Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
28 de novembro de 2016
Consultar edições passadas

Hoje nasce o Meio Minuto. Um vídeo com pouco mais de 30 segundos que resume a edição do dia. Estará em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), além de tantos outros bons cantos da internet.
 

28 de novembro de 2016

E eles recuaram

Numa surpreendente entrevista dominical a três, os presidentes da República, do Senado e da Câmara anunciaram juntos um pacto contra a Anistia ao Caixa Dois. Vestindo paletó sem gravata, anunciaram que farão o possível para evitar que tramite no Congresso. Acaso seja aprovada, será vetada no Planalto. (Vídeo.)
 
Rodrigo Maia prometeu que, se algum deputado apresentar emenda pedindo algum tipo de anistia, ela não será tratada em regime de urgência e a votação será nominal. Os parlamentares terão de deixar claro como votam.
 
Michel Temer teve momentos de tensa sinceridade. Sobre a demora para sair a demissão de Geddel Vieira Lima, por exemplo: “Isso levou alguns dias e, é claro, ganhou uma demissão extraordinária porque colocou, se me permite a expressão, no meu colo, não é?” A outra repórter, falou: “sou obrigado a concordar com a senhora que realmente a demora não foi útil.” O presidente tratou, também, da lista Odebrecht. “Olha, dizer quer não haveria preocupação, eu estaria sendo ingênuo, não é? Claro que, quando se fala que vai alcançar 150 pessoas da classe política, há uma preocupação de natureza institucional.”

Renan Calheiros deixou quieto e não mencionou outro ponto fundamental, na entrevista. Quer votar a lei contra o abuso de autoridade, que permitirá que investigados processem juízes e procuradores, no dia 6 de dezembro. É o Plano B contra a Lava Jato. (Estadão)

Os principais momentos da coletiva, no G1, em vídeo.

Marcelo Calero, o ex-ministro da Cultura, deu longa entrevista à repórter Renata Lo Prete. Ele é o pivô da crise que levou à demissão de Geddel. Um compacto foi exibido no Fantástico e, a versão longa, na GloboNews. Disse que as gravações que fez foram via telefone. Que a conversa que gravou com Temer foi a do pedido de demissão, protocolar, em que fez questão de não forçar o presidente a se incriminar.

Aliás… a campanha de Dilma pagou o salário de assessores pessoais de Temer. Reforça o argumento de que as contas não podem ser separadas no julgamento da chapa, no TSE. (Folha)

A renda dos brasileiros encolheu 5,4% em 2015. A queda foi maior entre os 10% mais pobres. (Estadão)

Para ler com calma: o economista Eduardo Giannetti, em entrevista, faz um diagnóstico do Brasil criado pela Constituição de 1988. Muitas obrigações foram transferidas para estados e municípios, mas o governo federal não encolheu pela perda de atribuições. Além disso, Brasília manteve o controle do dinheiro. É o dilema do país em sua opinião: ou centraliza na União, ou descentraliza de fato. (Globo)

Esperança de vida em Cuba é de 79 anos, de acordo com o Banco Mundial. Nos EUA é de 78. No Brasil, 73.

Alfabetização atinge 99,8% dos cubanos. É o oitavo de todo o mundo, de acordo com a Unesco.

No limiar da repressão absoluta. É o estado de Cuba no ranking de liberdade da Freedom House. É o nível de Arábia Saudita e China, mas melhor do que a Coreia do Norte ou o Uzbequistão.

Liberdade de imprensa: 171º no ranking de 180 dos Repórteres Sem Fronteiras.

Internet residencial em 5% das casas. A posse de computadores e aparelhos de DVD é proibida desde 2008, segundo a Anistia Internacional.

Os números que não existem: quantos foram fuzilados no paredão desde 1959. As estimativas variam desde as poucas dezenas de milhares até a casa das centenas. Outro: quantos presos políticos ainda existem nas prisões. Possível que sejam poucas dezenas mas pode chegar às muitas centenas.

Esta é a obra de Fidel Castro, morto na sexta-feira aos 91. Poucas afirmações categóricas a seu respeito não levantam polêmica. Mas uma dá para fazer: é o líder latino-americano de maior impacto do século 20. Jon Lee Anderson, principal biógrafo de Che Guevara, escreveu sobre o comandante na New Yorker. Anthony DePalma, autor de O Homem que Inventou Fidel, assina o obituário do New York Times. Claudia Furiati, autora de sua biografia autorizada, em O Globo. O próprio Fidel deu uma entrevista ao Roda Viva quando esteve no Brasil, em 1990 (vídeo). E o mestre desenhista Daniel Kondo deixou uma reflexão em traço.

O ex-premiê François Fillon venceu as primárias do Partido Republicano francês e será o candidato da centro-direita à presidência. Propõe uma plataforma de rigor fiscal, mudança da legislação trabalhista, maior controle migratório e ofensiva contra o terror islâmico. Sua principal adversária deve ser Marine Le Pen, da Frente Nacional de ultradireita. A esquerda não está bem cotada nas pesquisas.

Viver

O Palmeiras é campeão brasileiro de futebol após vencer por 1 a 0 o Chapecoense. É o único clube a ter alcançado nove vezes o título, de acordo com a CBF. (A conta não vem sem polêmica.) O jogo foi também a despedida do ídolo Gabriel Jesus, vendido para o Manchester City.

No duelo dos vices, o Flamengo bateu o Santos por 2 a 0. Ainda falta uma rodada, mas o carioca está com dois pontos à frente do santista e tem mais chances de terminar em segundo. Ambos se classificaram para a Copa Libertadores da América.

Já foram rebaixados para a Série B: Figueirense, Santa Cruz e América Mineiro. O Internacional e o Vitória disputam a sobrevida na rodada do próximo domingo. Voltam no ano que vem: Atlético Goianiense, Avaí, Vasco da Gama e Bahia.

Nico Rosberg é campeão mundial de Fórmula 1. Seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, tinha de vencer o GP de Abu Dhabi e torcer para um quarto lugar de Rosberg. Não deu.

Futuros professores, os alunos de Pedagogia têm as piores notas dentre os candidatos do Enem. (Folha)

O Atlas Histórico do Brasil, publicado pela Fundação Getúlio Vargas, está online.

O último hangar onde cabe um dirigível nazista, os famosos zeppelins, fica no Brasil. No Rio de Janeiro.

Cotidiano Digital

O sistema de trens e metrô da cidade de San Francisco passou sexta-feira e sábado capturado por hackers que cobravam um resgate. Para conseguir manter o serviço operante, o prefeito foi obrigado a liberar passagens gratuitas. A situação foi resolvida domingo. Não está claro se o dinheiro chegou a ser pago. A cidade é a capital informal do Vale do Silício.

O Senegal adotou uma moeda digital baseada na tecnologia blockchain. Chama-se eCFA e tem o mesmo valor do Franco CFA, moeda corrente do país. Blockchain é o sistema criado para gerenciar o dinheiro eletrônico Bitcoin. Em essência, mantém um arquivo perfeito e inviolável de todas as transações executadas. Cada centavo transferido é registrado, de forma que é possível saber de que carteira digital saiu e em qual entrou. Torna a moeda à prova de corrupção. Apenas outro país, a também africana Tunísia, tem uma moeda digital baseada em blockchain. Em ambos os casos, a moeda física e a virtual convivem.
 
Ainda: em vídeo, uma aula de cinco minutos sobre blockchain.

Cultura

Em 27 de novembro de 1916, o carioca Ernesto dos Santos, conhecido pelos amigos como Donga, pediu o registro de Pelo Telefone (no Spotify, gravação de Martinho da Vila). A música leva seu nome, mas foi composta em grupo numa roda da casa de Hilária Batista de Almeida, que todos chamavam tia Ciata. Assim nasceu o samba, há um século exato, domingo. O Globo publicou um longo especial. Inclui a lista dos 100 sambas essenciais.

Chico Buarque lançará disco com músicas inéditas no início de 2017.

O fotógrafo Jorge Bispo comenta sua experiência com os nus. (Globo)

Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet



Consultar edições passadas