Ícone da moda, Iris Apfel morre aos 102 anos

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

A Indústria têxtil e o mundo da moda como um todo perderam na sexta a estilista Iris Apfel, tida como referência fashion e criadora de trabalhos que vestiram famosos durante décadas. A “estrela geriátrica”, como chamava a si própria, morreu aos 102 em sua casa, na Flórida, e a causa do óbito não foi divulgada na publicação do Instagram onde foi anunciada. Estrela dos anos 1980 e 1990, Apfel estava no mercado desde 1951, quando fundou a Old Word Weavers, empresa que, entre tantos clientes, forneceu tecidos para a Casa Branca até 1992. 

PUBLICIDADE

Além dos presidentes dos EUA, ela também atendeu personalidades como Greta Garbo e Estée Lauder. Influente no ramo fashion, Apfel era reverenciada por diversas celebridades. Tommy Hilfiger, criador da grife homônima, veio a público celebrar “seu incrível talento não apenas como artista, mas como influenciadora”. O cantor Lenny Kravitz também prestou homenagens a Iris, que nasceu em 1921, em Nova York, e, atuou também como designer de interiores e modelo, função que assumiu na IMG Models em 2019, aos 97 anos. (g1)

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.