Trump quer reforçar vínculo de Kamala com Biden e transferir ataques para ela

Ele falou por quase 1h30 na Convenção Nacional Republicana. Criticou o presidente Joe Biden, os imigrantes, sua fictícia fraude eleitoral, o Irã... Mas o discurso de Donald Trump não teve uma linha contra Kamala Harris. Com a mudança no xadrez eleitoral, o ex-presidente e seus assessores precisam adaptar a narrativa de ataques construída para ser repetida até novembro. Enquanto Kamala vai empilhando apoios e doações, uma mensagem não inteiramente nova começa a tomar forma na campanha republicana a quase 100 dias das eleições. Por mais que se diga o contrário, Trump preferia concorrer contra a candidatura em colapso de Biden. E sua equipe parece determinada a manter boa parte da estratégia anterior, apostando que, como vice-presidente, Kamala é indissociável de seu presidente. A ideia é expor a provável candidata a ataques sobre inflação, crises internacionais e migração na fronteira sul. “Harris será ainda pior para nosso povo do que Joe Biden”, apressaram-se a dizer, há dois dias, Susie Wiles e Chris LaCivita, principais funcionários da campanha republicana. (The Economist)

A desistência de Biden e o apagão cibernético Crowdstrike

No programa de hoje (23), Cora Rónai recebe Ricardo Rangel, jornalista e empresário. Pedro Doria tirou merecidas, e curtas, férias. Cora e Ricardo discutem a desistência de Biden da corrida presidencial americana, as possibilidades de Kamala Harris e se debruçam no apagão cibernético Crowdstrike. Imperdível.

Brasil pode ficar inabitável até 2070, diz estudo da Nasa

Pesquisa da Nasa (leia aqui), a agência espacial dos Estados Unidos, traz conclusão preocupante para o Brasil: o país pode ficar inabitável em cerca de 50 anos devido ao calor extremo. A pesquisa leva considera dados de satélites para aferir a temperatura potencial ao longo dos anos. Até 2070, há vários territórios pelo mundo com situação preocupante, como algumas regiões dos Estados Unidos (Arkansas, Missouri e Iowa, por exemplo), sul e sudeste da Ásia, leste da China, Golfo Pérsico e países próximos ao Mar Vermelho. Para uma região estar em alerta, é necessário que o bulbo úmido se aproxime ou supere 35°C bulbo úmido é a temperatura mais baixa que se pode alcançar por resfriamento do vapor. Quanto maior o calor, maior a tensão no corpo humano, pois será necessário mais suor para resfriá-lo. As temperaturas de bulbo úmido estão aumentando no planeta, e o clima da Terra começou a exceder esse limite dos 35ºC. (UOL)

Wiz recusa oferta bilionária do Google e planeja IPO

Startup de segurança cibernética, a Wiz recusou uma oferta de aquisição de US$ 23 bilhões do Google (Alphabet). A intenção da diretoria da empresa é abrir seu capital em um plano de oferta pública inicial (IPO). A recusa é um problema para o Google, que está tentando alcançar Microsoft e Amazon em um mercado competitivo de serviços em nuvem. A oferta da Alphabet avaliou a Wiz em quase o dobro de sua última captação de recursos, em maio, no valor de US$ 12 bilhões. “A validação de mercado que vivenciamos após essas notícias apenas reforça nosso objetivo — criar uma plataforma amada tanto por equipes de segurança quanto de desenvolvimento”, disse o CEO da Wiz, Assaf Rappaport, em memorando aos funcionários. Segundo a companhia, 40% das empresas da Fortune 100 são suas clientes. A Wiz diz arrecadar US$ 350 milhões em receita recorrente anual. (CNBC)

‘Se Biden pode desistir, por que eu não posso?’, diz Datena sobre candidatura

Se o Biden pode desistir a qualquer momento, por que eu não posso?”, indagou José Luiz Datena, apresentador e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, deixando aberta a possibilidade de desistir de uma campanha eleitoral pela quinta vez. Em entrevista à Folha, contou ter sido traído em tentativas anteriores na política, disse que desconfia da continuidade de sua candidatura, critica interferências e movimentos do seu partido e se diz preocupado com possíveis “tiros nas costas”. Mesmo com tantas incertezas em sua campanha, seu nome é um dos mais conhecidos. Datena tem feito críticas ao atual prefeito da capital, Ricardo Nunes (MDB), e focado em propostas para a segurança pública, coerente com seu ramo de atuação no jornalismo. Também cutuca Tabata Amaral (PSB), pré-candidata e antiga aliada. Inicialmente, o apresentador era cotado para ser vice em uma chapa encabeçada pela deputada federal, o que não foi para frente após Datena deixar o PSB. (Folha)

Democratas se unem por Kamala Harris

Vice-presidente dos Estados Unidos conseguiu, em apenas um dia, o endosso de mais do que os 1.976 delegados necessários para ser confirmada como candidata do seu partido na corrida presidencial. Mortes de crianças indígenas sobem quase 25% no país. Microsoft lança ferramenta para contornar efeitos do apagão cibernético da semana passada. E festival de música no Rio celebra álbuns históricos que completam 50 anos em 2024.

Kamala conquista delegados necessários para indicação democrata, diz campanha

Na madrugada desta terça-feira, a campanha de Kamala Harris anunciou, via redes sociais, que conquistou o apoio necessário pra ser nomeada a candidata do Partido Democrata à Casa Branca. Confira neste episódio.

Bruce Springsteen entra para lista de bilionários da Forbes

O cantor Bruce Springsteen, de 74 anos, conhecido por músicas como “Dancing in the dark” e “My hometown”, é mais um nome da música a entrar na lista de bilionários da Forbes.

Mortes de crianças indígenas cresceram 24,5% em 2023

O Brasil registrou no ano passado as mortes de 1.040 crianças indígenas entre 0 e 4 anos, segundo relatório divulgado na segunda-feira pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), ligado à Igreja Católica. O número é o mais alto desde que o acompanhamento começou a ser feito, em 2003, e representa uma elevação de 24,3% em relação ao ano anterior. O maior número de mortes ocorreu no Amazonas (295), seguido por Roraima (179) e Mato Grosso (124). Gripes e pneumonia foram a maior causa de óbitos nesse grupo, seguidas de diarreia e doenças infecciosas e desnutrição. De acordo com o Cimi, muitas dessas doenças são levadas às terras indígenas por invasores, como garimpeiros.  (UOL)

Após atentado a Trump, deputados pedem renúncia da chefe do Serviço Secreto

Os líderes dos partidos Republicano e Democrata na Comissão de Supervisão da Câmara dos EUA pediram nesta segunda-feira a demissão da diretora do Serviço Secreto, Kimberly Cheatle, por conta das falhas que levaram ao atentado contra o ex-presidente e agora candidato Donald Trump. Em depoimento à comissão, ela admitiu, por exemplo, que, antes de Trump subir ao palanque em Butler, na Pensilvânia, os agentes foram avisados “de duas a cinco vezes” que havia uma pessoa suspeita na área. Cheatle reconheceu que foi a maior falha de seu departamento em décadas, mas se recusou a fornecer mais informações, alegando que o incidente está sob investigação do FBI. (CNN)