Um assinante do Meio compartilhou essa nota com você. Ela faz parte da edição premium do Meio, exclusiva para nossos assinantes premium. Conheça as vantagens.


China e a Huawei querem mudar a internet

A China e a Huawei querem mudar a internet. As duas apresentaram para a ONU um novo modelo de IP que suportaria um mundo mais digital com tecnologias para carros autônomos, internet das coisas e hologramas. A Huawei disse que já está desenvolvendo partes da nova rede com ajuda de países e empresas, que não quis nomear. E poderá testar no começo de 2021. O novo sistema ganhou apoio da Rússia e Arábia Saudita, mas outros países ocidentais estão desconfiados. Governos poderiam ganhar recursos de rastreamento responsáveis pela autenticação e autorização de novos endereços e controle sobre informações enviadas pela web. O sistema ainda teria uma função de desconectar um endereço.

Aliás… O governo brasileiro liberou a participação da Huawei no leilão do 5G. A decisão contraria o aliado EUA e foi feita depois da crise diplomática causada por Eduardo Bolsonaro. Pelo Twitter, o Filho 03 fez acusações contra o governo chinês pela disseminação do novo coronavírus.


Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.