Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.





24 de julho de 2019
Consultar edições passadas

Suspeitos pelo hack da Vaza Jato são presos


A Polícia Federal prendeu, ontem, quatro suspeitos do hack que atingiu os celulares do ministro da Justiça Sergio Moro e do coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, o procurador Deltan Dallagnol. O que a PF ainda não afirma é se os suspeitos são os responsáveis pelas mensagens vazadas que foram encaminhadas ao site Intercept. Um homem e uma mulher foram presos na capital paulista, um segundo homem em Araraquara e, um terceiro, em Ribeirão Preto. Além das prisões, os policiais também executaram sete mandados de busca e apreensão nas três cidades pela operação batizada Spoofing. Ainda não há confirmação de se os quatro são também responsáveis pelos vários outros hacks de juízes, procuradores, políticos e jornalistas, incluindo os mais recentes, da deputada federal Joice Hasselmann e do ministro da Economia, Paulo Guedes. (Estadão)

Um dos presos é um DJ de Araraquara, Gustavo Elias Santos, de 28 anos, conhecido por tocar em festas na cidade. “Estou chocada, tremendo”, disse sua mãe. “Tenho certeza que meu filho não está envolvido nisso, não.” Sua mulher, Suellen Priscila de Oliveira, também foi levada pela PF. (Folha)

O homem preso em Araraquara é Walter Delgatti Neto. Delgatti, que já foi filiado ao DEM, tem 30 anos e responde a processos de estelionato. Foi preso três vezes por crimes como falsificação de documentos, receptação de material roubado, posse ilegal de remédios controlados e tráfico de entorpecentes. Apesar da filiação ao DEM, andava bastante ativo no Twitter desde 27 de maio, dias antes da primeira publicação do Intercept. Em muitos posts, pedia Lula Livre. Na última, comentou sobre o hack do ministro Paulo Guedes. “Aí vem coisa hein kkk.” (Antagonista)

Leia: O perfil de Twitter do suspeito.

Levados para Brasília, os três e mais o homem preso em Ribeirão Preto, que ainda não foi identificado, foram interrogados por três horas. Após isto, o advogado do casal pediu que a PF esperasse sua chegada à capital para que o depoimento só continuasse com sua presença. Gustavo e Suellen passaram a noite na Superintendência da PF no Distrito Federal. Os outros dois foram levados a local não identificado. (Estadão)

Aliás... O diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, informou ao STF que não existe qualquer inquérito instaurado para investigar o jornalista Glenn Greenwald. (Estadão)

Pedro Doria: “Em momento algum foi necessário periciar o aparelho celular de Moro, Dallagnol, ou de qualquer outro. Porque nenhum celular foi invadido. A operação da Polícia Federal que prendeu nesta terça-feira quatro suspeitos de trabalhar no hack que originou o vazamento dos diálogos entre Dallagnol não se chama Spoofing à toa. Baseia-se na técnica do Caller ID Spoofing, o método utilizado pelo grupo. E este é o ponto menos compreendido: nenhum aparelho celular foi invadido, como não foi invadida nenhuma companhia telefônica, ou mesmo os servidores do app de mensagens Telegram. Caller ID Spoofing é uma técnica que faz um celular, ou mesmo um computador ligado à rede de telefonia, fingir ser o smartphone com aquele determinado número. O hacker fingiu, por exemplo, estar com o número de Dallagnol. A partir daí, o que mais provavelmente ocorreu foi que, com este simulador de celular operacional, requisitou ao Telegram fazer uma nova instalação do app. Como quem muda de smartphone, mantém o mesmo número, e reinstala o WhatsApp. O Telegram pede um código de confirmação para permitir a instalação, que pode vir por SMS ou correio de voz. Todos os hackeados falam de terem recebido uma ligação de seu próprio número ou no final da noite ou durante a madrugada. Era, provavelmente, o celular falso tentando acessar o correio de voz.” (Globo)

A Petrobras vendeu o controle da BR Distribuidora. Sua participação foi reduzida dos atuais 71% para 37% e, ao todo, as ações renderam R$ 9 bilhões à estatal. De acordo com Guilherme Amado, a aquisição foi feita por 160 investidores diferentes de Reino Unido, Canadá, EUA e outros países. (Época)


O Partido Conservador britânico, uma instituição próxima de completar 200 anos de idade, elegeu ontem para seu líder o ex-prefeito de Londres, Boris Johnson. Por ter maioria na Câmara dos Comuns, ele deve se tornar o próximo primeiro-ministro de Inglaterra, Escócia, Gales e Irlanda, que juntas formam o Reino Unido. “Estamos em um momento histórico de virada”, Boris falou em seu discurso, “e precisaremos reconciliar dois nobres instintos. Um do desejo de amizade, livre mercado, apoio mútuo e segurança entre o Reino Unido e nossos parceiros europeus. O outro, simultâneo, nosso desejo de coração por governarmos nós mesmos este país.” Ele recebeu pouco mais de 92 mil votos, representando 66% dos afiliados ao partido. Com fama de excêntrico, o cabelo de um louro quase branco esvoaçante e cortado à cuia, como o de um cavaleiro medieval, Boris Johnson foi o principal líder do movimento para deixar a União Europeia. Seu slogan de campanha para premiê foi Fazer o Brexit, unir o país e derrotar Jeremy Corbyn. Trata-se do líder do Partido Trabalhista. O futuro morador da casa de número 10 da Downing Street quer fazer aprovar o Brexit no Parlamento até 31 de outubro. Mas, por ter uma maioria estreita, muitos acreditam que ele terá de dissolver o Parlamento e convocar novas eleições, torcendo para que a população britânica lhe entregue uma maioria que garanta seu objetivo. (Guardian)

Larry Elliott, editor de Economia: “Os impostos vão baixar e o gasto público aumentar, se Boris Johnson cumprir as promessas que fez em sua campanha para primeiro-ministro. É uma mudança da política de austeridade fiscal adotada nos últimos nove anos e Johnson se comprometeu com um programa que envolverá aumento do endividamento do governo.” (Guardian)

The Economist: “Uma analogia pode ser dispensada. Mr Johnson não é um Donald Trump britânico. Sim, ele compartilha com o presidente americano da habilidade de ler os humores públicos, é viciado em atrair para si atenção, e não tem qualquer vergonha de ser desonesto. Mas a ele faltam os instintos autoritários de Mr. Trump, seu racismo e a crueldade persistente. Por temperamento, é um social liberal, relaxado com o ambiente fluido e aberto no qual se tornou o Reino. A maioria de seu Partido Conservador no Parlamento é muito pequena. Se o Partido Trabalhista se mantiver unido contra o governo, há conservadores rebeldes o suficiente para bloquear os planos de Johnson. Negociadores da União Europeia não se sensibilizarão com seu charme. Será provavelmente um período duro como premiê. Mas ele tem uma vantagem. O novo líder do Partido Conservador não terá de lidar com um criador de problemas ambicioso e talentoso chamado Boris Johnson.”

Cultura


A série baseada em O Senhor dos Anéis, produzida pela Amazon, avança. Segundo informações da Variety, a australiana Markella Kavenagh está em negociações para interpretar uma personagem chamada Tyra. JD Payne e Patrick McKay são responsáveis pelo roteiro, ao lado de Bryan Cogman, ex-astro de Game of Thrones, como consultor criativo. Sem data de estreia definida, a Amazon revelou que a história se passará durante a Segunda Era da história da Terra Média. A conta oficial do show no Twitter divulgou um mapa com duas mensagens: “Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los, Um Anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los. Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam" e “Sejam bem-vindos à Segunda Era”.

O Masp espera bater recorde de público com a exposição Tarsila Popular, que vai até domingo em São Paulo. A mostra já reuniu 350 mil pessoas até o último domingo. É o maior público dos últimos 20 anos do museu e um fenômeno comparado à exposição de Monet na década de 90, que reuniu 400 mil pessoas. O quadro mais disputado da exposição, obviamente, é O Abaporu (1928) que pertence ao Malba (Museo de Arte Latino americano de Buenos Aires), e não visitava São Paulo desde 2008. Ontem, dia de visita gratuita, a obra causou filas de seis horas para selfies.

Mick Jagger estrela o novo suspense de arte do diretor italiano Giuseppe Capotondi. Um "thriller erótico neo-noir", descreve o NME. Intitulado The Burnt Orange Heresy é uma adaptação do romance de Charles Willeford e será lançado no Festival de Veneza no próximo mês. O líder dos Rolling Stones, de 76 anos, já fez outros filmes e quase estrelou a obra-prima de Werner Herzog, Fitzcarraldo, em 1982. Na nova investida dramática, ele interpreta um rico colecionador de arte que recruta um casal para roubar a obra de um artista de renome interpretado por Donald Sutherland.

Do ex-presidente da Ancine, Manoel Rangel: “Único filtro que a democracia admite é o do cidadão. O Estado deve se manter longe da escolha de temas, conteúdos e abordagens das obras audiovisuais”. (Folha)

Tom Hanks aparece impecável como Mr. Rogers, o famoso apresentador infantil americano, no primeiro trailer de A Beautiful Day in the Neighborhood. Estreia em janeiro de 2020.

Viver


A Via Láctea engoliu uma galáxia de um quarto de sua massa 10 bilhões de anos após uma "colisão violenta" que não assentou completamente por eras, disseram astrônomos do Instituto de Astrofísica de Canárias (IAC). Eles usaram o telescópio espacial Gaia para fazer medições exatas da posição, brilho e distância de cerca de um milhão de estrelas na Via Láctea a 6.500 anos-luz do Sol e identificaram dois conjuntos estelares distintos — um mais azul, contendo menos metal, e um mais vermelho, contendo mais. Depois de estudar seu movimento e composição, a equipe determinou que os dois conjuntos de estrelas tinham a mesma antiguidade, mas o mais azul foi colocado em um "movimento caótico" — evidência de que a Via Láctea engoliu uma galáxia menor. O processo de "canibalismo cósmico" é longo, dizem os pesquisadores, e tem um efeito sobre a galáxia como um todo. Remanescentes da galáxia anã, conhecida como Gaia-Enceladus, podem ter formado o halo da atual Via Láctea. A pesquisa foi publicada na revista científica Nature Astronomy.

Para entender o tamanho da descoberta, uma ilustração baseada em dados da sonda Gaia mostra a distribuição de 150 milhões de estrelas na Via Láctea, com tons laranja e amarelo destacando maiores densidades estelares. São as mais antigas, cronologicamente, já identificadas.

Como a indústria da cannabis transformará o mundo? Denis Russo Burgieman agora assina uma coluna semanal na Época sobre o assunto. O objetivo, explica, não é ser contra nem a favor.

21 imagens impressionantes do incêndio florestal que castigou nos últimos dias o distrito de Castelo Branco, a 225 quilômetros de Lisboa, mesma região onde dezenas de pessoas morreram em 2017. Nas últimas semanas, grandes incêndios florestais atingiram outros países europeus, como Espanha, Grécia e Alemanha.

Cotidiano Digital


O Departamento de Justiça dos EUA abriu uma investigação antitruste ampla contra as gigantes do Vale do Silício. “Sem a disciplina da competição significativa num mercado, as plataformas digitais podem não agir conforme as demandas dos consumidores”, informou Makan Delrahim, da Divisão Antitruste. O Departamento não citou nenhuma companhia especificamente, mas falou no sentido geral de buscas, mídias sociais e serviços de varejo, sugerindo Google, Facebook e Amazon. É o movimento mais forte até agora, por parte do governo americano, contra as empresas. (New York Times)





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.




24 de julho de 2019
Consultar edições passadas