiras interpretações.



O xadrez político no ataque ao Isis, no Iraque

18 de outubro de 2016

18 de outubro de 2016

O xadrez político no ataque ao Isis, no Iraque

Começou na segunda-feira a ofensiva iraquiana contra o Estado Islâmico na cidade de Mossul, localizada ao norte do país. O desafio militar, que não é pequeno, é o de menos. A crise humanitária que seguirá à queda do Isis tem potencial dramático. Quando foi tomada pelo grupo radical, em 2014, Mossul era a segunda maior cidade do Iraque, com 2,5 milhões de habitantes. Hoje vivem lá um milhão. Não se têm ideia de quantos podem morrer no processo da tomada, a infraestrutura urbana está muito danificada e é difícil avaliar qual será o nível de ajuda necessário depois. A ofensiva a Mossul, no entanto, vai muito além. É xadrez geopolítico dos mais complexos.
 
Dentro do Iraque, o premiê Haidar al-Abadi enfrenta a oposição do antecessor, Nuri al-Maliki. Ambos são xiitas, o grupo majoritário no país. Abadi faz pontes com as minorias curda e sunita, enquanto Maliki, isolacionista, aposta no fracasso da operação. Já os países do Golfo, todos sunitas, desconfiam das intenções de Abadi. Um xiita moderado forte, para eles, continua um potencial aliado do Irã e boa parte dos conflitos no Oriente Médio se explicam pelas desconfianças mútuas entre xiitas e sunitas. Assim, apesar do amplo apoio americano à ofensiva, apenas o Kuwait contribuiu para o fundo de reconstrução de Mossul. Arábia Saudita, Emirados Árabes, Bahrain e Catar olharam para o lado. Desejam a derrota do Isis, mas não o fortalecimento do Iraque.
 
Mossul é a maior cidade sob o comando do Isis. No jogo do presidente Barack Obama, a batalha deve ser travada pelos próprios iraquianos com apoio logístico e de inteligência de EUA, Reino Unido e França na retaguarda. Se necessário, acompanham poucos bombardeios estratégicos. Mossul tomada, obrigaria os militantes a buscarem refúgio na Síria. É o que teme a Rússia: a Síria é sua área de influência há décadas. Por isso Moscou acirrou os bombardeios a Alepo, que embora não dominada pelo Isis é o principal foco da guerra civil do país. O desejo é livrar-se rapidamente desta frente para poder se concentrar noutra que pode surgir.
 
E as peças estão mexendo rápido no tabuleiro.

Curtas

Julian Assange perdeu acesso à internet. A rede do fundador do Wikileaks foi cortada pela embaixada do Equador em Londres, onde ele vive asilado desde 2012. Assange vem fazendo uma série de vazamentos para minar a candidatura da senadora Hillary Clinton à presidência dos EUA, ao que tudo indica com a cooperação russa.

Hillary, aliás, vai dar uma entrevista ao Snapchat. Quer falar com os jovens. O vídeo, que vai ao ar às 8h (Brasília), ficará disponível por 48 horas. Há uma prévia no Recode.

O ex-presidente Lula assina artigo de página inteira na Folha de hoje. Diz que as acusações contra ele são falsas e atuam contra o projeto de um Brasil mais justo. Nega atos desonestos, afirma que a prisão de dois ex-ministros interferiu no resultado da eleição municipal e que o Estado de Direito está sendo violado no Brasil

José Dirceu teve a pena pelo Mensalão perdoada pelo STF. Continua preso na Lava Jato.

Um comício do então candidato a vice-presidente Michel Temer, na quadra da Portela, custou R$ 204 mil. A caminhada de Dilma, no centro do Recife, saiu por R$ 416 mil. Um ato pela Igualdade Racial, no interior de Minas, R$ 302 mil. José Casado levantou os números inacreditáveis da campanha presidencial que venceu as eleições de 2014. (Globo)

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, foi autorizado pelo STF a aprofundar investigação sobre o senador Aécio Neves (PSDB). Segundo delação do ex-senador Delcídio do Amaral, o tucano foi protegido pelo Banco Rural, que maquiou os números entregues à CPI dos Correios.

Na madrugada entre domingo e segunda, houve um ataque a tiros ao comitê do tucano Nelson Marchezan Júnior, que disputa a prefeitura de Porto Alegre. Os tucanos, por sua vez, são acusados de invadir a sede do PMDB de seu adversário, Sebastião Melo. Ontem à tarde, foi encontrado morto o coordenador da campanha de Melo, Plínio Zalewski. A polícia suspeita suicídio. A Justiça Eleitoral suspendeu por 24 horas a propaganda de rádio e TV na capital gaúcha. (Zero Hora)

Ibope: Arthur Virgilio (PSDB) tem 50% das intenções de voto em Manaus contra 39% de Marcelo Ramos (PR). O instituto também divulgou pesquisas em Maceió, Porto Velho, Ribeirão Preto e Sorocaba.

Houve conflito entre PMs e manifestantes contra a PEC do Teto, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, assumiram seus cargos o novo secretário de Segurança do estado e o novo comandante da PM. (Globo)

Educação e saúde não serão os principais afetados pela PEC do Teto. Segundo o economista Raul Velloso, são os benefícios do setor público que devem ser mexidos. (Folha)

Apesar de a Petrobras ter reduzido o preço do diesel e da gasolina, os postos estão resistindo e ainda não mudaram os valores na bomba.

Viver

Para ler com calma: esta é a história de Maha Jean Mamo, uma moça de 26 anos nascida no Líbano de pais sírios e cujo único documento é um tipo de passaporte brasileiro que ninguém conhece. Ela é apátrida. Sua história nos faz sentir bem a respeito da generosidade brasileira. E muito mal a respeito do Brasil.

A temperatura média em São Paulo, durante a segunda-feira, chegou a 35,1°C. No Rio, os termômetros passaram dos 37°C à tarde. Em Brasília, a madrugada foi a mais quente do ano. Segundo o Climatempo, as temperaturas devem permanecer altas até o fim de semana.

A nova temporada de Planeta Terra, a série da BBC que produziu imagens do mundo natural nunca vistas com tanta resolução, ainda não tem data de estreia. Mas seu trailer saiu.

A Agência Espacial Japonesa colocou no ar o primeiro vídeo em alta resolução produzido na Lua.

A campanha #AVidaDeRobson, espalhada por outdoors e sinais diversos pelas principais cidades do país, é da Associação Brasileira de Out of Home (Abooh). Conforme revela o Meio & Mensagem, o objetivo é mostrar que a propaganda de rua gera burburinho até nas redes sociais. Estão conseguindo.

Cultura

Para ler com calma: nossa relação com música mudou radicalmente. Ouvimos mais e, no entanto, a experiência passou a ser menos social e mais pessoal, com fones de ouvido. A indústria já é outra e segue novas regras. Na Bravo!, Guilherme Werneck disseca a transformação.

Um dos expoentes do novo fado, o português António Zambujo, acaba de lançar o disco Até pensei que fosse minha, de homenagem e só com músicas de Chico Buarque. Chico, aliás, faz dueto na faixa Joana Francesa. O Estadão entrevistou Zambujo e o álbum já pode ser ouvido no Spotify.

Gilberto Gil compôs música para Roberta Saretta, sua cardiologista. Depois filmou e publicou no Instagram.

A turma do Nobel ainda não conseguiu avisar Bob Dylan do prêmio.

Cotidiano Digital

O Uber brasileiro não alerta mais que incluiu um multiplicador dinâmico ao preço da corrida. Agora ele apenas indica qual o preço final esperado.

Celular serve para usar redes sociais, informa pesquisa brasileira. Emails em segundo. Falar ao telefone é só o terceiro motivo.

Sid Meier’s Civilization VI, a nova geração do popular jogo de estratégia, chega em 21 de outubro. O trailer está no ar.

E… que bonitinho =)



Reunião de poucos resultados nos Brics

17 de outubro de 2016

17 de outubro de 2016

Reunião de poucos resultados nos Brics

Não foi fácil, para o presidente Michel Temer e sua comitiva, a reunião dos Brics ocorrida durante o fim de semana, na Índia. O país anfitrião, Rússia e China estão vivendo uma crise diplomática a três, o que monopolizou as atenções.
 
Em setembro, pela primeira vez, soldados russos participaram de exercícios militares no Paquistão. Nos dias anteriores, um grupo guerrilheiro paquistanês havia atacado base militar na província indiana da Caxemira. A relação entre Índia e Paquistão é tensa e a aproximação russa é vista com muita apreensão. A China, por sua vez, é uma tradicional aliada do Paquistão, com o qual tem fronteiras. E a Índia, que mantem uma intensa relação comercial com a Rússia desde os tempos da União Soviética, vem se aproximando dos EUA. O premiê Narendra Mori, que está no governo indiano faz apenas dois anos, já visitou Washington duas vezes. Isto num cenário em que a Rússia está cada vez mais isolada politicamente.
 
Há uma relação por discutir, e as agendas de Brasil e África do Sul, que completam a lista dos cinco Brics, ficaram em segundo plano. De qualquer forma, segundo o Estadão, o governo fechou um acordo de colaboração com a Índia que poderá reduzir o preço de medicamentos e fortalecer a indústria farmacêutica nacional. E o documento final, segue o Valor, cobra a reforma do Conselho de Segurança da ONU para incluir Brasil, Índia e África do Sul. E o New Development Bank, que os cinco formaram para fazer frente ao Banco Mundial, deverá ser reforçado.
 

Gays, católicos e demônios em livro de candidato à prefeitura do Rio

O jornalista Fernando Molica, em reportagem para O Globo, revela o conteúdo do livro Evangelizando a África, escrito pelo senador Marcelo Crivella (PRB) e publicado em 2002. Esgotado há anos, o texto mostra um político com opiniões bem distintas de sua atual versão light. A Igreja Católica, “prega doutrinas demoníacas”. Sobre gays, afirma que “milhões são vítimas desse terrível mal, vivendo sem paz e numa condição lamentável para o ser humano”. Crivella, candidato favorito à prefeitura do Rio, através de nota ao jornal, tratou suas referências como “equivocadas e extremistas feitas por um jovem missionário, cujo zelo imaturo da fé, levou a cometer esse lamentável erro”. Na época da publicação, ele tinha 42 anos.
 
Enquanto isso, na manhã de domingo, o prefeito carioca Eduardo Paes permitu-se fotografar com eleitores do candidato Marcelo Freixo, do PSOL, no que pareceu um discreto gesto de apoio. As imagens rapidamente se espalharam pelas redes sociais.

Curtas

Já são mais de 300 as escolas estaduais no Paraná ocupadas por estudantes que protestam contra a reforma do ensino médio instituída por medida provisória. Uma nova onda de ocupações pode acontecer esta semana em São Paulo. O objetivo é pressionar o Congresso para que derrube a MP.

Rebelião em presídio de Roraima tem pelo menos 25 mortos.

Delator diz que pagou propinas dentro do prédio da Assembleia Legislativa de São Paulo no escândalo de desvio de verba das merendas, no governo Alckmin. (Folha)

Um grupo interno da esquerda petista está se organizando para o embate contra a corrente majoritária do partido. O PT pode rachar. (Estadão)

Sai hoje o quinto lote do Imposto de Renda. Confira.

O poder de compra dos brasileiros caiu 9% de 2014 para cá e voltou ao nível de 2011. (Estadão)

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, acredita em redução de juros nos próximos meses.

Nova pesquisa indica que vitória de Hillary Clinton, nos EUA, está cada vez mais garantida. (Estadão)

Compreenda o conflito no Iêmen, em especial do G1. Nesta, que é a terceira frente de guerra no Oriente Médio, a situação está piorando.

Viver

A morte de uma árvore é notícia?

Um carvalho de 600 anos morreu em Nova Jersey, nos EUA. A árvore, mais larga do que alta, começou a apresentar folhas marrons em agosto, quando o arborista Rob Gillies foi convocado. Ele tentou fazer uma poda selecionada para dar força à planta, mas ela não resistiu. O verão foi particularmente quente, o que a obrigou a fechar os poros da camada mais exterior para evitar a perda de líquidos. Pega de surpresa por uma chuva intensa depois, a árvore se inundou sem poder expelir a água. O carvalho, que foi um dos seres vivos mais velhos das Américas, será cortado no início de 2017. A pequena cidade de Basking Ridge planeja para novembro uma festa para celebrar sua longa vida.

Curtas

Um apagão de 13 minutos atingiu cidades do Sul, Sudeste e Centro-Oeste no domingo à noite. Houve falha em Itaipu. (Globo)

Um homem tetraplégico de 27 anos conseguiu controlar com o cérebro um braço robótico e até sentir o toque, com o auxílio de quatro chips implantados no cérebro.

Apenas dez multinacionais controlam todas as grandes marcas de produtos alimentícios do mundo. A ong Oxfam as identificou e pôs no ar uma campanha para identificá-las e exigir que se empenhem no combate à fome.

Livro conta a história do biquíni. (Folha)

Na rodada do fim de semana, o Flamengo perdeu do Internacional por 2 a 1 (vídeo) e o Palmeiras venceu o Figueirense (vídeo) pelo mesmo placar. O time paulista abre assim uma vantagem de 4 pontos sobre o carioca na liderança do campeonato. Em terceiro está o Atlético Mineiro, também a quatro pontos do Flamengo.

O Esporte Espetacular de domingo convocou um especialista em leitura labial para interpretar sobre o que conversaram árbitro, auxiliares e jogadores no confuso Fla Flu da última quinta-feira. O juiz Sandro Meira Ricci anulou, validou e novamente anulou o gol que daria empate ao Fluminense. Segundo a reportagem, fica claro que ele foi informado de que a TV mostrava impedimento, confirmando a interpretação do bandeirinha. A Fifa não permite que árbitros usem replays em suas decisões.

Cultura

Luiz Schwarcz, editor da Companhia das Letras, está pessimista. Enxerga novos governantes que não investem “no humanismo”, como fizeram Fernando Henrique e Lula. Em termos práticos, o governo comprará menos de editoras. O resultado, somado à crise econômica, afetará o negócio dos livros. A empresa faz 30 anos em novembro. (Folha)

O Casseta & Planeta volta ao ar, hoje, às 23h15, no canal Multishow, com streaming para assinantes do Globo Sat Play. É o primeiro de 20 episódios da primeira temporada, que passará de segunda a sexta-feira pelas próximas quatro semanas. A série é um documentário falso sobre o destino dos humoristas após deixarem a TV. Já está circulando o clipe promocional.

Seis pessoas mortas voltam repentinamente à vida, jovens e em perfeita saúde, no cemitério da pequena cidade australiana de Yoorana. Esta é a pegada de Glitch, nova série da Netflix, que estreou domingo.

O novo curta de animação da Pixar, Borrowed Time, é um filmete adulto com pouco mais de seis minutos. Está no YouTube.

Saiu a lista dos vencedores do Festival do Rio de cinema.

Cotidiano Digital

A Amazon está testando entregas com drones, na Inglaterra. (Estadão)

… Enquanto o Uber usa drones para promoção, no México.



Eduardo Cunha vira réu

14 de outubro de 2016

14 de outubro de 2016

Eduardo Cunha vira réu

Por ordem do juiz Sérgio Moro, os advogados do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha têm prazo de dez dias para que respondam preliminarmente às acusações de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas. A mulher do ex-deputado, a jornalista Cláudia Cruz, já era ré no mesmo caso.
 
Nesta ação específica, Cunha teria recebido em contas suíças pelo menos R$ 5 milhões de suborno quando a Petrobras comprou parte de um campo de petróleo na costa do Benin, África. O negócio, segundo o Estadão, foi tocado pela Diretoria Internacional da estatal, cota do PMDB no esquema. Sua mulher é ré porque parte deste dinheiro foi para contas em seu nome.
 
Há outro caso envolvendo Cunha. Este segundo foi encaminhado pelo STF a uma corte fluminense pois inclui a prefeita de Rio Bonito (RJ), Solange Almeida. Ele teria recebido outros R$ 5 milhões referentes ao contrato de navios-sonda da Petrobras.
 
A quinta não foi um bom dia para Cunha. Reconhecido no Aeroporto Santos Dumont, terminou atacado por uma senhora em fúria. O vídeo foi assunto do dia nas redes.

Curtas

O ex-senador Gim Argello (PTB) foi condenado a 19 anos de prisão pelo juiz Moro. Seus ex-aliados temem delação.

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, acatou denuncia do Ministério Público Federal e tornou Lula réu pela terceira vez. Este caso envolve lavagem de dinheiro e corrupção em um contrado da Odebrecht. (Globo)

O governo federal já arrecadou R$ 12 bilhões com impostos e multas de quem aderiu ao programa de repatriação dos recursos. Segundo Monica Bergamo, cerca de R$ 4 bilhões vieram esta semana. Ainda há mais duas semanas de prazo. (Folha)

Concessionárias públicas já acumulam uma dívida de R$ 6 bilhões com o BNDES. Responsabilizam a recessão e o envolvimento de muitas sócias com a Lava Jato. (Estadão)

Miriam Leitão entrevistou o presidente Michel Temer, na GloboNews. Ele defendeu que se iguale os sistemas de aposentadoria de servidores públicos com os do setor privado.

Delfim Netto elogia FH e Lula, critica Dilma, e diz que o principal obstáculo político no Brasil é o corporativismo do setor público. (Estadão)

Falta trabalho para 22,7 milhões de brasileiros, segundo o IBGE. Corresponde a 13,6% da população em idade produtiva. (Globo)

Pode pintar uma aliança PSDB-PMDB para a eleição de 2018. (Folha)

Sylvia Colombo explica a tática que deu vitória ao Não no plebiscito pela paz com as FARC, na Colômbia. (Folha)

O ex-bispo Fernando Lugo, que sofreu impeachment relâmpago como presidente paraguaio em 2012, é o favorito para a eleição presidencial de 2018.

Pós-Brexit, Escócia começa a se mexer para deixar o Reino Unido.

Cultura

O Nobel de Bob Dylan

Não faltou, nas redes sociais, quem reclamasse do Nobel de Literatura para Bob Dylan. Ele é músico, chamar de poeta é forçar a barra, segue o argumento. Mas, como lembrou no Facebook o ex-curador da Flip Miguel Conde, a poesia nasceu cantada na Grécia antiga, entre Homero e Safo. E Dylan é herdeiro legítimo dos trovadores medievais, que cantavam o que escreviam.
 
Desde finais dos anos 1950, ele compõe canções que constroem narrativas a partir de imagens. Filho de judeus com origem russa, trabalhou a centenária tradição da música americana que conta histórias da vida de gente comum. Tradição que, no século 20, ganhou tons da esquerda política. E uma das leituras do prêmio, para um artista popular ligado à esquerda, é que se trata de um aceno anti-Trump do Nobel. Nas palavras de John Pareles, crítico do New York Times, Bob Dylan é “erudito e simples, romântico e afiado, devoto e iconoclasta, acusador e oracular, pessoal e universal, exerce a compaixão assim como não tem piedade”. O poeta já acumula o prêmio Pulitzer, principal dedicado a jornalismo e literatura nos EUA, o Oscar e alguns Grammys.
 
A turma da Bravo! preparou uma playlist de Bob Dylan no YouTube. O New York Times organizou outra, no Spotify.

Curtas

As estreias da semana no cinema incluem Tom Hanks, em Inferno, e Ricardo Darín, em Kóblic. Confira a lista completa.

Rogue One, Uma História de Star Wars, ganhou o segundo trailer oficial. O filme, que se passa no período imediatamente anterior ao Guerra nas Estrelas original, estreia nos cinemas em 16 de dezembro.

Chegam ao Netflix, neste sábado, todas as temporadas da série The O. C., a segunda temporada de The Flash, e a primeira de A Casa do Mickey Mouse. Entram também os filmes infantis Angry Birds e Dinossauro.

Mais cinco filmes passados no universo de Harry Potter serão produzidos. (Estadão)

Livro ao Acaso, um minidocumentário. O rapaz faz livrinhos e os deixa por aí para que alguém os ache.

O Acervo Público Americano pôs no ar uma coleção de GIFs animados.

Viver

Policiais obrigam jornalistas a apagar o registro em vídeo de sua ação contra estudantes, em São Paulo. Eles não apagaram.

Obama quer viagem a Marte em 20 anos.

Dinossauros não cantavam feito pássaros. Mas um deles fazia barulho de pomba.

Apertou o Brasileirão. Palmeiras empatou e o Flamengo venceu, num jogo polêmico. O clube paulistano tem, agora, apenas um ponto de vantagem sobre o carioca.

Cotidiano Digital

Brasil é o terceiro mercado do Uber no mundo.

A realidade virtual chega ao PlayStation 4.

É possível que jogadores de games tenham uma percepção diferente da história das guerras?



O que se defende hoje, o que se defendeu ontem

12 de outubro de 2016

Por conta do feriado, esta é uma edição bastante curta do Meio. Tem leituras mais lentas para o dia livre. Bom feriado e até amanhã. =)
 

O que se defende hoje, o que se defendeu ontem

Vários leitores estranharam, na edição de ontem, a afirmação de que a ideia original por trás da PEC do teto pertence ao ex-ministro da Fazenda de Lula, Antonio Palocci. A memória foi resgatada em breve passagem por Merval Pereira, em sua coluna no Globo. Não custa, aqui, lembrar os detalhes.
 
Palocci passou 2005 em tour pelo país propondo ancorar os gastos públicos no crescimento do PIB por até 10 anos. Na época, a economia crescia a pleno vapor. Seu plano tinha como mentor Delfim Netto, um dos mais influentes conselheiros econômicos de Lula, e contava com o apoio de Paulo Bernardo. A PEC 241 de Michel Temer propõe conter os gastos por um período mais longo, de 20 anos, e ancora o limite na inflação e não no PIB. Mas há uma crise de gastos, coisa que não havia, a inflação está alta e, o PIB, no chão.
 
Os principais adversários de Palocci estavam dentro do governo: eram os ministros Tarso Genro e Dilma Rousseff. Lula mais de uma vez defendeu sua política de austeridade. Mas, no fim, Palocci perdeu a briga. Foi abatido por envolvimento no Mensalão. E, no meio a uma séria crise política e enfrentando campanha de reeleição em 2006, o presidente engavetou a ideia de contenção de gastos.
 
Esta é uma discussão importante, com argumentos relevantes pró e contra.

O risco está em misturá-la com a disputa partidária. Uma coisa nada tem a ver com a outra. PSDB e DEM, como lembrou o comentarista Kennedy Alencar, há apenas um ano votavam para piorar as contas do governo nas pautas-bomba de Eduardo Cunha contra Dilma. E o PT fazia o discurso da austeridade.

Beltrame sai

Após nove anos como secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame deixará o cargo. Diz que está cansado.
 
Suas Unidades de Polícia Pacificadora ocuparam as favelas da capital sob críticas mas também fascínio. Nunca houve política tão ousada para enfrentar o problema da violência daquelas ruas. Deixa uma marca que se dá pelo imenso contraste em relação a seu par paulista, Alexandre de Moraes, agora ministro. Beltrame não resolveu o problema da brutalidade policial, muito menos o da corrupção. Tampouco deixou de reconhecer que são problemas. E de ressaltar que a segurança começa com políticas de integração social.
 
Agora que ele vai, é um bom momento para reler sua entrevista à Trip feita há um ano. E a excelente reportagem de Cristina Tardáguila, que escreveu para a Piauí sobre as UPPs em 2010.

O Basil bateu a Venezuela por 2 x 0 e é o primeiro colocado nas eliminatórias da Copa. Veja os melhores momentos.

Hieronymus Bosch animado.

Hong Kong fotografada por um adolescente nos anos 1950.

A edição magnífica de Os Sertões.

O que dizer, hoje, para seu amigo judeu: G’mar Chatima Tová. O ch tem um som de ‘r’ rascante em hebraico. Hoje é Yom Kippur, o dia do Perdão. E, em respeito, que tal ouvir os incríveis irmãos Gat cantando Simon e Garfunkel? Uma homenagem de judeus ortodoxos a judeus laicos, pois os convívios são possíveis.