Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.



Share Tweet


Agenda Cultural 27-08-21



Com foco em artistas negros, indígenas e LGBTQI+, a série de minidocumentários Artérias estreia hoje no SescTV, tanto na televisão como em streaming. Dividida em 26 episódios, a produção dirigida por Helena Bagnoli e Henk Nieman mergulha no universo criativo de nomes como Sonia Gomes, Rosana Paulino, Jaider Esbell, Emanoel Araújo e Lyz Parayzo, movida pelo “objetivo de contribuir para neutralizar abordagens etnocêntricas e estereotipadas”.

O rapper Mano Brown lançou nesta semana o podcast de entrevistas Mano a Mano, que terá novos episódios novos às quintas no Spotify – a começar pela conversa de estreia, com Karol Conká. Entre os próximos convidados, estão confirmados nomes como o médico Drauzio Varella e o pastor Henrique Vieira.

A regente chinesa Xian Zhang conduz a Osesp hoje em concerto com sinfonias de Schumann e Brahms. Nesse fim de semana, Jed Barahal e Christina Margotto tocam a integral das sonatas para violoncelo e piano de Beethoven na Sala Cecília Meireles; o recital de sábado será transmitido online. Na quinta, a Filarmônica de Minas Gerais recebe a soprano Marly Montoni e o barítono Leonardo Neiva, que cantam árias de Mozart sob a regência de Fabio Mechetti.

O grupo Nova Raiz do Samba convida a cantora Teresa Cristina em show amanhã no canal das Redes da Maré no YouTube. No repertório, clássicos de Dona Ivone Lara, Martinho da Vila e Leci Brandão.

Com o que as pessoas sonham durante a pandemia? A partir do que ouviu como resposta em 150 relatos, Pedro Brício escreve e dirige o espetáculo Sonhos de uma Noite com o Galpão, em cartaz até 12 de setembro.

A exposição Geraldo de Barros – Imaginário, Construção e Memória, do Itaú Cultural, agora pode ser visitada online, em vídeo 360º com comentários dos curadores Lorenzo Mammì e Michel Favre.

Onze espetáculos, entre eles quatro estreias mundiais, serão apresentados a partir desse sábado no Circos – Festival Internacional Sesc de Circo, que chega à sua 6ª edição de forma totalmente online.

Uma conversa sobre a produção de videodança entre profissionais da área antecede, nesse sábado, a estreia de Entre Espaço Onde Tudo Existe, coreografia de Marcus Moreno transmitida pelo MUD – Museu da Dança.

Na segunda acontece mais um encontro do ciclo 1922: Modernismos em Debate, que convida o artista Denilson Baniwa e a pesquisadora Lucia Sá, entre outros, para discutir a produção artística indígena.

A Cia. Os Crespos retoma nessa semana, no Centro Cultural São Paulo, a programação das Terças Crespas com uma conversa sobre o legado de Benjamin de Oliveira, primeiro palhaço negro do Brasil.

Para mais dicas de cultura, assine a newsletter da Bravo!.



Share Tweet