Toffoli suspende julgamento sobre descriminalização do porte de maconha

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli pediu vista (mais tempo para análise) no julgamento sobre a descriminalização do porte de maconha para consumo próprio nesta quarta-feira, podendo parar o processo por mais 90 dias. O caso foi retomado após um pedido de vistas de André Mendonça, que seguiu o entendimento de Cristiano Zanin, para manter o porte da cannabis como crime, sendo acompanhado por Nunes Marques, que votou em seguida. Até o momento, o placar segue 5 a 3 pela descriminalização do porte, sendo favorável o relator, Gilmar Mendes, seguido por Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber (aposentada). Além de Toffoli, faltam os votos de Luiz Fux e Cármen Lúcia. (CNN Brasil)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.