Inflação anual da Argentina sobe para 138,3% em setembro

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

A inflação anual da Argentina, medida para o Índice de Preços (IPC), subiu para 138,3% em setembro. Segundo o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec), o aumento foi de 13,9 pontos percentuais em relação aos 124,4% registrados em agosto. No mês, a alta foi de 12,7%. Às vésperas da eleição, o país enfrenta o maior aumento de preços desde agosto de 1991, época que o país lutava contra a inflação com a chamada “conversibilidade”, quando o governo decretou que um peso valia um dólar. De acordo com o Indec, o resultado de setembro foi puxado pelos setores vestuário e lazer. Com o patamar atual, a Argentina continua sendo o segundo país com maior inflação acumulada na América Latina, perdendo apenas para a Venezuela, que também enfrenta problemas econômicos. (Folha e Poder360)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.