Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.





Share Tweet


Carta do Leitor: Guilhermy França



Outro Truque! Trata-se de mais uma estratégia de flexibilização dos direitos trabalhistas, maior abertura para vendas e privatizações de nossas riquezas, e mais leis para favorecer os interesse estrangeiros. Quando o Legislativo, que dos três Poderes é o mais próximo da ditadura, o mais de direita e o mais burocratizado, pede um mudança na Constituição, num contexto de crise política e econômica, trata-se claramente de um retrocesso!

Dando com uma mão chavões despolitizados: “número de deputados de um estado seja proporcional a sua população”, “imposto novo ou mudança constitucional passe só por referendo”, “eliminação de cargos de confiança”, “partidos sejam financiados apenas por seus filiados e que todos os trabalhadores”, que seguem uma estratégia oportunista de propaganda baseada no mito de “punição da classe política” na esperança de melhora na política, o que despreza que a política precisa ser construída pela base da população e não por uma classe política obrigada constitucionalmente a ser a honesta. E tirando com a outra mão mais e mais da classe trabalhadora com pormenores e entrelinhas complexas.

Constituições sempre foram escritas com sangue. As que se escrevem com tinta foram na verdade escritas com dinheiro.



Share Tweet