Trump apoia conservador radical para presidência da Câmara

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O ex-presidente Donald Trump jogou gasolina no incêndio político que se segue à inédita destituição do presidente da Câmara dos EUA, Kevin McCarty. Por meio de sua própria rede social, o Truth, Trump declarou “apoio total e completo” ao ultraconservador Jim Jordan, presidente do Comitê de Justiça é um dos mais leais e virulentos trumpistas no Legislativo. Como têm uma estreita maioria na Câmara, cabe aos republicanos elegerem o presidente, e o mais cotado é Steve Scalise, que apoia mais ajuda militar à Ucrânia e um acordo orçamentário que evite a interrupção de serviços públicos federais. O apoio de Trump a Jordan deve complicar a escolha, pois, embora arregimente a base radical, pode afugentar a decrescente bancada moderada do partido. (CNN)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.