Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
16 de novembro de 2016
Consultar edições passadas

16 de novembro de 2016

A primeira grande entrevista de Temer

Foi ao ar na segunda-feira à noite a entrevista de Michel Temer ao Roda Viva. Desde que assumiu a presidência, jamais havia se exposto por tanto tempo, com câmera ligada, a um grupo de jornalistas assim experientes. O vídeo está online, na íntegra. Os principais pontos:
 
Para o presidente, uma eventual prisão de Lula causaria instabilidade no país, com movimentos sociais nas ruas.
 
Ele acredita que o TSE deve avaliar as contas da chapa que o elegeu junto a Dilma em separado. Mas, se a decisão for por sua saída, afirma que obedecerá.
 
Defende que, na eleição, o PMDB garantiu a vitória em de 23 a 24 dos estados e que, sem o partido, Dilma não teria voltado ao Planalto.
 
Confirma ter conversado com Marcelo Odebrecht sobre a doação de R$ 10 milhões que, ele diz, foi dirigida ao PMDB. Segundo o presidente, o dinheiro está na prestação de contas do partido.
 
Defende a nomeação de Romero Jucá para liderança do governo no Senado. Feito ministro, ele deixou o governo após o vazamento de suas conversas com Sérgio Machado, em que parecia operar contra a Lava Jato. O presidente afirma que está se fazendo condenação prévia do senador, que considera um articulador extraordinário.
 
Temer, que já foi presidencialista, diz que considera o Parlamentarismo ideal para o Brasil. E sugere um referendo após a Reforma Política.
 
Opinou que, numa Reforma, a previdência do setor público e a do resto dos brasileiros deve ser unificada.
 
Dois dos jornalistas presentes na entrevista prepararam resumos: Ricardo Noblat, do Globo, e o apresentador Augusto Nunes, da Veja.

Noblat, aliás, escreveu também uma análise pessoal da impressão que lhe causou o presidente: um homem sem carisma e acuadoJosias de Souza, por sua vez, o viu como “refém da banda podre”. E, no Estadão, Vera Magalhães o percebeu andando pelo fio da navalha.

A PF pediu a quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente do Tribunal de Contas da União, Aroldo Cedraz. Pretende confirmar a delação do empreiteiro Ricardo Pessoa, que lhe teria pago R$ 1 milhão.

Os caciques da Câmara se mostram dispostos a enfrentar o desgaste de anistiar o Caixa Dois passado e inventaram uma nova: revogar delações premiadas acaso vazem na imprensa. “Está todo mundo cheio do ativismo do MP”, declarou um. (Folha)

Parecer jurídico da Câmara veta reeleição à presidência de Rodrigo Maia. O deputado tem, no entanto, pareceres de 2008 que lhe garantem o direito. A briga pode parar na Justiça. (Globo)

Os parlamentares brasileiros são os mais bem pagos da América Latina.

Carlos Andreazza escreve o que muita gente pensa sobre o presidente do Senado. (Globo)

O MP investiga repasses de R$ 89 milhões na obra de duplicação da Marginal Tietê, num convênio entre estado e prefeitura de São Paulo. Governavam na época José Serra (PSDB) e Gilberto Kassab (PSD). (Estadão)

Para quem volta do feriado: releia a análise da transformação do emprego, no Brasil, publicada pelo Meio, na segunda. E confira na conta. Bate hoje o sexto lote da restituição do IR.

Os EUA podem deixar o Nafta (Tratado Norte-Americano de Livre Comércio) já nos primeiros dias do governo Donald Trump. Seu objetivo é rever toda a política de comércio exterior das últimas décadas. (Globo)

José Paulo Kupfer avalia que o programa econômico de Trump é inflacionário, o que obrigará o Fed a aumentar os juros básicos da economia americana. Além disso, o novo presidente acena com uma política protecionista. O conjunto tem impacto negativo para a economia brasileira. (Estadão)

Viver

Um grupo de ativistas protesta contra a inauguração do AquaRio, na semana passada. O empreendimento carioca, maior aquário da América Latina, seria agressivo aos animais. Marcelo Szpilman, presidente da instituição, retruca: não se trata de um parque de diversões, o objetivo é pesquisa e ensino. Ingressos para visita, aliás, estão à venda no site.

A mulher do juiz da Lava Jato, Rosângela Wolff Moro, fará discurso na ONU em 2 de dezembro. Ela é advogada especializada em Terceiro Setor e procuradora jurídica da Federação Nacional das Apaes. Rosângela falará sobre os desafios, no Brasil, para ajudar de crianças a adultos excepcionais, dado que a presença do Estado é muito tímida. (Estadão)
 
Em tempo: Rosângela também cuida da página Eu MORO com Ele, no Facebook.

Duas pessoas morreram em um deslizamento de terra após pesadas chuvas em Petrópolis, região serrana do Rio. O governo do estado gastou apenas 7,5% do previsto com obras de contenção, em 2016. (Globo)

A Seleção brasileira venceu o Peru por 2 a 0, durante a madrugada. É a sexta vitória seguida da equipe. Uma marca histórica: só uma vez, com o Brasil de João Saldanha em 1969, se venceu seis vezes seguidas numa Eliminatória de Copa. Enquanto isso, a Argentina bateu a Colômbia por 3 a 0 e voltou ao top 5, garantindo por enquanto disputar a repescagem.

Impressionam as imagens do Aeroporto de Congonhas lotado pela torcida do Palmeiras, que foi se despedir do time que joga hoje contra o Atlético Mineiro. O clube paulistano está muito próximo de se tornar campeão brasileiro.

Cultura

Lavoura Arcaica, o único longa do diretor de novelas Luiz Fernando Carvalho, está fazendo quinze anos. Baseado no livro de Raduan Nassar, foi premiado em inúmeros festivais e é celebrado como um dos cults do cinema brasileiro contemporâneo. A Bravo! entrevistou o diretor sobre suas impressões uns tantos anos depois. O filme estreou em streaming no Now, iTunes e Google Play.

O ator Michael J. Fox voltou à guitarra para uma apresentação com Dave Matthews. Foi no domingo, na festa de gala de sua fundação, voltada para a busca de cura para o Mal de Parkinson. Em De Volta para o Futuro, numa cena clássica, Michael ‘inventa’ Johnny B. Goode e o rock ’n roll.

Cotidiano Digital

O Projeto de Lei 5.130/16 proíbe que juízes tenham o direito de bloquear serviços da internet como o WhatsApp. Além do sistema de bate-papo, já foram interrompidos ou ameaçados de interrupção, no Brasil, Uber, Facebook e YouTube. Na semana que vem, a Câmara decidirá se o trâmite ocorrerá com urgência. A ONU condena este tipo de decisão judicial.
 
Saiu a lista dos discos rígidos mais confiáveis do terceiro trimestre. A avaliação é do serviço de backups BackBlaze. Como usa muitos discos, de várias marcas e tamanhos, o tempo todo, sente na pele os índices de falha.

Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet



Consultar edições passadas