Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
21 de novembro de 2016
Consultar edições passadas

21 de novembro de 2016

A crise chega ao Planalto

Olhos do país fixos no Planalto, a semana começa com uma pergunta: o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), se manterá no cargo até sexta-feira? Sábado agora, o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, disse à Folha que tinha se demitido após constantes pressões de Geddel. O político baiano pedia que o Iphan revertesse a proibição de um arranha-céus de luxo numa área de valor histórico em Salvador. Interesse estritamente pessoal. No prédio, Geddel comprou apartamento.
 
Não veio sem intriga. À Coluna do Estadão, o ministro-chefe vazou que Calero deixou o governo por discordar da lei que permite as vaquejadas. Não era isso, e os jornalistas foram cobrar a desinformação. Geddel, que trabalha na antessala de Temer, conversou com o presidente sobre o assunto na quinta. E, segundo Gerson Camarotti, não foi só ele. Calero também tratou disso com Temer. No Planalto, há medo de que o ex-ministro conte mais.

Em tempo: o G1 tem detalhes e imagens do projeto de condomínio La Vue, vetado pelo Iphan.

Em busca de resposta: por que, mesmo com as tantas prisões que não param, eles continuam?
 
É também o caso de Anthony Garotinho, preso acusado de fraude nas eleições deste ano. O ex-governador fluminense sofreu uma cirurgia cardíaca no domingo para implantar um stent na coronária direita. Quando tiver alta, seguirá para prisão domiciliar e não para o presídio. Decisão da ministra Luciana Lóssio, do TSE. Segundo gravações obtidas pelo Fantástico, Garotinho já tinha contato com a ministra. A decisão, porém, pode ser revista no plenário, ao longo da semana.

Segundo Ancelmo Gois, o médico que operou Garotinho foi afastado dos quadros do Ministério da Saúde por improbidade administrativa. Tem juiz desconfiando. (Globo)
 
De Onyx Lorenzoni (DEM-RS), relator das Dez Medidas, sobre esforço de seus colegas deputados para fazer passar a anistia ao Caixa Dois: “São leis que estão aí, não tem como anular. É um esforço absolutamente irracional que tem origem em uma palavra: desespero.” (Folha)

Mas tinham só dez mil pessoas no ato a favor das Dez Medidas, na avenida Paulista. E isso segundo a organização. No Rio, igualmente vazio. (Folha)

Para ler com calma: Fernando Haddad interpreta o momento. Acredita que a direita se fortalece por toda parte a partir da precarização do trabalho vinda da globalização. E que o PT analisou tudo errado. (Folha)

O MP vai denunciar 33 pessoas por formação de cartel, lavagem de dinheiro e crime licitatório nos trens e metrôs de São Paulo durante os governos Covas, Alckmin e Serra de 1998 a 2008. Todos tucanos. Mas nenhum político está na lista. (Estadão)

O Banco do Brasil anunciará hoje o fechamento de 402 agências e a aposentadoria de 18 mil funcionários. (Estadão)

Sem contar de onde ouviu ou tirou, mas sempre bem informado, Elio Gaspari sugere dois nomes para interventor federal no estado do Rio de Janeiro: Luís Roberto Barroso e Joaquim Barbosa, ministro e ex do STF. Sim. A conversa sobre o Rio já está nesse ponto. (Globo)

E a fase não é mesmo boa. No sábado, um helicóptero da PM caiu próximo à Cidade de Deus, Zona Oeste carioca, matando quatro policiais. A perícia não encontrou sinais de tiros. Ontem, moradores do bairro encontraram no mato sete corpos de jovens. Executados. A tensão ainda não passou e a Força Nacional vai ajudar. (Globo)

Numa virada de última semana, François Fillon terminou à frente no primeiro turno das eleições primárias dos Republicanos, partido da centro-direita francesa. Em segundo, Allan Juppé.  O ex-presidente Nicolas Sarkozy ficou em terceiro, está fora da briga e pode se aposentar da política. O segundo turno ocorrerá no dia 27. É uma guinada de moderação. Sarkozy, que era favorito, tem o discurso anti-imigração mais forte dos três. Juppé é um homem de centro. Um dos dois finalistas disputará a presidência do país. Enfrentará à extrema-direita Marine Le Pen, da Frente Nacional, e um candidato ainda não definido do Partido Socialista. Le Pen lidera as pesquisas. O pleito ocorrerá em 23 de abril e, o segundo turno, em 7 de maio.

Angela Merkel confirmou que disputará o quarto mandato como chanceler alemã. Ainda sem data marcada, a eleição será entre agosto e outubro do ano que vem.

Cotidiano Digital

É o Photoshop do áudio. A nova tecnologia da Adobe deglute vinte minutos de alguém falando. Depois, escreve-se o que quiser. O software, por enquanto apelidado VoCo, lê com a voz da pessoa. A primeira demonstração pública ocorreu no início do mês (vídeo). Mas já desperta preocupação: como confiar em gravações daqui por diante? Não há data para lançamento do programa. O Google está trabalhando em uma plataforma semelhante.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, veio a público tratar dos planos para enfrentar a corrente de notícias falsas na rede. Inclui sistemas de detecção automática, ferramentas que facilitem aos próprios usuários denunciar, e parceria com sites de checagem.

As startups brasileiras de finanças estão em alta. (Folha)

Viver

O Youse, empresa da Caixa Econômica que pretende vender mais baratos seguros via internet, está com as atividades suspensas. Vitória, na Justiça, da Federação Nacional de Corretores de Seguro. Pelo novo sistema, afinal, não tem corretor intermediando. Tipo Uber. (Globo)

A NASA tem a lista das melhores plantas para filtrar o ar dentro de casa. No site Jardineiro.net, um guia de classificação científica para encontrar os nomes comuns daquelas plantas em português.

Se houver vida noutro canto do Sistema Solar, saberemos em até no máximo 20 anos.

Galeria: Yasmin, 7 anos. E sua vida numa pequena aldeia do Chade, na África.

O Palmeiras venceu o Botafogo por 1 a 0, no sábado. O Santos empatou em 2 a 2 com o Cruzeiro. E, no domingo, o Flamengo terminou também em 2 a 2 com o Coritiba. O time carioca está, portanto, fora da briga pelo título. O Santos tem 2% de chances de levar. E o Palmeiras prepara a festa.

Cultura

A Livraria Cultura, que vem se equilibrando na crise desde o final do ano passado, começou a atrasar o pagamento para as editoras, informa Lauro Jardim. (Globo)

Gerald Thomas lança hoje sua autobiografia. O Globo o entrevistou.
 
Beatles, Jimi Hendrix, Velvet Underground: tem de tudo na lista das 25 gravações piratas mais relevantes que a Vulture encontrou no YouTube.
 
Emilia Clarke, a Daenerys de Game of Thrones, terá um papel no filme sobre a juventude de Han Solo. Chega aos cinemas em 2018. Aliás… Rogue One: Uma História Star Wars, o primeiro dos filmes paralelos da série, estreia no dia 15 de dezembro. O último trailer está online.

Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet



Consultar edições passadas