Corpo de Navalni, opositor de Putin, tem sinais de hematomas e convulsões

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O corpo de Alexei Navalni, um dos principais opositores de Vladimir Putin, apresenta sinais de hematomas e convulsões, de acordo com a Novaya Gazeta Europe. Ainda assim, não é possível indicar que ele tenha sido agredido ou mesmo assassinado por funcionários do governo russo. A informação divulgada pelo jornal veio, supostamente, de um paramédico do necrotério de Salekhard, onde estaria o corpo do ativista, e, segundo a fonte, há marcas de tentativas de reanimação cardíaca no tórax. Ele estava preso num campo de prisioneiros na Sibéria, onde cumpria 30 anos de detenção por condenações diversas. 

PUBLICIDADE

A morte de Navalni gerou uma onda de protestos no país, onde ele era tido como um bastião da resistência a Putin. Governos do Ocidente culpam o Kremlin pela morte, embora não apresentem provas das acusações, o que também se configura numa tentativa de deslegitimar a atuação do governo russo. O atestado de óbito foi apresentado à mãe de Alexei, Liudmila Navalni, que visitou a prisão onde o filho esteve encarceirado.  Oficialmente, o falecimento do ativista é dado por “síndrome da morte súbita”, mas o corpo, ainda não periciado, também não foi liberado aos familiares. (Folha)

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.