Professores da USP decidem suspender greve

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Em assembleia na noite de terça-feira, os professores da USP decidiram suspender a greve que já dura três semanas após a reitoria assinar uma carta de compromissos prometendo aumentar o número de bolsas para alunos carentes e contratar 1.027 docentes para repor os quadros da instituição. Nesta quarta-feira os estudantes, que iniciaram o movimento, fazem uma assembleia para decidir se também retomam as atividades. Mesmo suspendendo a greve, os professores dizem que a proposta da reitoria não resolve temas importantes, como a reposição automática de docentes em caso de aposentadoria ou morte nem a cota de gênero e etnia para contratação de professores. (Estadão)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.