Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.



Share Tweet


Agenda cultural para 18-03-22



Na terça, às 21h, o SescTV estreia 22 em XXI, documentário de Hélio Goldsztejn que discute o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922. O filme conta com depoimentos de José Miguel Wisnik, Caetano Veloso, Zé Celso Martinez Corrêa e Hélio Menezes, entre outros.

Hoje e amanhã, o Instituto Moreira Salles promove uma série de “conversas para abrir cabeças” durante o Festival Serrote, que neste ano abre com um papo entre a escritora norte-americana Saidiya Hartman e a tradutora Stephanie Borges. As presenças de Noemi Jaffe, Carla Rodrigues e Fabiana Moraes também estão confirmadas.

Sob a direção de seu regente-titular, Thierry Fischer, a Osesp convida hoje o jovem pianista israelense Tom Borrow para interpretar o Concerto nº 4 de Beethoven, além de obras de Haydn e Bartók.

Filmes de Hirokazu Koreeda, Kiyoshi Kurosawa e Ryusuke Hamaguchi estão disponíveis de forma gratuita em uma pequena mostra de cinema japonês contemporâneo do Sesc Digital. Entre os destaques está o drama Pais e Filhos, vencedor da Palma de Ouro em 2018.

Lenda da música instrumental brasileira, Hermeto Pascoal tem disponibilizado em sua página no Bandcamp diversos clássicos que ainda não tinham chegado ao streaming, como seu disco solo de estreia lançado em 1970 e a edição remasterizada de Só Não Toca Quem Não Quer (1987). A plataforma celebrou a chegada das raridades, que incluem um show inédito no Planetário da Gávea em 1981, com um perfil do Bruxo.

Tradutora de Herta Müller e Cornelia Funke, além de autora de livros como O Mundo Desdobrável, Carola Saavedra participa na quinta de conversa online promovida pelo Instituto Goethe.

No mesmo dia, estreia a segunda temporada do podcast Mano a Mano, apresentado por Mano Brown. No programa, o rapper dos Racionais MC’s recebe artistas e intelectuais para conversas descontraídas sobre cultura e política.

Em seu site, a Casa Triângulo apresenta uma individual do artista Valdirlei Dias Nunes com duas séries marcadas pela geometria e pela abstração.

Para outras dicas de cultura, assine a newsletter da Bravo!.



Share Tweet