PF cassa porte de armas de ex-ministro Anderson Torres

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

A Polícia Federal cassou na sexta-feira o porte de armas do ex-ministro da Justiça Anderson Torres. A decisão faz parte de um processo administrativo em que o ex-delegado da PF responde por suposta omissão durante os ataques de 8 de janeiro, quando Torres era secretário de Segurança do Distrito Federal. O procedimento interno apura se Torres deve ser expulso da corporação com base no artigo 43 da Lei nº 4.878 que considera transgressão “praticar ato que importe em escândalo ou que concorra para comprometer a função policial”. Os investigadores consideram que Torres “manchou a imagem da instituição”. (CNN Brasil)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.