Gaza é alvo do pior bombardeio desde o início do conflito

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

A Faixa de Gaza sofreu na manhã desta segunda-feira o pior bombardeio desde o início do conflito entre Israel e o grupo terrorista Hamas, que controla o território. As forças armadas israelenses disseram ter atingido 320 “alvos militares” e feito incursões breves por terra no enclave palestino para matar atiradores e procurar os 222 reféns sequestrados pelos extremistas durante os atentados do último dia 7. Já o Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo Hamas, afirma que pelo menos 400 palestinos morreram nas últimas 24 horas, 70 deles em um bombardeio ao densamente povoado campo de refugiados de Jabalia. Ao longo do fim de semana, dois comboios somando 37 caminhões com ajuda humanitária atravessaram a fronteira de Gaza, vindos do Egito, mas funcionários da ONU afirmam que isso corresponde a uma pequena fração do necessário para atenuar a crise humanitária no território sitiado. É particularmente grave a escassez de medicamentos e de combustível para os geradores de hospitais. (Guardian)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.