Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet
2 de janeiro de 2017
Consultar edições passadas

Prezados leitores, o Meio está de volta após uma semana de recesso. Feliz ano novo, que 2017 nos seja leve. =)
 

2 de janeiro de 2017

Que se vá para longe um ano ruim

O novo prefeito paulistano, João Doria, amanheceu hoje vestido de gari, às 6h, na Avenida Nove de Julho, para um mutirão símbolo da limpeza. Estava acompanhado dos secretários, que vestiam o mesmo uniforme. A zeladoria urbana, criticada no governo de Fernando Haddad, é uma de suas prioridades. Ontem, durante a posse, prometeu trabalhar sempre em parceria com o governador Geraldo Alckmin. E garantiu que não se candidatará à reeleição. (Folha)

Já o novo prefeito carioca, Marcelo Crivella, assumiu prometendo austeridade com os gastos. Ele pretende rever as regras do IPTU e avaliar isenções fiscais para aumentar os rendimentos da prefeitura. Um dos casos é o das empresas de ônibus, que desde 2010 pagam apenas 0,01% de ISS. (Globo)

Causou impacto, durante a última semana, uma análise do corpo técnico do TSE. Ela afirma que, em caso de cassação da chapa Dilma-Temer, a eleição seria direta. E não, como segue a interpretação corrente, indireta. Esta leitura ainda precisaria passar pelos ministro do tribunal.

O Planalto quer empurrar esta decisão do TSE sobre a chapa para maio, quando poderá trocar dois ministros do tribunal e aumentar suas chances de voto favorável. Se der errado e a cassação for aprovada, os homens de Temer vão apresentar recursos ao STF. Lá, basta que um ministro peça vistas para impedir o procedimento.

Aliás… Joaquim Barbosa está começando a gostar da ideia de ser candidato a presidente.

E o site de Temer foi hackeado na virada do ano.

Um terrorista vestido de Papai Noel matou 39 durante a madrugada do dia 1º, em Istambul, Turquia. Ele tinha uma arma de longo alcance e invadiu um salão de festas da elite, que estava lotado.

António Guterres, novo secretário-geral da ONU, faz discurso em português pedindo prioridade para a paz. Em vídeo.

Galeria: as 100 fotografias mais influentes da história selecionadas pelos editores da Time.

Viver

Para ler com calma: Nas últimas décadas, os principais avanços em ciência econômica misturam sistemas complexos, economia comportamental, teoria de redes. A economia real não cabe mais nas teorias ortodoxas. E dicotomias como indivíduo e comunidade, Estado e mercado, que marcaram ao longo do último século a ideologia por trás de economia, se desmontam. A maneira atual de pensar esquerda e direita na economia está se tornando obsoleta, explica o professor Eric Beinhocker, de Oxford. Em inglês.

A estrela do YouTube terminou o namoro, deu no site de fofocas. Aí explicou que a relação era aberta: a internet parou. Mas devia mesmo chocar?

Vídeo 360°: os fogos em Copacabana. (Globo)

Galeria: a despedida de 2016 pelo mundo em fotos.

E… um gaiato mexeu no letreiro de Hollywood, que amanheceu o dia primeiro como Hollyweed. Maconha santa.

Cultura

A Netflix pôs no ar a serie Fleming: The Man Who Would Be Bond, da BBC. Narra a história de um jovem Ian Fleming, que trabalhando no serviço de inteligência britânico sonha em escrever um romance de espionagem. A história do criador de James Bond. (Trailer)

Futurama é a popular série de animação passada num futuro bizarro e criada por Matt Groening, também pai dos Simpsons. Uma turma de fãs fez uma versão em filme, com atores reais. 30 minutos, em inglês.

Cotidiano Digital

O Facebook sabe quando você está se apaixonando. Um estudo publicado pelos cientistas de dados da rede social mostra que, nos dias anteriores ao início de um relacionamento, o número de posts compartilhados pelo futuro casal aumenta. O pico se dá no momento em que ambos assumem o namoro.

Dentre as 8 apps mais populares de 2016, todas pertencem a Google ou Facebook. O levantamento é da Nielsen.

Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





Share Tweet



Consultar edições passadas