Astrônomos detectam explosão de ondas de rádio ocorrida há 8 bilhões de anos

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Pesquisadores detectaram o mais antigo registro de uma rajada rápida de rádio (FRB) após identificarem uma explosão de ondas de rádio originada de uma fusão de galáxias há cerca de oito bilhões de anos. A FRB, que é um pulso de radiação eletromagnética de radiofrequência, durou menos de um milissegundo e liberou a mesma quantidade de energia que o Sol em três décadas, segundo o estudo publicado na revista Science. Os astrônomos utilizaram o telescópio óptico Very Large do Observatório Europeu do Sul, no Chile, um dos mais potentes do mundo, para localizar o fenômeno. Para detectar a explosão, foi usado o radiotelescópio australiano SKA Pathfinder. (Folha)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.