Cultura

Ruy Castro revela lado menos conhecido de Tom Jobim em novo livro

Quando viu uma sessão especial do documentário Elis&Tom - Só Tinha de Ser com Você, promovida pela Academia Brasileira de Letras, no ano passado, o jornalista e escritor Ruy Castro concluiu que Tom Jobim, ao contrário de muitos de seus companheiros falecidos, não tinha morrido. “Está conosco em todas as instâncias”, afirma. Foi quando teve a ideia de escrever um livro sobre o maestro, que acaba de chegar às livrarias com o título O Ouvidor do Brasil - 99 Vezes Tom Jobim. A obra é uma adaptação de 90 crônicas escritas sobre o músico na Folha, além de outras nove escritas exclusivamente para o projeto. Castro, que já escreveu longamente sobre o mestre da MPB em outros dois livros, dessa vez foca em seu lado mais pessoal. “O livro fala pouco de música porque Tom, em pessoa, falava pouco de música. É um Tom menos conhecido, com seus hábitos, particularidades, preferências (tem até o time de futebol dele), amizades (quase todas fora da música) e, principalmente, sua preocupação com o meio ambiente, quando isso ainda era um assunto estranho para muitos no Brasil”, explica. (Folha)

Podcast da Rádio Novelo ganha edição impressa de principais episódios

Sucesso de audiência nacional, o podcast Rádio Novelo Apresenta ganha um conjunto de 12 brochuras com algumas de suas histórias mais populares transformadas em edições literárias. A coleção Plaquetes Rádio Novelo Apresenta é produzida com os roteiros originais de seus episódios mais impactantes, como A Casa dos Espíritos, Maracutaia e Busca de Ubirajara, que ganharam um formato impresso com curadoria do selo literário Janela+Mapa Lab. O lançamento acontece nesta quinta-feira às 19h na Janela Livraria do Shopping da Gávea, no Rio de Janeiro, com um bate-papo com a equipe do programa conduzido pela apresentadora do projeto, Branca Vianna, sobre o processo de criação dos roteiros do podcast. (Meio)

Disneyworld coloca princesa negra no lugar de atração considerada racista

Em uma renovação que muitos atribuem ao movimento politicamente correto, a Disneyworld, em Orlando, vai substituir ainda neste mês uma atração clássica, a Splash Mountain, hoje vista como tendo uma conotação racista, por outro brinquedo baseado em sua primeira protagonista negra, Tiana, da animação A Princesa e o Sapo, de 2009. A experiência é praticamente a mesma, um passeio de barco terminando numa queda para molhar os turistas, mas agora com música, bonecos e cenografia remetendo à Nova Orleans da década de 1920, onde passa a história de Tiana. A Splash Mountain é baseada no filme A Canção do Sul, de 1946, que misturava atores e animação mostrando uma visão idealizada da vida em um fazenda do Sul dos EUA logo após o fim da escravidão. Para muitos críticos, o longa mostra os personagens negros de forma estereotipada. (AP)

Eloy Casagrande conta sobre nova fase de criação no Slipknot

Após fazer história assumindo as baquetas do Sepultura, Eloy Casagrande começa uma nova fase na carreira como o mais novo mascarado da banda americana Slipknot. Mas, quem pensa que ele chega apenas para tocar, substituindo o antigo baterista Jay Weinberg, está enganado. Em dez dias que teve como período de teste, o músico participou da composição de novas canções, como Long May You Die, anunciada pela banda, sem previsão de lançamento. “Pelo que eu sinto, eles querem que eu traga o máximo de ideias possíveis. Seja uma mistura da música brasileira com metal, seja ritmos diferentes”, contou, em entrevista à Rolling Stone. Eleito duas vezes melhor do mundo pela Drumeo, Eloy ressalta que sua essência brasileira pesou na decisão por ser escolhido como novo membro. “Respeitaram isso desde o começo. Em nenhum momento eles chegaram para mim e falaram: ‘Você tem que tocar isso dessa forma, como foi gravado ou como a gente tocava ao vivo’. Não, eles me deixaram de uma forma muito livre”, conclui. (Rolling Stone)

Viúvo de Rita Lee promete novidades retiradas de ‘baú de memórias’

O lançamento de Voando (YouTube), música inédita de Rita Lee, no domingo, é apenas uma das muitas novidades que estão por vir. É o que promete o viúvo da cantora, Roberto de Carvalho. Familiares contam que Rita deixou um “enorme baú de memórias” pronto para ser entregue ao público após sua partida, incluindo um caderno com cerca de 400 páginas cheias de tuítes inéditos escritos à mão, além de canções nunca vistas. “Eu peguei o iPad dela, onde escrevia inclusive os livros, e não consigo te dizer a quantidade de letras inéditas que tinha, talvez sejam centenas”, afirma João Lee, DJ e filho da artista. Roberto diz que publicar o material é “uma maneira de matar a saudade, homenageá-la e de fazer com que a obra permaneça viva”. (Globo)

Fernanda Montenegro celebra 80 anos de carreira com leitura dramática

Celebrando seus 80 anos de carreira, Fernanda Montenegro apresenta no Sesc 14 Bis, em São Paulo, uma leitura dramática baseada na obra A Cerimônia do Adeus, da filósofa francesa Simone de Beauvoir. Dirigida pela própria artista de 94 anos, a apresentação explora a importância do pensamento de Beauvoir para o feminismo e sua relação com o filósofo Jean-Paul Sartre, com quem foi casada. No ano passado, a atriz já havia realizado a primeira leitura do texto na Academia Brasileira de Letras (ABL), onde ocupa a cadeira 17 desde 2021, seguida por performances nos teatros Poeira e Casa Grande, ambos no Rio de Janeiro. O espetáculo estreia no próximo dia 20 e fica em cartaz até o dia 21 de julho. (Estadão)

Diagnosticado com gastroenterite, Lulu Santos deve receber alta na segunda

Diagnosticado com gastroenterite, o cantor Lulu Santos está fora de risco após ser levado a um hospital por conta de um mau súbito, na sexta-feira. De acordo com o boletim médico da Clínica São Vicente, na Zona Sul do Rio, Lulu “está em plena recuperação”, se alimenta bem, tem dores controladas e não tem casos de febre. A alta é prevista para a segunda-feira. O cantor passou mal em casa, na sexta, véspera de um show marcado no festival João Rock, em Ribeirão Preto (SP). Ele tinha outra apresentação marcada, neste domingo, no Salve o Sul, show beneficente em prol das vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. Há mais quatro shows marcados para o mês, com a turnê “Barítono”, mas nenhum deles foi adiado ou cancelado até o momento. (g1)

Apresentador britânico é achado morto na Grécia

O apresentador Michael Mosley foi encontrado morto na ilha grega de Symi. Ele estava desaparecido desde quarta-feira, quando saiu para fazer uma trilha, e as autoridades locais acharam seu corpo a poucos metros de onde terminaria a caminhada. Aos 67 anos, Mosley estava na Grécia com a esposa e conduzia produções audiovisuais ligadas a hábitos de vida saudáveis. Neste domingo, o Fantástico, da TV Globo, anunciou o cancelamento da série “Noite sem Fim” – relacionada a problemas de sono –, cuja comando é do apresentador britânico. Ainda não se sabe se Mosley teve um acidente ou passou mal. (Folha)

Presidente do Masp, Heitor Martins anuncia expansão e faz balanço do mandato

Expansão artística, obras e projeções para o futuro. O mandato de Heitor Martins à frente do Museu de Arte de São Paulo, o famoso Masp, está na reta final, mas o empresário ainda tem planos para coroar a gestão do maior museu do hemisfério sul, que tem cerca de 15 mil obras em seu acervo. O principal trunfo de Martins é a criação de uma anexo, do outro lado da Avenida Paulista, que é ligada ao edifício principal por uma passagem subterrânea. O presidente da instituição argumenta que o prédio principal, onde está o museu desde 1968, “não foi desenhado para ter um manejo de um fluxo de visitantes como temos hoje.” A previsão é que a obra, com conclusão prevista para o início de 2025, aumente em 70% a capacidade de público do local. Em entrevista ao Valor, ele indica que as mudanças que liderou na gestão – como a criação de um conselho com 80 nomes e a aprovação de um novo estatuto – foram a chave para o sucesso. Com mandato até 2026, ele pretende entregar a São Paulo “um museu para as próximas décadas”, além de abrir espaço para temáticas palpitantes na sociedade, como o cenário LGBTQIAP+. Martins assumiu o Masp em 2014, em meio a uma grave crise financeira, e foi responsável por equilibrar o orçamento da instituição. Antes, passou pela direção da Fundação Bienal do Livro de SP, onde esteve por quatro anos. (Valor)

Livrarias pressionam editoras contra vendas de livros com descontos

A venda direta de livros pelas editoras em seus sites e redes sociais com descontos atrativos tem gerado desconforto entre as livrarias. Casas editoriais de diferentes portes alegam sofrer uma pressão mais incisiva pela Associação Nacional de Livrarias, presidida por Alexandre Martins Fontes, exigindo mudanças na abordagem comercial que estaria desviando os clientes de suas lojas. Em seu discurso no Encontro de Editores, Livreiros, Distribuidores e Gráficos na quinta-feira, Martins Fontes, que é dono da editora e livraria de mesmo nome, disse que “as editoras estão oferecendo descontos que, se os livreiros oferecerem, eles fecham as portas”. “Oferecem frete grátis, mimos, ecobags, ou seja, atuam no sentido de atravessar o caminho das livrarias, incentivando o leitor a não ir até elas.” Ele diz não ver problemas em as companhias venderem seus próprios livros ao consumidor final, desde que o valor esteja dentro do preço estabelecido por elas mesmas às livrarias.