Curadoria de vídeos

Trailer de Trolls

28 de outubro de 2016



Trailer de A Garota do Trem

28 de outubro de 2016



Trailer da série brasileira 3%

28 de outubro de 2016



Secos e Molhados, fevereiro de 1974

28 de outubro de 2016



Aécio Neves apoia João Leite na televisão

28 de outubro de 2016



Renan vai à guerra

27 de outubro de 2016

27 de outubro de 2016

Renan vai à guerra

A quarta foi um dia agitado para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). Em discurso (vídeo), anunciou uma série de medidas.
 
Fará dois recursos ao Supremo. Em um, afirma que a ação da Polícia Federal contra o Senado só poderia ser ordenada pelo próprio STF. No outro, representa o juiz Vallisney Oliveira, que autorizou a operação contra a Polícia Legislativa, perante o Conselho Nacional de Justiça. O objetivo é anular a operação e repreender o juiz.
 
Além disso, Renan pôs em regime de urgência uma PEC para acabar com as aposentadorias de juízes e membros do MP condenados por improbidade administrativa. Hoje, são afastados em definitivo do cargo com o salário integral.
 
Renan defendeu, ainda, a aprovação da lei contra abuso de autoridade. Entrevistado pelo Estadão, o decano da Força Tarefa da Lava Jato defende uma lei mais forte contra abusos. Mas vê, nas entrelinhas deste projeto, a permissão de que qualquer investigado processe juiz ou procurador pela maneira como interpreta as leis. Procedimentos contra réus poderosos viriam acompanhados de sérios riscos pessoais.

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, marcou para a quinta, dia 3 de novembro, o julgamento que definirá se um réu pode ocupar cargos situados na linha sucessória da Presidência. Renan está muito próximo de se tornar réu da Lava Jato.

Outro ministro do STF, Luís Roberto Barroso, está em campanha contra o foro privilegiado para autoridades.

A Folha conta quem é Vallisney Oliveira, o magistrado chamado de juizeco por Renan.

Temer não vai se meter na briga entre o presidente do Senado e a Justiça, informa Jorge Bastos Moreno.

E o conflito aberto não vai atrapalhar o trâmite da PEC do Teto no Senado, diz Kennedy Alencar.

Curtas

Com dados do Ibope, José Roberto de Toledo faz uma análise interessante do eleitor brasileiro. 36% são politizados, escolhem cedo o candidato e, destes, dois terços têm partido preferido. Se informam pela internet e, nela, debatem muito. 26% são igualmente politizados, discutem política com a família e amigos, tendem a se informar pela imprensa tradicional ainda que online. Estes costumam se decidir pelo candidato no final da campanha. Por fim, 38% não têm qualquer interesse em política e só votam obrigados. Destes, 84% sequer iriam às urnas caso não fossem obrigados. (Estadão)

Quem voltar ao trabalho após se aposentar não terá direito a correção do benefício. A decisão do Supremo poupará até R$ 7,7 bilhões por ano à Previdência. (Folha)

E a AGU cogita ir à Justiça pedir ressarcimento de quem recebeu a mais por conta de desaposentadorias. (Globo)

Ainda não entendeu a PEC do Teto? Você não está sozinho. A briga virou apenas uma repetição da guerra do impeachment, em que os mesmos times cerram fileiras de um lado e do outro e mais repetem números imprecisos do que buscam compreender. Uma análise diferente.

Eduardo Cunha virou réu de novo. Ele e outro ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, são acusados de desvios na Caixa. A decisão é do juiz Vallisney Oliveira. Aquele mesmo. (Estadão)

A doutora Janaína Pascal teme que a Rússia invada o Brasil. Vai que…

ERRATA: diferentemente do que o Meio publicou na edição de ontem, o deputado federal Bebeto (PSB-BA), único que virou o voto no segundo turno de avaliação da PEC do Teto, não é o jogador tetracampeão. Aquele, embora também baiano, é deputado estadual pelo PDT do Rio.

Multidões tomaram as ruas da Venezuela contra Nicolás Maduro.

Trump parece Brizola? Pois lembra sim, de acordo com um grupo de velhos brizolistas, informa Lauro Jardim.

O cerco a Mossul em fotos.

O Partido Pirata deve vencer as eleições na Islândia, sábado. Entre seus planos, oferecer passaporte para Edward Snowden. E escrever uma Constituição colaborativa.

Viver

O sexo da mulher que não casou

Nas últimas semanas, o livro Future Sex explodiu no mundo falado em inglês. Resenhado pelos veículos mais sofisticados: New Yorker, New York Times, Financial Times, quase todas as revistas femininas. Sua autora é a jornalista Emily Witt, 34 anos, que não casou. E, num repente, começa a se perguntar: acaso nunca case, como seria sua vida sexual? E, nessa, além: que tipo de vida há para uma mulher adulta que não casa? Será que ainda vivemos num tempo em que apenas no casamento há felicidade? Future Sex conta o resultado desta investigação. De encontros marcados online a experiências com poliamor, da pornografia virtual a cursos de masturbação, além de muitas conversas. Um livro a respeito de solidão e independência, afinal, assim como um estudo sobre quem somos hoje.
 
Em tempo: Witt formou-se pela excelente Universidade Brown em Estudos Brasileiros.

A lama tóxica da Samarco que ainda se encontra em Mariana (MG) pode agravar a tragédia ambiental. (Folha)

Cotidiano Digital

Um PC para designers, da Microsoft

A Microsoft dobrou as apostas contra a Apple e entrou pesado no ramo de multimídia, principalmente design 3D e realidade virtual. No evento de ontem, lançou um update para o Windows 10 com ferramentas para criação em três dimensões. O Paint, incrivelmente, ganhou também um upgrade. Paint 3D. Óculos de realidade virtual estão entre as novidades. O Surface, seu misto de notebook e tablet também ganhou nova versão.
 
O maior destaque, porém, é o Surface Studio (vídeo). O primeiro computador de mesa da marca, com o monitor mais fino do mercado. Uma tela de 28 polegadas que retrai e, por ser sensível ao toque, se porta também como prancheta. O vídeo impressiona.
 
Aliás… A Apple lança novos computadores hoje. Será transmitido ao vivo a partir das 15h (Brasília).

Ler o WhatsApp sem disparar as setinhas azuis: cinco técnicas.

Casos em que hackers se meteram na internet das coisas.

Cultura

Turnê do Sepultura no Brasil terá Lobão como convidado especial. Por conta do posicionamento do músico carioca à direita, gerou polêmica. Os shows ocorrerão em Belém (25/11), Goiânia (09/12), Recife (10/12) e Vitória (17/12).

A quarta temporada de Sherlock estreia, no Reino Unido e EUA, em 1º de janeiro. Nada confirmado para o Brasil. Este vídeo, com legendas, trata do primeiro episódio.

Game of Thrones, próxima temporada: spoilers.

Superman, uma biografia não autorizada. Ou quase: livro traça a evolução do personagem em oito décadas.



A Microsoft apresenta o Surface Studio

26 de outubro de 2016



Renan fala ao Senado em 26 de outubro de 2016

26 de outubro de 2016



Quarto Gol de Brasil 4 x 1 Itália, na Copa de 1970

25 de outubro de 2016



Renan Calheiros ataca juízes por conta de operação da PF no Senado

25 de outubro de 2016

“Um juizeco de primeira instância não pode, a qualquer momento, atentar contra um poder”, disse o presidente do Senado, Renan Calheiros. “Busca e apreensão no Senado só pode se fazer por decisão do Supremo Tribunal Federal.” O que o vídeo da TV Senado não mostra é a complementação. Renan chamou os métodos da PF de fascistas. Classificou a operação no Parlamento, sexta-feira, de crise institucional. E voltou suas metralhadoras contra o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.



José Dirceu presta depoimento ao Juiz Sergio Moro

24 de outubro de 2016

Não se trata de pena, mas de reconhecimento. Vale assistir aos minutos finais do depoimento de José Dirceu ao juiz Sérgio Moro, na última sexta. Em seu rosto, o custo de estar preso por um crime.



Congresso acusa Maduro de Golpe, na Venezuela

24 de outubro de 2016

24 de outubro de 2016

Congresso acusa Maduro de Golpe, na Venezuela

A Venezuela entrou em profunda crise institucional durante o fim de semana. O Congresso acusa o presidente Nicolás Maduro de ter dado um Golpe de Estado, na quinta-feira. Ameaça abrir um processo de impeachment. No domingo, enquanto os parlamentares estavam em sessão especial, o prédio da Assembleia Nacional foi invadido por militantes governistas e houve violência.
 
Na quinta, o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) mandou suspender a coleta de assinaturas para autorizar referendo constitucional que pode encerrar antecipadamente o mandato do presidente. A expectativa era de que a oposição conseguiria as 4 milhões de assinaturas legalmente necessárias para disparar a consulta popular. Mas o governo tem controle do CNE e abortou o processo.
 
A sessão da Assembleia não tem poder legal e um impeachment dificilmente seguirá seu curso. A Suprema Corte, composta por ministros chavistas, determinou que o Legislativo nacional está em desacato enquanto não destituir três deputados acusados de comprar votos. Suas decisões não têm valor legal. Mas a crise econômica, no país, que gera desemprego e escassez de produtos, faz do governo do PSUV cada vez mais impopular. O partido fundado por Chávez está há 17 anos no poder.

A polícia de Renan

Três dos quatro policiais legislativos presos pela Polícia Federal, na sexta-feira, foram liberados domingo. Quem permanece detido é Pedro Araújo Carvalho, o diretor da corporação. Ele é acusado de ter montado uma operação ilegal de contraespionagem para retirar escutas autorizadas judicialmente nas residências dos senadores Fernando Collor (PTC), Gleisi Hoffmann (PT) e Edson Lobão Filho (PMDB), além do ex-senador José Sarney.
 
Em entrevista ao Fantástico, o policial legislativo que delatou a operação diz ter medo das consequências. (Com vídeo)

A uma semana da eleição

A capa da revista Veja que circula no Rio de Janeiro apresenta as fotografias de um jovem Marcelo Crivella preso, em 1990. Na época pastor, segundo a revista, o hoje candidato se revoltou contra um rapaz que reivindicava posse de um terreno onde seria erguida uma Igreja Universal. Crivella respondeu em vídeo, pelo Facebook. No Globo, o colunista Lauro Jardim revela que delação do ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, envolve Crivella na Lava Jato. Ele teria pedido auxílio para a campanha ao Senado, em 2010. O candidato também nega.

Enquanto isso, seu concorrente, Marcelo Freixo, pode anunciar esta semana uma Carta aos Cariocas, afastando-se das alas mais radicais do PSOL. Segundo o Estadão, a ex-secretária da Fazenda de Eduardo Paes, a economista liberal Eduarda La Rocque, se juntou à equipe do candidato para adaptar seu programa de governo.

Vem de Belo Horizonte a mais incrível declaração de um candidato no segundo turno. Alexandre Kalil (PHS): “Eu roubo, mas não peço propina.” Foi no debate de sexta-feira, devidamente registrada em vídeo. O ex-presidente do Atlético Mineiro pediu desculpas pelo YouTube.
 

Curtas

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), quer agilizar trâmite de projeto de lei de sua autoria para coibir abuso de responsabilidade, especialmente por policiais ou Ministério Público. Há resistência no Senado. O projeto é visto como retaliação à Lava Jato. (Globo)

Petrobras começa sua lenta recuperação após rombo provocado pela Lava Jato. (Estadão)

Arena Corinthians foi presente para Lula, afirma Emílio Odebrecht. (Folha)

Três de cada quatro juízes brasileiros recebem remunerações acima do teto constitucional de R$ 33.763 mensais. (Globo)

Cotidiano Digital

O negócio do ano

O maior negócio do ano vem sendo combinado faz apenas dois meses. No sábado, a AT&T anunciou que comprará o grupo Time Warner, pagando 36% acima do valor de cada ação. A empresa de telecomunicações gastará US$ 85,4 bilhões em dinheiro e ações, resultando numa fusão.
 
É o movimento mais impressionante de um jogo que vem se desenhando no mercado americano. Com o avanço do digital em nossas vidas, as empresas de infraestrutura de telecomunicações temem perder importância, meras fornecedoras de um serviço de necessidade pública, mas incapazes de se distinguir umas das outras. Por isso, vêm buscando assumir ao menos em parte o conteúdo que circula por seus cabos e antenas.
 
Acaso os reguladores autorizem a fusão, a AT&T leva para casa marcas como HBO, CNN e Warner Bros.

Curtas

O grupo hacker Anonymous declarou via Twitter que prepara um ataque DDoS. Neste tipo de ofensiva, milhões de conexões simultâneas sobrecarregam servidores. Na sexta, três ondas seguidas de ataques DDoS derrubaram metade da internet americana.

O aplicativo Telecine Play poderá ser assinado sem pacote de TV a cabo. É a partir do ano que vem, o objetivo é servir de concorrente nacional do Netflix. (O que, aliás, pode forçar o app americano a melhorar a seleção de filmes.)

Depois do Uber, Airbnb. O governador de Nova York baixou decreto proibindo aluguel de apartamentos por menos de um mês. Muitos moradores se incomodam com o fluxo alto de estranhos num prédio quando há Airbnb. E apartamentos tirados do mercado de aluguel aumentam o preço de moradia numa região. Uma análise, em inglês.

Viver

Os alemães querem proibir o motor a combustão de gasolina ou diesel a partir de 2030. A decisão da Câmara Alta do parlamento não é definitiva. Além disso, Índia, Holanda e a Noruega já tomam caminhos parecidos. Mas o aceno é simbólico pois este mesmo motor foi inventado há 130 anos pelo alemão Karl Benz. E várias das mais importantes marcas de automóveis são alemãs, incluindo-se na lista Volkswagen, Mercedes e BMW. O futuro próximo é elétrico. (Da Wired, em inglês)

Sebastião Salgado relembra, em entrevista ao Estadão, as fotografias que tirou nos poços de petróleo em chamas do Kuwait, em 1991. A editora Taschen já colocou em pré-venda o livro que documenta o trabalho.

Em 23 de outubro de 1956, se iniciou em Budapeste a Revolução Húngara contra a dominação soviética. Foi arrasada. Na celebração dos 60 anos, a Radio Free Europe mostra fotografias da época comparadas com os locais, hoje.

O Palmeiras venceu o Sport por 2 a 1 enquanto o Flamengo terminou em empate contra o Corinthians, de 2 a 2. O resultado permitiu ao clube paulista abrir vantagem de seis pontos no Brasileirão. Tem, agora, 90% de sagrar-se campeão, nas contas do matemático Tristão Garcia. O Flamengo tem 5% de chances, Atlético Mineiro, 3% e, o Santos, 2%.

Cultura

Nova heroína da Marvel é uma mãe síria. Dá para ler a primeira história online, na versão americana.

Veterano da Marvel e DC tenta emplacar um grupo de super-heróis brasileiros. (Globo)