Ministro da Defesa diz que Israel não pretende assumir o controle de Gaza

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, disse nesta sexta-feira que seu país não pretende manter o controle da Faixa de Gaza após a iminente invasão para combater o grupo terrorista Hamas. Segundo ele, a operação militar contra os extremistas terá três fases. A primeira, o bombardeio já em curso seguido de operações em terra; a segunda, derrotar bolsões de resistência; e a terceira, “deixar a responsabilidade sobre a vida na Faixa de Gaza”. Israel ocupou a região na Guerra dos Seis Dias, em 1967, e só se retirou em 2005. Nesta sexta-feira, o Exército israelense bombardeou o sul do território palestino, a mesma região para qual havia recomendado que a população se dirigisse. (AP)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.