Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





7 de junho de 2019
Consultar edições passadas

Histórias para ouvir

Rachados, governadores querem estados na reforma da Previdência


Começou a circular ontem uma carta assinada por 25 dos 27 governadores de apoio à manutenção de estados, Distrito Federal e municípios na reforma da previdência. Mas não foi sem confusão. “O regime de Previdência é substancialmente deficitário, constituindo uma das causas da grave crise fiscal enfrentada pelos Entes da Federação”, diz o texto. “Atribuir aos Governos estaduais e distrital a missão de aprovar mudanças imprescindíveis por meio de legislação própria, a fim de instituir regras já previstas no projeto de reforma que ora tramita no Congresso, não apenas representaria obstáculo à efetivação de normas cada vez mais necessárias, mas também suscitaria preocupações acerca da falta de uniformidade no tocante aos critérios a serem observados no território nacional.” Só não assinaram o baiano Rui Costa (PT) e Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão. (G1)

Divulgado cedo por Ibaneis Rocha, do DF, o texto provocou burburinho por boa parte do dia. Horas após a divulgação, os petistas Wellington Dias, do Piauí, e Fátima Bezerra, do Rio Grande do Norte, afirmaram que não haviam assinado a carta que continha, originalmente, seus nomes. Rocha explicou que a combinação havia sido feita por WhatsApp. (G1)

O objetivo era ter produzido uma carta assinada pelos 27. Os nordestinos, porém, se queixam da pressão do paulista João Doria e de Ibaneis Reis, que acusam ter cometido “erros de principiante”, segundo o Painel. Consideram que o texto original critica indevidamente o Congresso e não ressalta pontos importantes de divergência. (Folha)

Pois é... Os nove governadores nordestinos divulgaram à noite outra carta. “O momento em nosso país é talvez o mais delicado destes últimos anos de turbulência política e econômica. A recessão ameaça recrudescer, em paralelo vemos cristalizar-se a polarização política exacerbada na eleição presidencial, o que tem contaminado o debate sobre as reformas necessárias”, afirmam. “Todos reconhecem a necessidade das reformas da previdência, tributária, política, e também da revisão do pacto federativo. Há divergências em pontos específicos a serem revistos.” Eles afirmam que as mudanças na aposentadoria dos trabalhadores rurais atingiriam muito a região, questionam o sistema de capitalização e se queixam, sem citar exemplos específicos, das mudanças que aumentam os custos da Previdência. Não citam exemplos específicos, mas um é o das Forças Armadas. “Entendemos, além disso, que a retirada dos estados da reforma e tratamentos diferenciados para outras categorias profissionais representam o abandono da questão previdenciária à própria sorte, como se o problema não fosse de todo o Brasil. Há consenso em outros tópicos, e acreditamos na intenção, amplamente compartilhada, de se encontrar o melhor caminho.” (G1)

O Supremo decidiu ontem, por 9 votos a 2, que o governo pode vender as estatais subsidiárias — aquelas empresas que pertencem a outras estatais — sem a necessidade de permissão do Congresso. E, por 7 votos a 4, que estas vendas podem ocorrer sem licitação. O Congresso precisa aprovar, porém, a privatização de empresas-mãe. Assim, a distribuidora BR, por exemplo, poderia ser vendida sem consulta, a Petrobras, não. (Jota)

Aproveitando-se da viagem de Bolsonaro à Argentina, um grupo de empresários levou a proposta da criação de uma moeda comum entre os dois países para o ministro Paulo Guedes. Teria sido bem recebido — de acordo com os argentinos. (Estadão)

O Banco Central nega que o projeto exista. (PDF)

Mais tarde, durante a live que o presidente realiza às quintas-feiras, Guedes explicou que vê o Mercosul como uma trava para o crescimento da região. “A palavra de ordem aqui foi justamente liberdade”, disse o ministro, em Buenos Aires. “Liberdade econômica e política, para botar o Brasil pra crescer de novo. Vamos integrar as duas economias, vamos ter energia barata, comida barata, e vamos partir para a integração da economia mundial.” (Poder 360)


E amanhã, na edição de Sábado: está acirrada como nunca, nas redes sociais e também no mundo lá fora, o embate entre esquerda e direita. Mas as pessoas estão usando corretamente os termos? E são, eles, os melhores para mapear as diversas maneiras de pensar política nos dias de hoje? Assinantes Premium do Meio receberão. Ainda é tempo — assine também você.


YouTube faz faxina no extremismo

Tony de Marco

 
Youtube

Cultura


Em São Paulo, acontece a 10ª edição do  Festival Varilux – em mais de 80 cidades do país. Veja toda a programação. No sábado, o Festival Marisco faz a sua segunda edição com Nu Guinea, Mr. Bongo, Mental Abstrato e outros artistas que passeiam da disco music a outros gêneros mais afro-jazzísticos. Dona Onete estreia o seu disco novo, Rebujo,hoje, no Cine Joia. No domingo, Raul de Souza se apresenta no Sesc Pinheiros com participações de Airto Moreira e Amilton Godoy. Amanhã, o MuBE abre a exposição Construções e Geometrias, oportunidade rara de ver trabalhos de arte contemporânea da coleção particular de Dulce e João Carlos de Figueiredo Ferraz. Duas estreias na Galeria Marcelo Guarnieri: Luiz Paulo Baravelli e Renato Rios, com duas mostras individuais. A Orquestra Jovem comemora 40 anos neste sábado com concerto em homenagem a Claudio Santoro. Domingo tem Lily Allen e Duda Beat no Festival da Cultura Inglesa, no Memorial da América Latina.

No Rio, a edição carioca do festival suíço de Montreux acontece neste final de semana nos armazéns 2 e 3 do Pier Mauá, e outros palcos espalhados pela cidade. Entre as principais atrações estão Hermeto Pascoal, um trio com Ivan Lins, Chucho Valdés e Irakere e o quarteto Hamilton de Holanda com o icônico percussionista Paulinho da Costa como convidado. Veja toda a programação do Rio Montreux Jazz Festival. Já a Cidade das Artes recebe o Festival Iminente, que reúne artistas portugueses e brasileiros, nesta sexta e sábado. Entre os destaques, DJ Marfox, Shaka Lion e Carlos do Complexo e a dupla Majur e Hiran. E é de graça.Marcelo D2 e BK' fazem uma noite de rap no KM de Vantagens Hall amanhã. O Circo Voador recebe duas novas turnês – de Boogarins, na sexta, e Dona Onete, no sábado. E se o assunto é festa, hoje tem Batekoo no Madureira Show.Reestreia nesta sexta no Centro Cultural Oi Futuro Eu, Moby Dick, adaptação de Pedro Kosovski para o romance de Melville com direção de Renato Rocha. Dirigida por Bianca Byington, o monólogo de Lucília de Assis, Não Peça, está em cartaz no Teatro da UFF.

Se antes os mutantes eram vistos  como invasores ou inimigos, agora eles são, de fato, reconhecidos como heróis. Os eventos de X-Men: Fênix Negra (trailer) dão continuidade à  história já apresentada pelos três últimos filmes. Após 30 anos de produção, finalmente estreia O Homem que Matou Dom Quixote (trailer). Conhecido como uma das mentes criativas por trás do britânico Monty Python, o cineasta Terry Gilliam enfrentou um périplo de dimensões curiosamente quixotescas para lançar o filme: elenco foi trocado diversas vezes, o ator John Hurt – que interpretaria Quixote – acabou morrendo e também houve uma batalha jurídica relativa aos direitos do filme que quase impediu sua estreia no Festival de Cannes do ano passado. Para as crianças, Patrulha Canina: Super Filhotes (trailer). Quando o seu mais recente esquema dá errado, o Prefeito Humdinger e seu sobrinho Harold acidentalmente desviam um meteoro, colocando-o em rota de colisão com a Baía da Aventura. Confira outros lançamentos da semana.

Viver


De 1941 a 79, o futebol feminino foi proibido por decreto no Brasil. Mas nunca deixou de existir. O Museu do Futebol, com apoio do Google, está construindo o apropriadamente chamado Museu do Impedimento. E está em busca de acervo — fotografias, filmes, ou mesmo relatos que ajudem a contar essa história. Se você tem algo, contribua.

Então... O doodle do Google homenageia a Copa do Mundo feminina, que começa hoje. O primeiro jogo do Brasil será no domingo, contra a Jamaica. Veja a tabela.

Caso Neymar. A continuação da conversa entre o jogador e a modelo Najila Trindade, em 16 de maio, dia seguinte ao suposto estupro, foi divulgada  pela TV Record. Na conversa, Neymar diz que ela foi culpada pelas marcas também "porque pedia mais". Najila responde com uma pergunta: "Tá doido?". Veja a transcrição da conversa.


Cães podem farejar o medo, mas podem farejar a verdade? Seu cachorro pode ser mais esperto do que você imagina, pois são grandes observadores do comportamento humano. Uma equipe liderada por Akiko Takaoka, da Universidade de Kyoto, no Japão, realizou um estudo que descobriu que os cães realmente sabem identificar mentiras. Durante o experimento, pesquisadores apontaram para um recipiente que estava cheio de comida escondida. E o cachorro correu em sua direção. Em seguida, apontaram para um recipiente vazio.Os cachorros deram outro voto de confiança, mas descobriram que não tinha comida lá. Na terceira vez que os pesquisadores apontaram para um recipiente com comida, os cães se recusaram a perder tempo. Eles sabiam que a pessoa não era confiável com base na experiência anterior. Todos os 34 cães usados no experimento não atenderam o comando pela terceira vez.

Por falar… Abriram lugar para os cachorros no cinema. De carona na onda petfriendly, a rede Cinesystem, no Rio, lançou a primeira iniciativa do tipo na cidade. Acredite: em sessões especiais, diante da telona, com a pipoca em mãos, o público poderá acomodar os bichos no colo — ou na poltrona ao lado, se ela estiver vaga. Detalhe: nas sessões abertas a cães, coleiras e fraldas são itens obrigatórios para os bichos.

Cotidiano Digital


O Google realizou ontem, no Memorial da América Latina em São Paulo, seu evento anual com anúncios para o mercado brasileiro. Dentre as novidades está a inauguração das Google Stations, pontos com WiFi gratuito em locais de grande circulação de pessoas. Começa na capital paulista e interior do estado, com 87 estações, que incluem o Parque do Ibirapuera, estações da CPTM, a Praça da Sé, mas também Ilhabela e litoral norte. O programa, cujo objetivo é democratizar acesso a banda larga em países emergentes, já tem mais de mil estações pelo mundo, em países como Índia e México. Para acessar a rede, é preciso antes assistir a um anúncio do patrocinador — o Itaú é o primeiro. No site do projeto há um mapa com os pontos todos. (Estadão)

A brasileira Positivo teve presença de destaque. A empresa lança este mês uma família de produtos para a casa conectada compatível com o Google Assistente. Tem lâmpadas inteligentes que mudam a cor, tomadas, caixas de som, fechaduras e câmeras de segurança, tudo com a possibilidade de ser comandado por voz. Chega as lojas pela marca, também, um celular barato — R$ 279 —, modelo ainda dos antigos com teclado com um botão para o Google Assistente. Também por comando de voz, permite buscas.

E... Porque 59% das pessoas que jogam videogames no Brasil são mulheres, a gigante do Vale pôs no ar um concurso, o Desafio Change the Game, para que mulheres de 15 a 21 anos criem projetos de videogames. Serão escolhidas duas vencedores, que terão seus jogos desenvolvidos e lançados na loja Google Play. As 500 primeiras ganharão cursos de programação. A meta é estimular a presença feminina na área.

E por falar... Google Stadia, o projeto de videogames por streaming, será lançado em novembro em 14 países — o Brasil não está na lista. Nos EUA, a assinatura base será gratuita e permitirá jogar com resolução de 1080p a 60 quadros por segundo. É pouco para games de ação. Stadia Pro sai por US$ 10 ao mês, tem mais jogos e roda com resolução 4K. O kit inicial para os fundadores, que inclui um controller e Chromecast, sai por US$ 130.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.




7 de junho de 2019
Consultar edições passadas