Cultura

Amazon MGM prepara comédia com Hugh Jackman e Emma Thompson no elenco

O Amazon MGM Studios anunciou um grande elenco nesta sexta-feira para seu novo filme de comédia Three Bags Full: A Sheep Detective Movie. O longa terá nomes como Hugh Jackman (Deadpool & Wolverine), Emma Thompson (Simplesmente Amor), Nicholas Braun (Succession) e Nicholas Galitzine (Vermelho, Branco e Sangue Azul). O veterano da animação Kyle Balda (Minions 2: A Origem de Gru) assume a direção, com roteiro de Craig Mazin, de The Last of Us e Chernobyl. A produção é uma adaptação do best-seller Glennkill de Leonie Swann e contará a história de um pastor que lê mistérios de assassinatos para suas ovelhas todas as noites. Quando ele é encontrado morto, as ovelhas percebem que foi um homicídio e tentam resolver o crime. O longa será lançado mundialmente em 20 de fevereiro de 2026. (Deadline)

Rihanna indica em camisa que encerrou a carreira

Camisetas nunca são só uma peça de vestuário, especialmente se há algo escrito. Por conta disso, os fãs de Rihanna (Spotify) sentiram uma ponta de tristeza ao vê-la circular por Nova York com uma t-shirt onde se lia “I’m Retired. This is as dressed up as I get” (“Estou aposentada. Isso é o mais arrumada que eu fico”). De fato, a cantora barbadiana não lança material inédito há oito anos e, casada com o rapper A$AP Rocky e mãe de dois filhos, nada indica que pretenda voltar à ativa. (Page Six)

MUBI FEST expande evento globalmente e chega a São Paulo em julho

A MUBI anunciou uma nova edição do MUBI FEST na América Latina com expansão para outras partes do mundo. Criado pela plataforma de streaming, o evento vai exibir filmes vencedores e indicados a grandes prêmios como Oscar, Cannes e BAFTA, além de promover debates sobre as obras, palestras, encontros com cineastas, apresentações e instalações. No Brasil, o festival ocorre entre os dias 26 e 28 de julho na Cinemateca, em São Paulo. Também haverá encontros em Buenos Aires, Santiago, Bogotá, Cidade do México, Chicago, Milão, Manchester e Istambul. (Rolling Stone)

‘Jogos Vorazes’ ganha novo livro e filme nos próximos dois anos

A franquia de Jogos Vorazes vai ganhar mais um título nos próximos anos, com um filme a ser lançado nos cinemas em 20 de novembro de 2026. A obra será uma adaptação do novo livro da autora Suzanne Collins, Sunrise on the Reaping (Nascer do Sol na Colheita, em tradução livre), previsto para ser lançado em 18 de março de 2025. Francis Lawrence, que dirigiu todos os filmes da sequência, negocia seu retorno na função, enquanto Michael Arndt assume o roteiro e Nina Jacobson assina a produção. A nova história vai revisitar o mundo de Panem 24 anos antes do romance original e quatro décadas após A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, livro mais recente da saga, lançado em 2020. (Variety)

Criadores de ‘The Last of Us’ querem quarta temporada para a série

Para os jogadores de PlayStation, The Last of Us tem duas partes, mas o criadores da série da HBO inspirada no jogo, acham pouco. Craig Mazin e Neil Druckmann defendem a necessidade de quatro temporadas para contar de maneira fidedigna a história de Ellie, a jovem imune a uma praga que virtualmente dizimou a humanidade. A primeira temporada mostrou – com bastante fidelidade – a jornada de Joel (Pedro Pascal) através dos EUA devastados pela epidemia para levar Ellie (Bella Ramsey) a um centro de pesquisas onde pretender extrair dela (literalmente) a cura. No momento, a segunda temporada está em filmagem e terá sete episódios, dois a menos que a primeira, embora a história do segundo jogo seja mais longa, o que indica uma terceira (ainda não confirmada) parte para a TV. “Acho que não vamos conseguir contar a história em duas temporadas”, disse Mazin. “Se as pessoas seguirem assistindo, a terceira deve ser maior, e provavelmente vamos precisar de uma quarta”, afirmou. (EW)

Nos cinemas, Grande Sertão vira cidade moderna

Pelas mãos de Guel Arraes, Grande Sertão: Veredas, clássico de Guimarães Rosa, é transportado do interior do Brasil no início do século 20 para a periferia de uma grande cidade na principal estreia desta quinta-feira nos cinemas. Will Smith e Martin Lawrence voltam em mais um filme dos Bad Boys, enquanto o galã Chris Pine (par romântico de Gal Gadot em Mulher Maravilha) debuta na direção com a história de um sujeito que só queria cuidar da piscina e se vê lutando contra a corrupção. Confira todas as estreias e veja os trailers.

Paulo Ricardo vence ação na Justiça e banda RPM terá de mudar de nome

Paulo Ricardo conseguiu uma ordem judicial que impede seu ex-colega e guitarrista Fernando Deluqui de usar o nome da banda RPM em suas apresentações. Segundo o cantor, o grupo atual seria apenas um cover, e procurou a Justiça para proteger a memória e o legado do conjunto, que fez grande sucesso no rock nacional dos anos 1980. “Muitos fãs e consumidores acabam por ser enganados. Acreditam adquirir ingressos e produtos do RPM quando na verdade é de outra banda”, afirmou na ação. Deluqui é o único membro da formação original que segue no atual RPM. Na sentença, a juíza Luciana Alves de Oliveira proibiu o uso do nome por entender que a banda está “absolutamente desfigurada e que isso implica em clara desvalorização da marca”. Com as mortes do baterista Paulo Pagni, em 2019, e do tecladista Luiz Schiavon, em 2023, ele só poderá usar o nome do grupo com autorização de Paulo Ricardo e dos demais herdeiros. (Rolling Stone)

Netflix vai adaptar livro de Paulo Coelho e lançar minissérie dirigida por Fernando Meirelles

A Netflix vai lançar um filme adaptando a história do livro best-seller O Diário de Um Mago, de Paulo Coelho. O anúncio foi feito durante um painel na Rio2C, evento da indústria criativa, que acontece no Rio de Janeiro, e contou com um vídeo do próprio autor. A obra foi escrita a partir das experiências do escritor no caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Uma minissérie baseada em Pssica, do paraense Edyr Augusto também será produzida para o streaming com direção de Fernando Meirelles e seu filho Quico. A trama contará a história de três personagens que acreditam ser vítimas de uma maldição. O roteirista-chefe é Bráulio Mantovani, responsável por textos de grandes sucessos nacionais, como Cidade de Deus e Tropa de Elite. A plataforma aproveitou para anunciar sua primeira novela brasileira, que terá Juliana Paes como protagonista e um documentário sobre o jogador Vini Jr. As gravações com o jogador do Real Madrid já duram mais de um ano. (Folha)

Revista americana elege os 300 melhores discos da história com dois brasileiros

A revista americana Paste elegeu os 300 melhores discos da história da música, escolhendo como critério para um grande álbum algo entre “influência e atemporalidade”. Participaram da votação editores, redatores, freelancers e estagiários da publicação que existe desde 2002. No topo da lista aparece Songs in the Key of Life, de Stevie Wonder, seguido por Disintegration da banda The Cure, Hounds of Love de Kate Bush, e os aclamados Sign o' the Times, de Prince e Abbey Road, dos Beatles. Dois discos brasileiros de 1972 entraram para a lista, com Clube da Esquina de Milton Nascimento e Lô Borges, assumindo a nona colocação, e Acabou Chorare dos Novos Baianos, na 51ª posição. Enquanto Clube da Esquina é descrito como “um dos projetos sul-americanos mais ricos já compostos”, Acabou Chorare é considerado “impressionante” para os criadores do ranking. (Globo)

The New York Times elege as 25 fotografias mais significativas desde 1955

O New York Times reuniu um grupo de especialistas para escolher as 25 fotografias mais significativas desde 1955, tanto artísticas quanto jornalísticas. Entre os jurados estavam a curadora-chefe interina de fotografia do Museu de Arte Moderna, Roxana Marcoci, o fotógrafo conceitual canadense Stan Douglas e o vietnamita-americano An-My Lê. A lista deixou de fora nomes consagrados como Henri Cartier-Bresson, Roy DeCarava e Berenice Abbott e não incluiu fatos marcantes como a queda do Muro de Berlim. As obras selecionadas incluem os retratos de Che Guevara, feito por Alberto Korda, em 1960, e de Huey Newton, líder do partido dos Panteras Negras, feito por Blair Stapp, em 1968. Também aparecem o Nascer da Terra, registro de William A. Anders, durante a missão Apollo 8 à Lua, em 1968, e a icônica imagem de Stuart Franklin de um homem não identificado bloqueando uma coluna de tanques na Praça Tiananmen, de 1989. Para fechar a curadoria, está a capa do álbum Renaissance de Beyoncé, feita por Carlijn Jacobs. (The New York Times)