Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
13 de dezembro de 2016
Consultar edições passadas

Prezados leitores: com dois meses e meio de vida, o Meio têm crescido rápido. Entre os early adopters da internet brasileira, a turma que chega antes de todos às novidades digitais, já é mencionado a toda hora como a primeira dose diária de informação.
 
Uma pesquisa do site de negócios Quartz, divulgada esta semana, revelou que 94% dos executivos americanos têm newsletters como sua primeira fonte de informação pela manhã. É a mais importante tendência do mercado de jornalismo digital. Esse universo não existia há um ano. É uma mudança rápida movida, em grande parte, pela praticidade da assinatura, assim como o excesso de notícias falsas nas redes sociais.
 
Se o Meio faz diferença em sua vida, compartilhe com amigos. Divulgue o endereço www.canalmeio.com.br em seus grupos de Facebook e WhatsApp. Apresente o conceito da newsletter de notícias. Aqui na internet, nenhuma propaganda é melhor do que a recomendação de um amigo que usa um serviço.
 
Muito obrigado.

13 de dezembro de 2016

Da caça, do caçador

Renan Calheiros foi denunciado na Lava Jato pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot. O presidente do Senado é acusado de receber R$ 800 mil da empreiteira Serveng, propina para participar de licitações da Petrobras. O dinheiro teria sido limpo via doações oficiais. (Folha)

No texto da denúncia, Janot afirma que o presidente Michel Temer é notório aliado de Renan. Leia a denúncia completa, em PDF. (Estadão)

Galeria: Renan Calheiros, ontem e hoje. (Globo)

De Temer a Janot: “A condução de políticas públicas a cargo da União vem sofrendo interferência pela ilegítima divulgação de supostas colaborações premiadas em investigações criminais conduzidas pelo Ministério Público Federal quando ainda não completado e homologado o procedimento de delação.” (Folha)

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) não gostou do primeiríssimo depoimento da Odebrecht. Divulgou de presto uma carta: “O PMDB sempre utilizou nas campanhas eleitorais recursos legais declarados e com prestações de contas aprovadas. O partido jamais utilizou qualquer instrumento de caixa 2 ou doações não declaradas.” Sim, ele escreveu isso. (Globo)

O tucano Antonio Imbassahy (BA) deverá ser mesmo o novo ministro da Secretaria de Governo. Mas só em fevereiro. Temer precisa consolidar o apoio do PSDB. Quem resiste, na Câmara, é o Centrão. (Globo)
 
Aliás… segundo o Painel, o Planalto acha que o Centrão é formado por um núcleo duro mas que o grande entorno pode ser seduzido. (Folha)

O ex-presidente Lula foi indiciado por corrupção passiva pela PF, na Lava Jato. Dona Marisa Letícia, Antônio Palocci e outros foram indiciados por lavagem de dinheiro. O caso trata da compra do terreno do Instituto Lula e do apartamento do ex-presidente, em São Bernardo. O Ministério Público ainda vai analisar.

Aliás… o juiz Sergio Moro bateu boca com um dos advogados de Lula. (Estadão)

Uma emenda para permitir eleições diretas para presidente em 2017, proposta por Miro Teixeira (Rede-RJ) e relatada por Espiridião Amin (PP-SC), está sendo travada pelo PMDB. Não deixam votar em comissão para ir ao Plenário. (Folha)

Datafolha: 63% dos brasileiros são contra PEC do Teto. (Folha)

Em sua entrevista ao Estadão, Fernando Henrique botou pressão sobre os ortodoxos. “É um inferno a reclamação sobre taxa de juros. Sou cuidadoso nessa matéria, acho que o Banco Central tem de estar atento quanto a qualquer ortodoxia. Política econômica é uma navegação. Tem que olhar o mar, se está encapelado, e vai mudando… Com taxa de juros é a mesma coisa, não tem uma regra fixa. Só quem tem uma visão ingênua de que a economia é uma ciência exata é que pensa essas coisas.”

O prefeito do Rio Eduardo Paes (PMDB) teve seus sigilos bancário e fiscal quebrados pela Justiça, assim como os bens bloqueados. Ele é investigado por possível irregularidade na construção do Campo de Golfe Olímpico. (Globo)

Vigie Aqui é o nome de um plugin para o Chrome desenvolvido pela turma do site ReclameAqui. Uma vez instalado, tinge de roxo o nome de todos os parlamentares com pendências na Justiça. Aí basta levar o ponteiro do mouse ao nome e uma janelinha se abre listando o que há contra o político.

A ONU fala português: o ex-primeiro ministro luso jurou a Carta das Nações Unidas, ontem. É o primeiro ritual até o momento de assumir como secretário-geral, em 1º de janeiro. António Guterres quer mudanças, considera a organização pouco eficiente. É hora, disse, “de reconhecer as insuficiências e de reformar o modo como funciona.”

Donald Trump têm feito escolhas intrigantes. A de um homem que não acredita em mudanças climáticas, por exemplo, para o comando da EPA – agência de proteção ambiental. A turma do Saturday Night Live tem outras ideias. Um certo professor secundarista de química para cuidar da DEA, agência responsável por drogas, por exemplo. (Só vale para quem assistiu a Breaking Bad.)

Cotidiano Digital

A Internet das Coisas pode matar. O alerta é de Bruce Schneider, professor de Harvard especialista em segurança digital. Perante deputados americanos, explicou que milhões de equipamentos ligados à internet de forma insegura estão chegando ao mercado. São facilmente quebráveis por hackers. Nos próximos anos, se espalharão por elevadores, automóveis, hospitais. Ele e outros da área cobram do Congresso de lá uma regulação mais pesada para garantir padrões mínimos de segurança das coisas no mundo hiperconectado.

E se o deslizar do dedo pelo celular fosse capaz de carregar sua bateria? Uma equipe da Universidade Estadual do Michigan trabalha em um nanogerador com a espessura de um filme. Gera energia pelo toque. Não é o único trabalho nesta linha e poderá resolver o problema de bateria de muitos, nos próximos anos.

Viver

A primeira fase de testes do Wendelstein 7-X, um reator de fusão nuclear localizado na Alemanha, deu certo. Um reator nuclear baseado em fissão, tradicional, quebra átomos de elementos pesados. O de fusão junta átomos simples, como o de hidrogênio. Mas, para fazê-lo, precisa elevar a uma temperatura tal que leve ao estado de plasma. A vantagem é que não gera lixo radioativo. Aliás: apesar de nuclear, não passa por nenhuma etapa radioativa. É a energia que alimenta estrelas. Se funcionar, tem potencial de gerar energia limpa e infinita. (Veja mais na Wikipédia em português.)

A turma da maconha livre, nos EUA, teve uma vitória apenas aparente em 2016. Oito estados votaram para legalizar o uso recreativo da erva. Mas Donald Trump escolheu, para Procurador Geral da República, o senador Jeff Sessions. Ele considera a mudança em curso na legislação de vários locais um “erro grave”. Mesmo que seja legal em alguns estados, ainda há uma lei federal que proíbe seu consumo em todo o território americano. Durante o governo Obama, optou-se por não fazer qualquer enfrentamento. Mas periga mudar.

Tanto Nike quanto Adidas têm tênis novos na praça. São, em ambos os casos, visões do futuro. O HyperAdapt, da Nike, custa inacreditáveis US$ 720. E isso, lá. O que ele oferece é a tecnologia De Volta para o Futuro dos sapatos que se enlaçam por conta própria e no ajuste certo para cada pé. O Futurecraft Runner da Adidas é impresso em 3D sob medida e custa bem menos, embora ainda caro: US$ 333. O objetivo da empresa é um tênis de corrida moldado para o pé do consumidor, levando-se em consideração a pisada, o estilo e até preferências pessoais.

Cultura

La La Land, o musical com Ryan Gosling e Emma Stone, é o filme com mais indicações para o Globo de Ouro, prêmio da crítica reconhecido como prévia do Oscar. (Trailer.) Ambos os atores foram indicados, assim como é candidato a melhor filme, roteiro, direção, canção e trilha sonora. Sully, de Clint Eastwood, e Silence, de Martin Scorcese, não foram indicados a nada. O brasileiro Aquarius, tampouco. Na TV, disputam o prêmio de melhor série O.J. Simpson, Game of Thrones, The Crown, Stranger Things, This is Us e Westworld. (Globo)

Sting tocará em São Paulo no dia 6 de maio. O Ingresso Rápido venderá entradas a partir da segunda-feira, dia 19.

Galeria: há 300 equipes de Quadribol no mundo. É o esporte da série Harry Potter. Em geral vêm de países ricos. Mas um deles fica em Uganda.

Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet



Consultar edições passadas