Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet
14 de dezembro de 2016
Consultar edições passadas

14 de dezembro de 2016

PEC do Teto aprovada. Mas foi por pouco.

A maior vitória parlamentar do governo Michel Temer: por 53 votos a 16, a Proposta de Emenda Constitucional que estabelece um teto aos gastos públicos foi aprovada. Margem estreita: só quatro mais do que o necessário. Em 29 de novembro, na primeira das duas rodadas de voto, ficou em 61 contra 14. (Globo)

Míriam Leitão: O governo tem o que comemorar. Mas a margem foi muito estreita e a reforma da Previdência, que será mais difícil, ainda vem por aí. (Globo)

É o mais duro ajuste fiscal desde 1988, segundo o El País.

Veja como votou cada senador.

São Paulo, Brasília e mais 11 estados tiveram protestos contra a PEC. Na Avenida Paulista, vidros do prédio da Fiesp foram quebrados e fogos de artifício soltados no interior do imóvel. Na capital federal, 5 mil pessoas estavam nas ruas, segundo a PM. (Estadão)

Aliás… o Senado também aprovou projeto que impõe limite aos supersalários no funcionalismo público. Atinge, principalmente, o Poder Judiciário. E os juízes falam que se trata de retaliação. Ainda é preciso que a Câmara aprove. (Estadão)

Ronaldo Caiado (DEM) fez um discurso duro. “Não podemos ter medo de uma antecipação do processo eleitoral”, disse o senador por Goiás. Defendeu a renúncia do presidente Michel Temer por eleições diretas. E é candidato ao Planalto. (Folha)

Leia no Twitter de Caiado sua sequência de ataques.

Aliados do governo têm medo de que a ideia de Diretas Já pegue força. (Globo)

Executivos da Odebrecht têm uma frustração com o chefe. Marcelo Odebrecht não reconheceu, em sua delação, que comandava o sistema paralelo para o pagamento de propinas. Muitos terão de enfrentar o processo penal por conta disto, informa Sonia Racy. (Estadão)

A Batalha de Aleppo acabou. A cidade, a maior em população da Síria antes da guerra civil, é cenário de fogo pesado desde 2012. Segundo o acordo mediado entre o governo do país e os rebeldes, milhares de pessoas poderão deixar o local imediatamente. O centro, dominado pela oposição, vinha sofrendo intenso bombardeio russo. Dadas as características do conflito, cabe esperar alguns dias para ter certeza de que acabou mesmo. (Folha)

O novo secretário de Estado americano, responsável por toda diplomacia do país, é o CEO da ExxonMobil Rex Tillerson. Ele tem uma profunda relação com a Rússia.

Cotidiano Digital

A empresa recém-lançada se chama Waymo. Após sete anos trabalhando em veículos autômatos, o Google chegou à conclusão de que sua tecnologia está pronta. Pôs ontem a empresa na rua, com identidade própria. Não é certo que vá fabricar carros. Talvez só venda a tecnologia. Mas já tem uma parceira: a Fiat Chrysler. Desde maio, engenheiros de ambas trabalham para tornar as minivans da Chrysler capazes de dirigir por conta própria. O grupo italiano ganhou insight sobre a nova tecnologia. O Google, por sua vez, conseguiu entrar no processo de fabricação de automóveis para compreender como aplicar sua tecnologia em escala.

Aliás… quando o Google começou a falar de carros autômatos, estava sozinho. Hoje, tanto Uber quanto Tesla já têm produtos na rua. O risco da empresa era chegar atrasado.

Para ler com calma: a Wired narra a história de como a empresa Google tomou a decisão de finalmente se apresentar ao mercado. Envolve um homem cego.

Enfim saíram os AirPods, headphones sem fio da Apple para o iPhone 7.

Snapchat para grupos: já é possível trocar snaps com até 16 ao mesmo tempo.

O Uber começou a entregar comida em São Paulo. (Estadão)

Viver

Como criar uma filha em sete passos. Ruth Bader Ginsburg, que aos 83 anos é juíza da Suprema Corte americana, escreveu um artigo no New York Times sobre a criação de meninas. Que leiam muito, que sejam ciosas da própria independência. É importante que aprendam como reconhecer bons professores. A controlar receios para fazer conquistas, a fingir que não ouviram certas coisas vez por outra, e a construir a própria sorte. Escolher bem com quem casar, com quem passará o resto da vida, também faz grande diferença.

Galeria: o fotógrafo Lee Jeffries retrata pessoas sem teto pelo mundo.

Novas regras da ANAC: empresas aéreas poderão cobrar pelo despacho de bagagens e não serão mais obrigadas a aceitar as duas malas de 32kg cada em voos internacionais. As companhias dizem que a medida permitirá a diminuição do preço das passagens.

Alan Ruschel e Rafael Henzel chegaram a Chapecó, onde foram recebidos com festa e seguiram direto para o hospital. O lateral e o jornalista, sobreviventes do acidente, estão bem.

O Brasil é campeão do Mundial de Surfe Adaptado. Recebeu o ouro por equipe e em mais duas categorias. Entre os surfistas que pegam onda deitados, Fellipe Lima se tornou bicampeão. E Davi Teixeira, o Davizinho, levou o título entre os que precisam de ajuda para chegar às ondas. (Globo)

Cultura

Bon Jovi e Billy Idol confirmados para o Rock in Rio 2017, que ocorrerá em setembro. (Estadão)

Bill Gates publicou a lista dos cinco melhores livros que leu em 2016.

A primeira crítica em português de Rogue One, o filme paralelo à saga Guerra nas Estrelas que estreia quinta-feira.

Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet



Consultar edições passadas