Conversas com o Meio

Entrevistas fundamentais com personalidades de destaque, políticos, jornalistas, cientistas, ativistas e gente boa de papo.

Toda quarta às 11:15.

A história do Exército é de golpes

No Conversas com o Meio exclusivo para assinantes premium, um dos pontos analisados pela historiadora e antropóloga Lília Schwarcz é a influência do Exército na política e na vida pública brasileira. Ela traça a linha do tempo desde a Guerra do Paraguai, quando a taverna ganhou força e poder de decisão, até a atualidade, momento em que alguns riscos de ruptura democrática foram vividos, sobretudo durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

O mito sebastianista ganha novo alento com figuras autoritárias, diz historiador André Belo

No Conversas com o Meio desta semana, Pedro Doria recebe o historiador português André Belo, autor de Morte e Ficção do Rei Dom Sebastião (Tinta-da-China Brasil), obra na qual analisa a biografia do rei de Portugal morto aos 24 anos na batalha de Alcácer Quibir, no século XVI. No papo, o editor-chefe do Meio e o historiador se debruçam sobre os efeitos da morte do monarca para a política portuguesa da época, bem como da acefalia que se abateu sobre o Tejo – e que gerou a união das coroas portuguesa e espanhola no que nos convencionamos a chamar de União Ibérica. E, ainda, os falsários que se passaram pelo rei após sua morte e durante o mistério que envolveu seu possível retorno a Portugal.

Livro sobre polarização extrema da política brasileira é lançado no Rio

No Conversas Com O Meio desta semana, Pedro Doria recebe Felipe Nunes e Thomas Traumann, que estão lançando o livro “Biografia do abismo”. A obra trata sobre a divisão entre apoiadores de Lula e Bolsonaro que mexeu com o cotidiano das pessoas e segue mesmo após a eleição.

“Crise Venezuela-Guiana pode provocar instalação de bases militares na Amazônia”, diz Celso Amorim

O ex-chanceler e atual assessor especial da Presidência, Celso Amorim, é o convidado desta semana no Conversas com o Meio. Em meio a uma crise na América do Sul, com as intenções da Venezuela sobre Essequibo, região hoje parte da Guiana, Amorim afirma que o real perigo na discussão é a instalação de pontos avançados dos EUA no coração da Amazônia. Em entrevista a Pedro Doria, Amorim ainda faz revelações sobre as tratativas do presidente Lula no Catar para a libertação do refém brasileiro sob custódia do Hamas, em Gaza. Além disso, eles conversam sobre as relações entre o Mercosul e a União Europeia com a proximidade da posse de Javier Milei na Argentina.

“Transição energética é uma necessidade urgente”, diz Aliel Machado

O entrevistado dessa semana do Conversas com o Meio é o deputado Aliel Machado (PV-PR). Ele é relator do projeto de lei que regula o mercado de carbono, fazendo com que as empresas sejam obrigadas a estabelecer limites para suas emissões de gases tóxicos. Quem emite além da meta, paga, quem reduz o índice de poluição, é recompensado. A proposta tem apoio do Ministério do Meio Ambiente, mas enfrenta resistência da bancada ruralista e de setores mais conservadores na Câmara. “O Brasil não está em uma ilha”. Para o deputado, o mercado regulado faz com que o Brasil se integre ao cenário internacional com vantagens. “Nossa luta é contra o negacionismo sobre as mudanças climáticas”, disse o relator. “A transição energética não é mais uma matéria acadêmica. É urgente”. Assista à entrevista concedida à repórter especial Luciana Lima.

“Presidente argentino não vai conseguir governar só com sua coalizão”, diz Sylvia Colombo

A eleição de Javier Milei, no último domingo (19), encerrou um processo eleitoral marcado pela polarização entre o peronismo e a vontade da sociedade argentina, sobretudo a parcela jovem, por uma mudança. O outsider venceu, o "mercado" gostou e até as relações internacionais já estão em ebulição. O que a vitória do extremismo liberal de Milei representa para nossos vizinhos? A jornalista Sylvia Colombo, correspondente da Folha de S. Paulo no país, é a convidada de Flávia Tavares no Conversas com o Meio desta semana para decifrar os principais enigmas às margens do Rio da Prata.

“Produtividade geral do Congresso é muito baixa”, diz Luciana Elmais, do Legisla Brasil

Quais deputadas e deputados produziram mais? A sensação de que 'político não trabalha', muito difundida na sociedade, é real? Diretora Executiva do Legisla Brasil, uma plataforma de apoio à atividade parlamentar, Luciana Elmais é a convidada da repórter especial Luciana Lima para falar do Legislativo. No papo, as xarás discutem os motivos de haver tão pouco conhecimento sobre o trabalho de legisladores, além dos caminhos possíveis - na Política e na sociedade - para aprimorar a atuação dos representantes eleitos pelo povo.

Ainda podemos evitar a catástrofe climática na Amazônia?

No Amazonas, as pessoas voltaram a andar de máscaras na rua. Dessa vez não é por causa da covid, mas da fumaça das queimadas, agravadas pela pior seca já registrada na região, pelo fenômeno El Niño e pelo aquecimento das águas do Oceano Atlântico (Amo). Uma pesquisa da União Europeia disse que 2023 vai ser mais quente em 125 mil anos. Por trás disso, claro, a mão do homem. Para falar sobre essa crise no clima neste Conversas Com o Meio, o editor executivo do Meio Leonardo Pimentel recebe a geógrafa Ane Alencar, diretora de Ciências do Instituto de Pesquisas da Amazônia (Ipam). A entrevistada explica como podemos evitar a catástrofe climática. Se é que ainda podemos.

“O Hamas existe porque Israel não tem interesse em acordo de paz”, diz Hussein Kalout

No Conversas com o Meio desta semana, o editor Leonardo Pimentel recebe o professor, pesquisador e ex-secretário Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Hussein Kalout, uma das vozes mais importantes da diplomacia brasileira. Na entrevista, os dois abordam a relação entre Benyamin Netanyahu e o Hamas, como ambos se alimentam, e as críticas ao chamado "direito de autodefesa" israelense, bem como as saídas para esse conflito e a postura brasileira nas tentativas de mediação entre as duas partes. Confira.

“Massa e Milei fazem estelionato eleitoral como Dilma fez em 2014”, diz Samuel Pessôa

No Conversas com o Meio desta semana, a editora Andrea Freitas recebe o economista e professor Samuel Pessôa. No papo, ele traça um histórico econômico da Argentina, sobretudo no século 21, e aponta para onde devem seguir as promessas encantadoras que ambos os candidatos à Presidência do país fazem na recém-inaugurada disputa do segundo turno. Além disso, Pessôa aborda o que pode ser tirado pelos vizinhos da experiência brasileira na última década, de convulsão política e erros econômicos.