Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.



14 de abril de 2020
Consultar edições passadas

Bolsonaro quer forçar demissão de Mandetta


O presidente Jair Bolsonaro mudou a estratégia e pretende forçar a demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. A partir de hoje, o ministro não será mais convocado para reuniões, tampouco será convocado a participar de decisões do governo. Simultaneamente, o Planalto citará mais o deputado Osmar Terra e a médica Nise Yamaguchi, ambos proponentes do uso de terapia baseada em hidroxicloroquina e críticos da política de isolamento social. É a plataforma da qual Bolsonaro gosta. O receio do presidente é que, se demitido, Mandetta vire um mártir. (Folha)

O que mudou, segundo várias colunas e reportagens de bastidores, foi o apoio dos ministros militares. Mandetta os perdeu ao decidir conceder sua entrevista ao Fantástico, no domingo. “Ele não poderia ter desafiado o presidente em público”, afirmou um dos generais palacianos a Thaís Oyama. (UOL)

Porém... Não devem ser Terra ou Yamaguchi os substitutos. Eles não contam com apoio entre médicos. A cardiologista Ludhmila Hajjar, diretora de Ciência e Inovação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, e Claudio Lottenberg, presidente do Conselho do Hospital Albert Einstein, são cotados. (Globo)

A Câmara dos Deputados aprovou ontem, por 431 votos a 70, um socorro de R$ 89,6 bilhões a estados e municípios. O dinheiro será repassado entre os meses de maio e outubro e serve à recomposição daquilo que for perdido com a arrecadação de ICMS e ISS. O valor levantado pelos impostos este ano será comparado com o de 2019 — a União compensará a diferença. Vai ao Senado. (Poder 360)


O senador Bernie Sanders entrou ontem em uma live com o ex-vice-presidente Joe Biden para endossar publicamente sua candidatura à Casa Branca. “Farei o possível por sua vitória, Joe”, afirmou numa conversa amigável que tiveram perante seus apoiadores. Assessores de ambos já começaram a trabalhar em propostas conjuntas que possam fazer parte do programa do Partido Democrata. A eleição presidencial americana está definida. (CNN)

Assista à live dos democratas. (Periscope)

A Coreia do Sul realiza, amanhã, a primeira eleição nacional da era do coronavírus. As urnas foram abertas antecipadamente na sexta passada e pelo menos 5 milhões de eleitores já depositaram seus votos — em geral vestindo máscaras e mantendo distância nas filas. O país tem a pandemia controlada por testes em massa da população. Há 50 ou menos casos novos por dia, eram 900 em fevereiro. Estão em jogo as 300 cadeiras da Assembleia Nacional. (Guardian)

Em outros cantos, onde a pandemia não está sob controle, o cenário é distinto. O estado de New South Wales, na Austrália, optou por estender por um ano o mandato de prefeitos e postergar o pleito. No Sri Lanka, a eleição para o parlamento nacional, que seria no dia 25, foi suspensa. Mas o parlamento antigo já foi dissolvido — há um dilema constitucional. (CNN)

Viver


O Brasil pode ter 12 vezes mais casos de coronavírus do que os divulgados oficialmente pelo governo de acordo com estudo divulgado ontem. Pesquisadores de um consórcio de universidades e institutos do país examinaram a proporção de casos que resultaram em mortes até 10 de abril, considerando casos em que houve recuperação ou morte e excluindo pacientes ainda em tratamento. Eles compararam essa proporção com as taxas de mortalidade previstas com base na idade dos pacientes da Organização Mundial da Saúde. O estudo estima que apenas 8% dos casos estão sendo relatados. (Reuters)

Um outro estudo aponta que o número de casos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil supera 313 mil. Para a data de 11 de abril, a modelagem estimou haver 313.288 infectados, número 15 vezes maior que o oficial naquela data, de 20.727. (O Globo)

No contexto de déficit de testes para a doença, o Brasil contabilizou ontem 1.328 mortes por coronavírus, com 23.430 casos confirmados. Nas últimas 24 horas, 105 novos óbitos entraram nas estatísticas oficiais do Ministério da Saúde. Em São Paulo, que segue sendo o epicentro da Covid-19 no Brasil, a adesão ao isolamento social como forma de conter o coronavírus cresceu. De acordo com dados computados pelo Estado em parceria com operadoras de celular, o índice de isolamento subiu de 47% para 59% durante o fim de semana.

O Amazonas é a 13ª unidade da federação em população, mas hoje está em quarto lugar no ranking de Estados com mais casos da Covid-19. O aumento repentino de registros – já são 1.275 contaminações e 71 mortes – trouxe à tona uma proposta mais dura, o de quarentena total, o lockdown. Wilson Lima, governador, não descarta essa possibilidade.

O Itaú Unibanco anunciou a doação de R$ 1 bilhão para financiar ações de combate ao coronavírus no Brasil. De acordo com o presidente do banco, "é a maior doação privada já feita no Brasil para uma causa específica".

O novo coronavírus é dez vezes mais letal do que o vírus responsável pela gripe A (H1N1) disseram autoridades da Organização Mundial da Saúde. “Os dados coletados em vários países nos dão uma imagem mais clara desse vírus, de seu comportamento, da maneira de contê-lo”, declarou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva virtual feita de Genebra.

A França prorrogou até o próximo 11 de maio as estritas medidas de confinamento para combater a epidemia do novo coronavírus, que já causou cerca de 15 mil mortes no país. Em um discurso televisionado, o presidente Emmanuel Macron declarou que a epidemia ainda não está controlada.

Em Israel, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu anunciou 'lockdown' nacional como forma de reduzir a velocidade de propagação do novo coronavírus. A medida, de acordo com a imprensa israelense, valerá de 17h desta terça até 5h de quinta (hora local) e depende de aprovação do gabinete local. Israel pretende conter a propagação da Covid-19 num período do ano que historicamente tem grande movimentação de pessoas: o Pessach, festa que marca o fim do êxodo do Egito e é considerada a "Páscoa judaica".

A Coreia do Sul relatou ontem que ao menos 116 pessoas inicialmente recuperadas do novo coronavírus voltaram a se infectar. Autoridades ainda estão investigando a causa das recaídas aparentes, mas Jeong Eun-kyeong, diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC), disse que o vírus pode ter sido reativado, ao invés de os pacientes terem sido reinfectados. Outros especialistas disseram que exames defeituosos podem estar desempenhando um papel, ou que resquícios do vírus ainda podem estar nos sistemas dos pacientes, mas não serem infecciosos e ameaçarem o hospedeiro ou outros.

No Reino Unido, o sistema de saúde pública britânico (NHS) anunciou que está liderando, junto a empresas de tecnologia, o desenvolvimento de um aplicativo para ajudar os cidadãos a identificar se tiveram contato com pessoas infectadas com o novo coronavírus.

A população negra nos Estados Unidos vem registrando taxas desproporcionalmente altas de infecção e mortalidade pelo novo coronavírus. As disparidades, apontam especialistas, são resultado de desigualdades estruturais que fazem com que comunidades negras no país fiquem mais suscetíveis ao contágio e tenham mais chances de desenvolver formas graves da covid-19. Muitos americanos negros atuam em profissões consideradas essenciais e nas quais não é possível trabalhar de casa. A população negra nos Estados Unidos também tem taxas altas de obesidade, diabetes, hipertensão e asma, que são consideradas fatores de risco para desenvolver formas graves de covid-19. Além disso, muitos americanos negros não têm plano de saúde. Nos EUA, ainda não há números oficiais relativos ao país inteiro. No Brasil, dados do Ministério da Saúde apontam que as hospitalizações de pretos e pardos com síndrome respiratória aguda grave representam 23,1% do total, mas as mortes dessas parcelas da população somam 32,8%. (BBC)

E o déficit de leitos de terapia intensiva (UTI) no Brasil ficou mais evidente. Um levantamento da plataforma Bright Cities feito a pedido da CNN mostra que 73% das 558 microrregiões administrativas do Brasil não cumprem a meta de 1 a 3 leitos desse tipo para cada 100 mil habitantes, índice recomendado pela OMS. São localidades em que vivem 52,3% dos brasileiros.

Sonhando muito durante a quarentena? Sidarta Ribeiro, o neurocientista brasileiro que há anos se dedica ao tema, explica. “Esse medo da morte está tomando proporções épicas, até porque a Covid-19 é um fenômeno épico. Então, isso tá levando as pessoas para experiências oníricas negativas, aversivas, de pesadelos, mas também de salvação”. Ou seja: é como se estivéssemos lutando para sobreviver acordados e também quando dormimos. (Vice)

Hora de Panelinha. O ovo é dos ingredientes mais versáteis que existem e duram até um mês na geladeira. Nesse especial, Rita Lobo vai das técnicas mais básicas às mais avançadas e criativas, como o sanduíche de ovo, abacate e bacon. O fato é que com poucos ingredientes à mão, é possível fazer uma refeição saudável e saborosa, como a omelete rústica. Nesta versão, ela fica úmida por dentro e douradinha por fora.

Cultura


Antonio Carlos Moreira Pires — ou apenas Moraes Moreira — foi encontrado morto em sua casa, no Rio de Janeiro, ontem, após sofrer um infarto. Tinha 72 anos. Baiano da pequena Ituaçu, começou tocando sanfona de doze baixos em festas de São João. Aos 19, foi estudar no Seminário de Música da Universidade Federal da Bahia, onde conheceu seus futuros companheiros dos Novos Baianos. Em 1968, criaram o espetáculo que deu origem ao grupo, Desembarque dos Bichos depois do Dilúvio Universal. Em 1970, o grupo lançou seu disco de estreia, Ferro na boneca. Mas a grande obra deles viria após uma visita de João Gilberto à casa em que eles moravam juntos, já no Rio de Janeiro. Em 1972, eles lançaram o álbum Acabou chorare, que consagrou os Novos Baianos. O trabalho juntava samba, rock, bossa nova, frevo, choro e baião.

O cantor e compositor deixou sua marca na MPB durante mais de 50 anos de carreira. Foi com a marchinha Pombo Correio, em 1978, que a arte de Moreira ganhou as ruas no carnaval. Até então, os trios elétricos de Salvador, criados por Dodô e Osmar, tocavam apenas música instrumental. Por isso, Moreira é considerado o primeiro cantor de trio elétrico do Brasil, abrindo o caminho para uma geração de artistas da Bahia. Outras seis músicas para conhecer melhor a sua carreira.

Moraes Moreira virou o assunto mais comentado do Twitter no início da tarde de ontem, com mais de 28 mil tuítes até as 14h. Veja homenagens ao artista.

Uma playlist com músicas inesquecíveis; ouça.

Diariamente, artistas e instituições alimentam as redes com espetáculos de música, peças e filmes. Confira uma seleção entre o que há de mais recente.

O RadioHead anunciou que vai liberar, semanalmente, gravações de shows na íntegra. Os vídeos poderão ser vistos no canal do grupo no YouTube — já é possível conferir a apresentação de “Live from a tent” (filmada na Irlanda, em outubro de 2000), em que o quinteto interpreta letras menos frequentes em seu repertório.

Cotidiano Digital


Bolsonaro travou plano de geolocalização pelo celulares contra o coronavírus. Segundo Lauro Jardim, as teles já tinham enviado o memorando do sistema feito em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia. Mas o presidente mandou o ministro suspender. Alegou que há riscos para a privacidade do cidadão e que precisa estudar melhor o tema — apesar de um parecer da AGU ter aprovado o uso da ferramenta.

Em meio ao boom das transmissões ao vivo, agora, é possível assistir as lives do Instagram pelo computador.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



14 de abril de 2020
Consultar edições passadas