Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.



24 de agosto de 2020
Consultar edições passadas

Por que Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?


“Vontade de encher sua boca de porrada, seu safado.” Foi a resposta que o presidente Jair Bolsonaro deu a um repórter do diário O Globo que lhe perguntou ontem a respeito dos depósitos feitos pelo ex-chefe de gabinete do filho Zero Um, Fabrício Queiroz, na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. “Presidente, por que a sua esposa recebeu R$ 89 mil do Fabricio Queiroz?”, lhe perguntou o jornalista. Bolsonaro fez que não iria responder à imprensa, o repórter insistiu. “Por que foi acima dos R$ 40.000 que o senhor tinha dito?” Outro, da TV Globo, emendou — “E os depósitos seguidos na conta da empresa do Flávio, presidente? O senhor tinha conhecimento?” Queiroz depositou R$ 72 mil na conta de Michelle e sua mulher, Márcia, repassou outros R$ 17 mil. Os números foram levantados pelo Ministério Público do Rio, que investiga o esquema de rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa. Ao ameaçar o jornalista, Bolsonaro estava a caminho da Catedral de Brasília. (Poder 360)

As redes sociais explodiram. Artistas, influenciadores, jornalistas, políticos — gente de todo tipo republicou, no Twitter, a pergunta do repórter. Presidente @jairbolsonaro, por que sua esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?. (Globo)

Lauro Jardim pinçou em particular a fala do governador paulista, João Doria: “Bolsonaro voltou a ser Bolsonaro.” (Globo)

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, seguiu pelo mesmo caminho. “O presidente vinha muito bem nas últimas semanas. Com sua moderação estava contribuindo para a pacificação do debate público. Lamentável ver a volta do perfil autoritário que tanta apreensão causa nos democratas.” (Twitter)

Mas nem todos os políticos se manifestaram. No Centrão, silêncio. Ouvidos pela coluna Painel, evitaram o tema. Consideram que foi uma recaída do presidente que não terá reflexos. (Folha)

Até o fechamento desta edição do Meio, o presidente ainda não respondeu à pergunta. É obrigação de funcionários públicos este tipo de transparência a respeito de dinheiro ilícito.

O panorama das eleições nas capitais brasileiras não é favorável ao PT — o partido, principal da esquerda e maior da oposição no Congresso, não tem um único candidato liderando em uma destas disputas municipais. O PSDB tem quatro, Em Porto Alegre e em capitais de menor influência — Palmas, Rio Branco, Natal. Em São Paulo, Russomano, do Republicanos, lidera seguido na margem de erro pelo tucano Bruno Covas. No Rio, com relativa folga, Eduardo Paes do Democratas é seguido pelo atual prefeito, Marcelo Crivella, do Republicanos. Em Belo Horizonte o prefeito Alexandre Calil, do PSD, tem mais de 50% das intenções de voto. (Poder 360)


Começa hoje, nos EUA, a Convenção Nacional do Partido Republicano. Será bem diferente da apresentada pelos democratas, na semana passada. Os adversários escolheram apresentar uma grande coalizão que incluía da esquerda do partido, liderada pelo senador Bernie Sanders, a até republicanos moderados, como o ex-secretário de Estado Colin Powell. O objetivo dos republicanos será apresentar o partido unido no entorno do presidente Donald Trump — e Trump deve ser o protagonista dos quatro dias do evento. O streaming começa às 22h, horário de Brasília, e pode ser assistido no site da convenção ou em todas as grandes redes sociais.

Trump precisa reverter o mau momento que vive. Joe Biden aparece dez pontos à sua frente nas pesquisas nacionais. Não bastasse, um de seus principais aliados durante a última campanha, o ativista Stephen Bannon, foi preso acusado de estelionato na semana passada. Ontem, foi publicado um áudio de sua irmã, Maryanne Trump, uma ex-juíza federal. “Ele só quer falar com sua base de apoiadores”, ela diz. “Ele não tem quaisquer princípios. Nenhum. Nenhum. E sua base, vou te contar, se você é uma pessoa religiosa você quer ajudar as pessoas. Não isto.” Aos 83, sem saber que estava sendo gravada por uma sobrinha, a juíza continuou. “Muda suas histórias. Não tem qualquer preparo. Mente.” (Washington Post)

Viver


O Brasil ultrapassou ontem as 114 mil mortes por Covid-19, chegando ao total de 114.772 óbitos. A média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 985 óbitos, uma variação de -4% em relação aos dados registrados em 14 dias. São mais de 3,6 milhões de infectados desde o começo da pandemia, uma variação de -13% em relação aos casos registrados em 14 dias. O país registrou 495 mortes nas últimas 24 horas e 23.028 casos confirmados no último dia. Veja como estão as mortes e casos no seu Estado. (G1)

No dia 23 de março, o Brasil registrava 34 mortes. A mesma data em abril: 3.331. Em maio: 22.165. Em junho: 51.406. Em julho: 84.207 pessoas.

E a vacina? A virulência do surto no Brasil é um dos fatores que transformaram o país em um atrativo laboratório para os cientistas e empresas envolvidos na frenética corrida para conseguir uma vacina da Covid-19. Quatro delas estão sendo testadas aqui. O país é também um banco de testes muito procurado porque tem um consolidado e extenso programa de vacina nacional e capacidade de produzir 500 milhões de doses de vacinas por ano. (El País)

Temos preferência, então? Segundo os acordos assinados pelas autoridades brasileiras, sim.

Que venha 2021. O cientista baiano Gustavo Cabral, que lidera uma pesquisa da USP para a produção de uma vacina brasileira contra o coronavírus, participou, no sábado, de um quadro do Caldeirão do Huck.  Perguntando sobre quando as “pessoas normais” vão receber a vacina, respondeu: “Na minha opinião, esse ano, seguindo todos o padrões (de pesquisa), para pessoas comuns (a vacinação) é praticamente impossível”. Cabral justificou a resposta com critérios científicos.

Sobre a volta às aulas, simulação feita por um grupo de pesquisadores, em dois meses de retomada, estima que entre 10% e 46% de alunos e funcionários poderiam ser infectados pela Covid-19 num eventual retorno. Detalhe importante: mesmo com o respeito a protocolos sanitários.

Nos EUA, foi com alarde que Donald Trump anunciou ontem que a FDA liberou o uso emergencial de plasma de convalescentes no tratamento de pacientes com Covid-19. Ele consiste em transfusões de material retirado do sangue de pessoas que já se curaram da doença. A liberação deve ampliar o alcance do tratamento, que já acontece. Os estudos sobre a eficácia estão em fase inicial.

Mais de 809 mil pessoas no mundo já morreram vítimas da Covid-19. Os EUA seguem no topo, com 176.808 óbitos. O México na terceira posição, com 60.480. Veja os número no painel da JHU.

Silvio Almeida, advogado e filósofo: “Esse é um país em que morrem em média 50.000 pessoas por ano assassinadas. É uma coisa absurda. É um país em que pessoas morrem de fome. Um país só pode ficar tão apático em torno de 100.000 mortes quando é um país que já se acostumou com a morte, principalmente de trabalhadores e de pessoas negras. É um país que não se livrou da alma da escravidão. Ela não existe mais como sistema econômico e político, mas deixou marcas nas quais o Brasil se reconhece muito. Acho que 100.000 mortes é tido como algo absolutamente corriqueiro”. (El País)

Pois é... Sem cristãos pró-vida protestando em frente ao hospital, um bebê morreu na barriga da mãe por falta de um anestesista para fazer o parto no Hospital Regional de São Francisco do Guaporé (RO), a 600 quilômetros de Porto Velho. A negligência hospitalar foi denunciada pelos próprios pais nas redes sociais.


Enquanto isso, a Amazônia queima. A Nasa criou um novo sistema para monitorar os incêndios na Amazônia e constatou que a maioria das queimadas tem origem, sim, no desmatamento. O novo sistema é o primeiro capaz de determinar com precisão a causa de cada foco de incêndio.

Avassalador. Ao vencer de forma invicta a Champions League, o Bayern de Munique demoliu diversos recordes e virou o campeão mais dominante de uma edição do torneio europeu. O time alemão marcou 43 gols e sofreu apenas oito, saldo de 35 – o maior de todos os tempos do torneio. Confira como foi, lance a lance, a final.

Não deu pro PSG. Cogitado ao prêmio de melhor jogador do mundo, Neymar não segurou decepção e foi às lágrimas. O atacante se despede da temporada com 27 jogos, 19 gols marcados e 11 assistências anotadas pelo PSG. Na Liga dos Campeões, foram sete jogos, com três gols e quatro passes para gol na atual temporada.

Cultura


O DC FanDome, transmitido no sábado, trouxe o teaser de The Batman, o primeiro filme em que o homem-morcego é interpretado pelo ator Robert Pattinson.

Avançando para a década de 1980, a reação na internet também foi grande ao ver o novo trailer de Mulher-Maravilha, que trouxe cenas com a Mulher-Leopardo. Com a diretora Patty Jenkins de volta ao comando e Gal Gadot novamente no papel-título, Mulher-Maravilha 1984, da Warner Bros. Pictures, é a sequência  do filme que em 2017 quebrou recordes e arrecadou US$ 822 milhões nas bilheterias mundiais.

Já o elenco de Esquadrão Suicida 2 conta com um nome brasileiro: a atriz Alice Braga, que interpretará a personagem Solsoria no longa dirigido por James Gunn (de Guardiões da Galáxia). Veja o teaser que conta com uma longa lista de astros: Viola Davis, Margot Robbie, Idris Elba, Taika Waititi, Joel Kinnaman, Jai Courtney e Michael Rooker. Como era esperado, o Coringa de Jared Leto está fora.

Em um dos paineis mais aguardados, Zack Snyder finalmente revelou o primeiro trailer da sua versão de Liga da Justiça. Outras novidades anunciadas durante a DC FanDome.

Uma escultura do artista Romero Britto sendo jogada no chão numa galeria de arte em Miami viralizou semana passada nas redes sociais. Em nota, o pernambucano radicado nos Estados Unidos criticou a internet, que considera injusta, e a imprensa brasileira. “Notícias boas não dão publicidade. Ajudo a mais de 200 instituições de caridade e nunca ouvi ou li nada sobre o fato na imprensa brasileira”.

Mário Pragmácio, professor do Departamento de Arte da UFF: “Primeiramente, vale a pena dizer que não se trata de uma discussão sobre a destruição intencional do patrimônio cultural. Esse debate é mais complexo, envolvendo as disputas de memória que permeiam o campo do patrimônio, sobretudo dos monumentos que ocupam os espaços públicos. O caso deve ser analisado pela ótica privada, sobretudo dos direitos autorais, que permitem responder à questão sobre a possibilidade de destruição de uma obra de arte adquirida legalmente. Antes, é preciso entender alguns conceitos estruturantes do Direito de Autor para tentar resolver essa questão, principalmente as duas dimensões que lhe dão sustento: o direito moral e o direito patrimonial de autor”. (Estadão)

Cotidiano Digital


Já vai tarde. A Microsoft anunciou o fim do Internet Explorer, criado em 1995. A partir de 17 de agosto de 2021, nenhum aplicativo ou serviço da empresa será compatível com o Internet Explorer 11. O navegador chegou a ser o principal do mercado, mas com uma série de problemas ao longo dos anos e a chegada de concorrentes, como o Mozilla Firefox e o Google Chrome, que têm usabilidade mais simples, praticamente acabaram com o seu domínio.

A Space X se tornou o terceiro maior “unicórnio”. A startup concluiu uma rodada de financiamento de US$ 1,9 bilhão, uma das maiores arrecadações individuais de fundos já feita por qualquer companhia privada, de acordo com a Crunchbase. Com o aporte, a avaliação geral da SpaceX subiu para US$ 46 bilhões. Segundo a CB Insights, as duas únicas startups com valor superior são as chinesas Didi Chuxing e a ByteDance, responsável pelo TikTok. Os valores são estimativas, já que empresas de capital fechado não são obrigadas a divulgar suas informações financeiras. Para o banco Morgan Stanley, a estimativa mais baixa para o valor da SpaceX é de cerca de US$ 50 bilhões, e ainda aposta que poderá valer até US$ 200 bilhões se seu projeto experimental de internet via satélite, Starlink, funcionar como planejado.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



24 de agosto de 2020
Consultar edições passadas