Leonardo Pimentel

Editor executivo do Meio. Jornalista formado pela UFRJ, foi editor de Tempo Real da Agência o Globo, editor da home page do Globo, colunista e coordenador de correspondestes em no.com, editor-executivo da revista Nossa História e assessor de imprensa do TRE-RJ. É autor de três livros sobre tecnologia. Mas gosta mesmo é de cozinhar.

Após 14 anos, Tom Hiddleston dá adeus a Loki

Terminou na semana passada a segunda e última temporada da série Loki, do Disney+, mas o episódio Propósito Glorioso representa mais para o ator Tom Hiddleston, que interpreta a divindade protagonista. “É o fechamento de um círculo”, disse ele no programa de Jimmy Fallon. “É a conclusão de seis filmes, 12 episódios e 14 anos da minha vida. Eu tinha 29 quando fui escalado, agora tenho 42. Foi uma jornada.” Eric Martin, principal roteirista da série também indicou a despedida do personagem ao confirmar que a dupla Loki e Mobious (Owen Wilson) não voltará a se reunir – o que dá um toque melancólico à última cena dos dois. (Games Radar)

Centenas de civis seguem retidos no maior hospital de Gaza

Centenas de civis estão retidos pelos combates entre Israel e o Hamas dentro do hospital al-Shifa, o maior da Faixa de Gaza. Segundo a OMS, o prédio está há três dias sem água e “já não consegue funcionar como um hospital”. A ONG Crescente Vermelho tentou enviar um comboio para resgatar as pessoas no al-Shifa, mas desistiu diante do intenso bombardeio no entorno. Segundo médicos, já há tanques israelenses nos portões do hospital.

Ainda podemos evitar a catástrofe climática na Amazônia?

No Amazonas, as pessoas voltaram a andar de máscaras na rua. Dessa vez não é por causa da covid, mas da fumaça das queimadas, agravadas pela pior seca já registrada na região, pelo fenômeno El Niño e pelo aquecimento das águas do Oceano Atlântico (Amo). Uma pesquisa da União Europeia disse que 2023 vai ser mais quente em 125 mil anos. Por trás disso, claro, a mão do homem. Para falar sobre essa crise no clima neste Conversas Com o Meio, o editor executivo do Meio Leonardo Pimentel recebe a geógrafa Ane Alencar, diretora de Ciências do Instituto de Pesquisas da Amazônia (Ipam). A entrevistada explica como podemos evitar a catástrofe climática. Se é que ainda podemos.

MEC descarta cancelar Enem após vazamento de página da prova

O ministro da Educação, Camilo Santana, descartou nesta segunda-feira a possibilidade de cancelar a primeira fase do Enem, realizada no domingo, por conta do vazamento em redes sociais da imagem de uma folha de prova. O Inep, responsável pelo exame, acionou a Polícia Federal para que investigue o caso. Além do vazamento, 15 pessoas foram presas e celulares usados em tentativas de fraude foram apreendidos.  “Foram ocorrências pontuais, e todas estão sendo investigadas pela PF para dar uma resposta”, afirmou Santana. (Globo)

Peter Jackson diz que é possível criar ‘novas canções’ dos Beatles

O título de “a última canção” dos Beatles para Now and Then (Spotify), lançada na semana passada, pode não ser verdadeiro por muito tempo. O cineasta Peter Jackson, responsável pela série documental Get Back, da Disney+, disse que mais gravações de arquivo dos Fab Four podem ser usadas para produzir novas músicas. “Nós podemos pegar uma das performances que usamos em Get Back, separar as contribuições de John e George, e pedir que Paul e Ringo adicionem um refrão ou algumas harmonias. É totalmente concebível”, disse em entrevista. Now and Then, por exemplo, era uma gravação caseira feita por John Lennon nos anos 1970, entregue a Paul McCartney por Yoko Ono. Ele, George Harrison (que morreu em 2001) e Ringo Starr acrescentaram os instrumentos em 1995, mas ela só foi concluída este ano, com ajuda de tecnologia de inteligência artificial. O sucesso da canção era previsível, mas a relevância dos Beatles após 60 anos contraria a previsão do próprio Ringo. "Quando nós começamos a ter sucesso, pensamos que talvez teríamos dez anos. Para mim, era a extensão máxima para um grupo de rock na época. “Nenhum de nós pensou que [o sucesso] duraria uma semana. Paul ia escrever, eu ia abrir um cabeleireiro, George arranjaria uma garagem”, disse o baterista. (Omelete)

Operação militar de Israel divide Faixa de Gaza em duas

Israel fechou nesta segunda-feira o cerco à Cidade de Gaza, capital do território palestino com o mesmo nome e base do grupo terrorista Hamas. Na prática, o norte da Faixa de Gaza foi separado do sul, e a expectativa é que tropas israelenses entrem na cidade nos próximos dias. Lá, o combate prometer ser encarniçado, já que o Hamas está entrincheirado numa rede de túneis. Segundo as autoridades israelenses, foi mantido apenas um corredor de mão única para que civis deixem a região em direção ao sul do território, perto da fronteira com o Egito. (AP)

Militares começam a policiar portos e aeroportos do Rio e de SP

Começou hoje a operação de garantia da lei e da ordem (GLO) em portos e aeroportos dos estados do Rio e de São Paulo, decretada na semana passada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O objetivo é combater o crime organizado em algumas das principais portas de entrada e saída do país. A Marinha ficará responsável pelo policiamento nos portos do Rio, de Itaguaí (RJ) e de Santos (SP). Já a FAB cuidará dos aeroportos do Galeão (RJ) e de Guarulhos (SP). As ações militares são acompanhadas por uma comitê chefiado pelos ministros da Justiça, Flávio Dino, e da Defesa, José Múcio, e estão previstas para se estenderem até 3 de maio de 2024. (g1)

Morre Lolita Rodrigues, pioneira da TV brasileira

Alguns nomes se confundem com a história da TV brasileira. Um deles foi a atriz, cantora e apresentadora Lolita Rodrigues, que morreu neste domingo, aos 94 anos. Ela estava internada em um hospital de João Pessoa (PB), onde vivia com a filha, e não resistiu a uma pneumonia. Nascida em Santos, Lolita cantou o hino da TV Tupi em 18 de setembro de 1950, na primeira transmissão de TV no país. Já era radioatriz experiente quando, em 1957, fez seu primeiro papel na TV, numa adaptação do Corcunda de Notre Dame. Ainda na Tupi, apresentou por mais de 20 anos o programa Almoço com as Estrelas, ao lado do marido, Aírton Rodrigues. Seu último trabalho na TV foi na novela Viver a Vida, da TV Globo, em 2009. (g1)

Com gol na prorrogação, Fluminense conquista a Libertadores

E a festa foi tricolor. Quinze anos depois de amargar uma derrota para a LDU, o Fluminense conquistou a Combenbol Libertadores ao vencer o Boca Juniors no Maracanã por 2 a 1. Cano abriu o marcador pelo time carioca aos 35 minutos do primeiro tempo, mas Advíncula empatou para os argentinos aos 28 da segunda etapa. O jogo já estava na prorrogação quando, aos 8 minutos, Kennedy fez o gol do título. A alegria do atacante durou pouco. Ele foi expulso em seguida por comemorar no meio da torcida. A vantagem de um homem a mais dos argentinos também teve vida curta, com a expulsão de Fabra ao 5 do segundo tempo da prorrogação por dar uma tapa no rosto de Nino. Aí bastou ao tricolor das Laranjeiras administrar a vantagem e celebrar o título inédito. (ge)

Brasileiros seguem fora da lista de autorizados a deixar Gaza

Segundo o Itamaraty, o governo israelense informou que o grupo de 34 pessoas – brasileiros e familiares – deve deixar o território palestino até quarta-feira. Em Gaza, a ONU diz que bombardeio israelense atingiu escola que servia de abrigo a desalojados. E, após se reunir com ministros da Jordânia e do Egito, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, voltou a defender um “cessar-fogo humanitário”, ressaltando, porém, o direito de Israel à autodefesa.