Declínio cognitivo de adultos acima dos 50 anos cresceu 50% com a pandemia

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

A cada dia surgem novas informações – em geral, ruins – sobre os efeitos da covid-19. Um estudo realizado na Grã-Bretanha mostrou que o declínio cognitivo entre adultos acima dos 50 anos teve um crescimento de 50% com a pandemia. A pesquisa, publicada na revista científica The Lancet Healthy Longevity, foi feita com três mil voluntários entre 50 e 90 anos que se submetem anualmente a testes cognitivos computadorizados que avaliam lógica, solução de problemas e memória. Na comparação com os resultados antes e durante a pandemia, os pesquisadores identificaram a aceleração no declínio cognitivo, independentemente de a pessoa ter contraído covid-19. “Nossas descobertas sugerem que os bloqueios e outras restrições que experimentamos durante a pandemia tiveram um impacto real e duradouro na saúde do cérebro em pessoas com 50 anos ou mais, mesmo após o fim dos confinamentos”, diz a professora Anne Corbett, da Universidade de Exeter. (Globo)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.