Vitor Conceição compartilhou essa nota com você. Ela faz parte da edição premium do Meio, exclusiva para nossos assinantes premium. Conheça as vantagens.


Como funciona um computador quântico

9 de fevereiro de 2019

Novas tecnologias avançam em ciclos. Os temas do momento estão nas páginas diárias da imprensa, nas conversas das redes — aprendizado de máquinas, carros autônomos, criptomoedas. São tecnologias no ciclo de implantação. Mas existem aquelas que se encontram num passo anterior, o estágio experimental. Prometem mudanças ainda mais profundas para o médio e longo prazo. É o caso da computação quântica.

Computadores quânticos são diferentes dos tradicionais, não operam na base de bits que podem ser zero ou um. Usam qubits, Quantum Bits, que podem assumir qualquer combinação de valores entre zero e um. Inclusive uma superposição de valores. Com isso, são capazes de processar cálculos muitas vezes mais complexos do que as máquinas digitais que usamos hoje. IBM, Microsoft, Google e Boeing estão numa acirrada disputa para inaugurar esse mercado. Agora em janeiro, a IBM anunciou o primeiro computador quântico disponível comercialmente.

A astrofísica Shohini Ghose explica neste TED Talk de 10 minutos, e com legendas em português, como funcionam estas máquinas e quais seus possíveis usos.


Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.