Ministério Público reforça pedido de condenação de Bolsonaro no TSE

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou nesta terça-feira a análise de mais três ações contra a campanha à reeleição de Jair Bolsonaro (PL). Os ministros discutem se houve abuso de poder político e econômico no 7 de Setembro do ano passado, no Bicentenário da Independência. O Ministério Público Eleitoral defendeu a condenação de Bolsonaro e ressaltou a gravidade das condutas praticadas pelo então presidente. As ações foram apresentadas pelo PDT e pela campanha da então candidata a presidente do União Brasil, senadora Soraya Thronicke (MS). O advogado do PDT afirmou que essa é a acusação mais grave contra Bolsonaro: “Essa ação é mais gravosa do que todas as outras porque temos abuso de direito econômico, abuso político, mau uso de meios de comunicação”. Após a leitura do relatório e as sustentações orais, o julgamento foi suspenso e será retomado na quinta-feira. (Globo)

PUBLICIDADE

 

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.