Mortes por AVC devem disparar até 2050

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Quase dez milhões de pessoas morrerão por acidentes vasculares cerebrais (AVC) em 2050 em todo o mundo, segundo estudo publicado na revista The Lancet Neurology. O número representa uma alta de 47% em relação às 6,6 milhões de mortos pela doença em 2020, e se torna mais grave diante da estimativa de crescimento da população mundial em 24% no mesmo período. De acordo com o estudo, o maior crescimento no número de mortos deve ser registrado nos países pobres ou emergentes, o que aumenta a necessidade de medidas de prevenção, tratamento e reabilitação nesses locais. O trabalho, patrocinado pela Organização Mundial do AVC, lista 12 recomendações de aplicação imediata, como enfoque no controle da hipertensão, campanhas sobre a importância da melhoria no estilo de vida e criação de sistemas de monitoramento de baixo custo. (Folha)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.