Ação de igrejas e grupos bolsonaristas impulsiona bilheteria de ‘Som da Liberdade’

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Como aconteceu nos EUA, o filme Som da Liberdade (trailer) é um fenômeno de bilheteria no Brasil devido à mobilização de grupos ultraconservadores. O longa, que trata de tráfico de crianças, foi produzido por uma organização religiosa e é acusado de embutir teoristas conspiratórias de extrema direita. Igrejas evangélicas, organizações de policiais, a produtora Brasil Paralelo e o Angel Studios, que produziu o filme, têm comprado milhares de ingressos e distribuído gratuitamente, fazendo com que o longa tivesse mais de 240 mil espectadores na primeira semana. O movimento não é inédito. A Igreja Universal já fez distribuição de ingressos para alavancar filmes que produziu, o que garantia os recordes de bilheteria mesmo que as salas não estivessem cheias. (g1)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.