Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
7 de outubro de 2016
Consultar edições passadas

7 de outubro de 2016

E o Congresso voltou a trabalhar…

Em maio, ainda presidente, Dilma Rousseff reclamava que Eduardo Cunha não deixava o Congresso votar qualquer coisa de relevante desde a virada do ano. Nem Dilma, nem Cunha, seguem com seus mandatos. E só esta semana o Congresso Nacional começou a encarar votações importantes. 
 
Na quarta mudou-se a regulamentação do pré-sal. A Petrobras não é mais obrigada a comprar um mínimo de 30% de cada campo por explorar. A esquerda reclama, a pauta da presença estatal no setor petroleiro lhe é cara desde os anos 1940. A alternativa era parar de explorar os poços. A Petrobras não tem dinheiro.
 
Ontem, a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece um teto para os gastos públicos passou em comissão e deve ser votada na segunda-feira. A oposição diz que os gastos sociais serão congelados. Os mais moderados sugerem que pelo menos saúde e educação deveriam ser poupadas dos cortes, sob o risco de se gerar desigualdade. Os radicais não querem mexer em nada. O governo recuou, mantendo os gastos nas duas áreas intocados no ano que vem. De Washington, onde está, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles afirmou que esta será a única concessão.

O governo não tem motivos para ficar tranquilo. A base aliada cobra cargos e ameaça rebelião. Apesar disso, o Congresso promete votar, até o final do ano, as 10 Medidas Anticorrupção sugeridas pelo MP e uma reforma política.
 

A Lava Jato do Supremo

O ministro Teori Zavascki decidiu que serão quatro os inquéritos da Lava Jato tramitando no STF. Um investigará 30 políticos do PP, incluindo o presidente do partido, Ciro Nogueira, e o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão. O segundo é exclusivo do PT. Há 12 na lista encabeçada pelo ex-presidente Lula e que inclui nomes como os ex-ministros Jaques Wagner e Antônio Palocci. Os últimos dois são do PMDB, um investiga 15 deputados federais e, o outro, nove senadores. Eduardo Cunha e Renan Calheiros estão inclusos.  

Ainda: o MP propôs no acordo de delação premiada que Marcelo Odebrecht passe 4 anos preso. Um ano e quatro meses seriam abatidos por já terem sido cumpridos.

Curtas

O governo federal publicou anúncio sobre a gravidade das contas públicas. A trupe da Lupa foi checar o que era verdade.

A greve dos bancários acabou: 31 dias parados. Só a turma da Caixa não volta. Em tempos de banco digital, o risco é ninguém perceber.

O que faz uma sociedade mais justa quando o judiciário é muito lento? A presunção de inocência até o fim ou a letra fria da lei? Uma reflexão.

DataFolha no Rio de Janeiro: Crivella tem 44%, Freixo com 27%. 10% não sabem e 18% representam o branco e o nulo.

Paraná Pesquisas em Belo Horizonte: João Leite leva 32,5% e, Kalil, 24,6%. Não sabem 33,8%, ninguém, 9,2%.

A Band realiza hoje debate dos candidatos ao segundo turno no Rio, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. Será às 22h.

Programas de governo

Na edição de ontem, o Meio publicou links para os programas oficiais dos candidatos de Sul e Sudeste. Hoje vão os do Nordeste.

Aracaju: Edvaldo Nogueira e Valadares Filho.
Maceió: Cicero Almeida e Rui Palmeira.
Recife: Geraldo Julio e João Paulo.
Fortaleza: Capitão Wagner e Roberto Claudio.
São Luís: Edivaldo Holanda Júnior e Eduardo Braide.

Hillary Clinton e Donald Trump se encontram para o segundo de três debates no domingo, às 22h (Brasília). Haverá streaming no YouTube, Twitter e Facebook. Passa também na CNN.

Viver

Nobel da Paz latino-americano

O presidente colombiano Juan Manuel Santos venceu o prêmio Nobel da Paz agora de manhã. Mesmo ciente de que havia controvérsia, se esforçou para levar ao fim a guerra civil de 50 anos contra a FARC que custou a vida de 220 mil pessoas. O comitê concedeu o prêmio como incentivo para que, mesmo tendo o acordo específico sido rejeitado em plebiscito por uma minoria estreita, as negociações continuem e o cessar-fogo seja mantido.

Apesar de enfraquecido, o furacão Matthew se aproxima da Flórida nesta manhã de sexta-feira. No Haiti, matou 280 pessoas.

O Brasil venceu a Bolívia por 5 x 0 nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Confira os melhores momentos. A Seleção está um ponto atrás do líder, Uruguai.

Cultura

Coachella dos velhos

Começa hoje, na Califórnia, o festival Desert Trip. Nesta noite tocarão The Rolling Stones e Bob Dylan. No sábado, Paul McCartney e Neil Young.  E, domingo, o ex-Pink Floyd Roger Waters com na sequência The Who. Aí repetem no fim de semana que vem.
 
Precisa mais?

(Ainda não está claro se haverá streaming.)

Estreias da semana no cinema.

Cotidiano Digital

A gente gosta

No Brasil funcionam, hoje, 30 serviços distintos de vídeo sob demanda. O negócio vai faturar, em 2016, US$ 188,4 milhões. Há 10 milhões de assinantes, dentre os quais mais de 4 milhões são do Netflix. O país é o 8º mercado do mundo e cresce, o maior da América Latina. Cristina De Luca conta mais.

Curtas

O Snapchat vai abrir capital no ano que vem.

A YouTube Fan Fest acontece em São Paulo.

Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet



Consultar edições passadas