Setembro teve a maior temperatura para o mês em toda a História, diz observatório europeu

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O mês de setembro, fim do Verão no Hemisfério Norte, teve a temperatura mais alta para esse período já registrada, informou o Serviço de Mudanças Climáticas Copernicus, da União Europeia. De acordo com a instituição, o calor no mês passado ficou 0,93ºC acima da média registrada em setembro entre 1991 e 2020, devido a uma combinação de mudanças climáticas com o fenômeno El Niño, que aquece as águas do Oceano Pacífico e eleva as temperaturas no planeta. Desde o início do ano, os termômetros estão marcando, em média, 0,52ºC a mais que o esperado, indicando que 2023 pode ser o ano mais quente já registrado pelos cientistas. “A dois meses da COP28, o senso de urgência para uma ação climática ambiciosa nunca foi tão crítico”, disse Samantha Burgess, diretora-adjunta do Copernicus. (Folha)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.