Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.



Share Tweet


Jovens indígenas contam suas histórias



Ao longo de três meses, 533 jovens indígenas de oito territórios da Amazônia falaram da experiência de viver a pandemia a apoiadores locais para uma pesquisa feita pela Fiocruz Amazônia e a Coiab com apoio do Unicef. Confira algumas das imagens desse projeto feitas pelos próprios apoiadores e por moradores das aldeias.

Em comunidades com dificuldade de acesso à internet, os formulários eram impressos.

Em comunidades sem acesso à internet, como na região Yanomami, os apoiadores levaram formulários impressos, traduzidos para o dialeto e a realidade locais. Foto: Valdemar Lins, 2021

Na comunidade indígena Umariaçu II, no Alto Solimões, o jovem Raquelson Grabiel da Silva, à direta, confere com o apoiador o formulário.

Na comunidade indígena Umariaçu II, no Alto Solimões, o jovem Raquelson Grabiel da Silva, à direta, confere com o apoiador o formulário.

Jovens da etnia Wapichana, da Comunidade Indígena Manoa-Pium (RR), respondem ao questionário em celulares.

Jovens da etnia Wapichana,  da Comunidade Indígena Manoa-Pium (RR), respondem ao questionário em celulares. Foto: Suzana Waiana, 2021

Aldeamento não é sinônimo de isolamento. Ferramentas como o Whatsapp e o Google foram fundamentais para atingir os jovens indígenas.

Aldeamento não é sinônimo de isolamento. Ferramentas como o Whatsapp e o Google foram fundamentais para atingir os jovens indígenas. Foto: Suzana Waiana, 2021



Share Tweet