Bilionário francês Bernard Arnault é investigado por suspeita de lavagem de dinheiro

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O bilionário francês Bernard Arnault, segundo homem mais rico do mundo e CEO do império de luxo LVMH está sendo investigado por suspeita de lavagem de dinheiro em uma cidade turística nos Alpes, segundo a Procuradoria de Paris. A investigação incorporou um relatório da unidade de inteligência financeira do Ministério da Economia francês sobre as operações de Arnault e outro magnata, o russo Nikolai Sarkisov, na seleta via de esqui de Courchevel. Em 2018, Sarkisov comprou 14 propriedades imobiliárias em Courchevel por 16 milhões de euros (R$ 85 milhões) através da empresa La Flèche. Para financiar essas operações, Arnault teria transferido 18,3 milhões de euros para o oligarca russo. Segundo os investigadores, essa estrutura buscava “esconder a origem exata dos fundos” e “disfarçar o beneficiário efetivo de todas essas operações, ou seja, Bernard Arnault”. (Metrópoles)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.