Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
4 de novembro de 2016
Consultar edições passadas

4 de novembro de 2016

Réus não podem presidir o Brasil, mas Renan escapou

Seis ministros do Supremo Tribunal Federal concordaram com a tese de que um réu não pode ocupar cargos na linha sucessória da presidência da República. O número já compõe a maioria necessária, mas o ministro Dias Toffoli pediu vista dos autos. O resultado prático é que, embora tomada a decisão, ela só entrará em vigor quando o julgamento terminar.
 
Na ausência do presidente, ele é substituído, na ordem, pelo vice, pelo presidente da Câmara, o do Senado e então pela presidente do STF. O senador Renan Calheiros, que preside o Senado até fevereiro, pode virar réu a qualquer momento. O pedido de vistas de Toffoli, ao menos por enquanto, livrou-lhe do constrangimento.

No Planalto, gostaram da notícia, informa Gerson Camarotti.
 

Curtas

Marcelo Odebrecht terá a pena mais dura entre os delatores da Operação Lava Jato. Isto, claro, acaso seja aprovada. Cumprirá dois anos e meio em regime fechado, outros dois anos e meio em prisão domiciliar e mais dois anos e meio no regime semi-aberto, com tornozeleira eletrônica, obrigado a permanecer em casa entre 22h e 7h. (Folha)

Antonio Palocci se tornou oficialmente réu pela Lava Jato. É acusado de ter movimentado R$ 128 milhões pagos pela Odebrecht ao PT. (Globo)

Romero Jucá reassumirá a liderança do governo no Congresso.

Lula vai agir. Teme que um número grande de parlamentares saia do PT. (Folha)

O governo federal vai relicitar concessões travadas pela Lava Jato. (Estadão)

O Governo do Estado do Rio apresentará um pacote de austeridade à Assembleia. Vai aumentar impostos, cortar cargos comissionados, adiar aumentos do funcionalismo, cortar subsídios do bilhete único. E mais. (Globo)

Ele voltou. O ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, deu longa entrevista à BBC. Caracterizado como “conselheiro pessoal” do novo prefeito carioca, ele afirma que Marcelo Crivella fará um governo conservador à direita. Seu foco será conquistar a simpatia dos setores não religiosos e da elite. Garotinho afirma, também, que a Igreja Universal está se transformando. Não chuta mais santas, abraça o liberalismo e se mira no exemplo dos evangélicos republicanos dos EUA.

Especialista explica: diferentemente das outras denominações evangélicas, a Igreja Universal é maleável e tem projeto de poder próprio. (Globo)

O típico vereador brasileiro é homem e branco. Trabalho fascinante do Estadão Dados.

Para ler com calma: o cientista político Sérgio Abranches mergulha fundo no resultado das eleições de 2016. Ele não se espanta com o número de brancos, nulos e abstenções. Pelo contrário: defende regras que tornem ainda mais difícil se eleger. É isto que obrigará os candidatos a se aproximarem das pautas dos eleitores. E esta, para ele, é a principal característica deste pleito: candidatos distantes das questões que realmente importam no século 21 desencantam quem vota.

Para ler com calma 2: Uma análise do alckmismo.

Os estados decisivos nos EUA (2 de 3)

As eleições americanas de terça-feira serão definidas em nove dos 50 estados. São os swing states. Ontem, analisamos os três maiores. Hoje, nos concentramos noutros quatro. São pesos médios, pela representatividade no Colégio Eleitoral. Mas, somados, definem eleições. Dois são do Sul, tipicamente republicano. Os outros dois, do Oeste, a região que mais tem mudado demograficamente.
 
Virgínia e Carolina do Norte fizeram parte da Confederação que rompeu com os Estados Unidos durante a Guerra Civil. Desde os anos 1960, estados com este perfil votam consistentemente no Partido Republicano. Em 2008, porém, ambos deram vitórias apertadas para Barack Obama. Em 2012, a Virgínia manteve o curso, embora os republicanos tenham vencido por 2% na Carolina do Norte. No caso da Virgínia, a maior mudança é o aumento da população latina. Somados aos negros, compõem hoje 30% da população e são eleitores ativos. A mudança na Carolina do Norte não é étnica. É etária: o estado está rejuvenescendo e atraindo empresas da nova economia, além de já representar a maior operação de cinema e TV fora da Califórnia. Tanto na indústria criativa quanto entre jovens, é mais comum que se vote democrata. No modelo de Nate Silver, Hillary tem 80% de chances de vencer na Virgínia enquanto, na Carolina, o resultado será como nos últimos dois pleitos. Por uma fina margem.
 
Colorado e Nevada fazem parte da terra de caubói que separa o Meio Oeste da Califórnia. Por décadas, republicanos. Também neste caso, mudanças demográficas fazem a transformação. No Colorado, esta talvez seja a última eleição em que ele não seja visto como solidamente democrata. Tanto a população latina aumentou quanto o número de jovens. Denver é uma das capitais nacionais de startups e o maior grupo por faixa etária é o da geração Y. Não é à toa que os eleitores fizeram do estado o primeiro a legalizar o uso recreativo de maconha. Em Nevada, a mudança não é tão radical. Mas, nos anos 1990, a população do estado aumentou 66% devido à migração de latinos. Nate Silver estima que Hillary tem 75% de chances de vencer no Colorado. Em Nevada, é meio a meio.

Curtas

Enquanto isso, a Justiça britânica decidiu que só o Parlamento pode tirar o Reino Unido da União Europeia. A primeira-ministra Theresa May não tem autoridade legal para fazê-lo. Os deputados precisarão votar, um a um, para confirmar o resultado do plebiscito popular. Podem, também, rejeitar a voz do povo. Alguns ficarão tentados.

239 imigrantes morreram tentando cruzar o Mediterrâneo da Líbia para a Itália, ontem. Nas contas da ONU, o número acumulado de mortos tentando esta travessia chegou a 4.220. Em 2016. (Estadão)

Cultura

O economista Edmar Bacha, um dos pais do Plano Real, ocupará a cadeira de número 40 na Academia Brasileira de Letras.

O cinema nacional marca as estreias desta semana. Como destaques, dois documentários e um longa. Eryk Rocha, filho de Glauber, é o diretor de Cinema Novo (trailer). Ganhou o prêmio de melhor doc em Cannes e foi resenhado pela Bravo! Igualmente badalado está Curumim (trailer), que com imagens secretas de dentro da prisão reconta a história de Marco Archer, o brasileiro que morreu executado por tráfico, na Indonésia. Elogiado pela Folha, Canção da Volta (trailer) é um longa de ficção intimista no qual Marina Person e João Miguel fazem um casal que enfrenta dramas difíceis.

The Crown, série que estreia hoje, é a mais cara produção já feita pelo Netflix. A primeira de cinco temporadas tem dez episódios, que acompanham uma jovem Elizabeth II, repentinamente elevada ao trono britânico pela morte prematura de seu pai, o rei George VI. Um dos destaques é a interpretação de John Lithgrow, como um já velho Winston Churchill (vídeo). O foco dos episódios oscila entre a intimidade da família real e a política nos anos 1950. Veja o trailer e assista à série.

Hayao Miyazaki é cultuado como um dos maiores animadores da história. Agora, a turma do Estúdio Ghibli botou suas criações circulando pelas ruas de Tóquio. Animação sobre filme. O efeito impressiona.

Para quem gosta de rock: Jim, o badaladíssimo musical inspirado em Jim Morrison do Doors, chegou a São Paulo. Foi elogiado até por críticos severos e tem Eriberto Leão e Renata Guida nos papéis principais. Sextas, sábados e domingos até 18 de dezembro. Reservas no Ingresso Rápido.

Viver

A turma da Box1824 está questionando a maneira como trabalhamos. Segundo pesquisas, das oito horas de carga horária, entre uma e duas são gastas com emails pessoais, redes sociais e bate papo no cafezinho. Para não falar do tempo perante o computador pensando na vida. Há pelo menos um estudo que indica queda de produtividade por conta do excesso de horas. Fosse a carga horária menor, renderíamos mais. Considerando-se a exigência de que todos trabalhem num mesmo prédio, com trânsito pesado, o tempo que se gasta no dia por conta de trabalho é ainda maior. A Box, especializada em pesquisas sobre tendências de consumo e comportamento jovem, indica que, para a turma de 30 anos ou menos, a adaptação é ainda mais difícil. A Suécia já está experimentando com uma jornada de seis horas. A maior dificuldade, por enquanto, é que as pessoas não têm sabido o que fazer com o tempo livre.

O Acordo do Clima de Paris entra em vigor hoje. O texto oficial em português está no site da ONU (PDF). Aqui está um bom resumo.

A transformação do gelo no Oceano Ártico de 1984 para cá. Em vídeo.

Cotidiano Digital

iPhone 7 chegará ao Brasil na sexta-feira que vem. O preço começa em R$ 3.499.

O Netflix vai permitir que seus vídeos sejam vistos offline. Ou seja, será possível fazer o download do filme para assistir dentro do avião ou quando o 4G não pegar. A prioridade da empresa é liberar primeiro para países com banda larga mais frágil. O Brasil está na lista.

Instagram permitirá compras dentro do app.

Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet



Consultar edições passadas