Sob Musk, X perde receitas e é mais usado pela direita

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Para ler com calma. Um ano após Elon Musk comprar e assumir a posição de CEO do Twitter, atualmente chamado de X, a rede social tem amargado perdas financeiras e de desempenho, enquanto o perfil dos usuários tem ficado cada vez mais à direita do espectro político. Desde a aquisição da plataforma por US$ 44 bilhões, o número de tuiteiros ativos caiu mais de 30%, segundo dados obtidos pelo The Washington Post, em meio à saída de anunciantes, perda de receitas, e crescimento do número de contas conservadoras ao longo do tempo, mais do que qualquer grupo progressista ou de esquerda no mesmo período. (The Washington Post)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.