Ataques a Flávio Dino unem petistas e bolsonaristas

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Nada como um “inimigo” comum para unir adversários. Petistas e bolsonaristas, usando estratégias diferentes, vêm fustigando o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), usando como arma a violência nos estados e a suposta ausência de uma estratégia nacional para combatê-la. A oposição ataca às claras e busca desgastar o governo através do ministro, além de sabotar suas chances de ser indicado a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), onde é apoiado por Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes. Já entre os petistas, a fritura é feita nos bastidores e tem um objetivo triplo. Primeiro, evitar que Dino, mesmo no STF, se cacife para ser um adversário do PT em eleições presidenciais. Segundo, separar Justiça e Segurança Pública, o que abriria vagas para abrigar aliados e indicados. Por fim, jogar nas costas do ministro pelo menos parte da culpa pela grave crise de segurança na Bahia, estado governado pelo PT desde 2007. Tanto que um dos maiores detratores de Dino dentro do governo seria o ministro da Casa Civil, Rui Costa, que governou a Bahia por dois mandatos. (UOL)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.