Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.



11 de novembro de 2019
Consultar edições passadas

Evo renuncia à presidência da Bolívia


Evo Morales renunciou à presidência da Bolívia ontem à noite, após uma escalada de tensões desde o último dia 20, quando ocorreram eleições gerais no país. Também renunciaram o vice-presidente Álvaro García Linera, o presidente da Câmara dos Deputados Víctor Borda, a presidente do Senado Adriana Salvatierra, e alguns ministros. Mais cedo, num gesto de rara interferência militar na América Latina atual, o comandante do Exército, Williams Kaliman, havia sugerido a renúncia de Evo. Ainda antes, a Central Operária Boliviana, associação dos sindicatos urbanos que fazia parte da base de apoio do presidente, também cobrou sua renúncia. Inúmeros sindicatos de mineiros igualmente haviam virado as costas para ele. A polícia está amotinada, recusando-se a obedecer ao governo. O país acordou, ontem, com a notícia de que a OEA encontrou indícios de fraude na contagem dos votos que livraram Evo de disputar um segundo turno e o elevaram a um segundo mandato. O então presidente chegou a anunciar que convocaria novas eleições.

O país está em caos. Em seu discurso de renúncia, Evo acusou os dois principais opositores, Carlos Mesa e Luis Fernando Camacho de serem responsáveis por uma série de ataques a seus partidários. A casa do ministro da Mineração, César Navarro, foi incendiada. O presidente da Câmara renunciou afirmando que seu irmão era mantido como refém. (El País)

À noite, a casa de um dos principais aliados de Mesa também foi incendiada. (Página Siete)

O agora ex-presidente denunciou que a polícia tem ordens para prendê-lo. Morales afirma ser vítima de um Golpe de Estado. (Twitter)

A polícia nega que exista esta ordem. (EMOL)

Homens encapuzados da polícia prenderam a presidente e o vice-presidente do Tribunal Supremo Eleitoral. Segundo o comandante da polícia, seguiam ordens do Ministério Público. (G1)

De acordo com o constitucionalista Williams Bascopé, na ausência dos quatro que estão na linha sucessória, Câmara e Senado devem entrar em sessão, eleger novos presidentes, então acatar oficialmente os pedidos de renúncia de Evo e seu vice, para na sequência quem assumir o Senado ser elevado ao cargo de presidente interino. A vice-presidente do Senado, Jeanine Añez, afirma que ela é a próxima na linha sucessória oficial. (Infobae)

O governo do Chile atendeu a um dos principais pedidos dos manifestantes que tomaram o país nas últimas semanas: a convocação de uma Assembleia Constituinte. O texto atual data da Ditadura de Augusto Pinochet, embora tenha sofrido muitas emendas desde a reinstalação da democracia, em 1990. Em entrevista ao diário El Mercúrio, o presidente Sebastián Piñera afirmou que uma nova Carta precisará estabelecer como deveres do Estado a oferta de direitos sociais como saúde e educação. (El Mercúrio)

A Espanha realizou ontem sua quarta eleição geral em quatro anos. O PSOE, tradicional partido de centro-esquerda liderado por Pedro Sánchez, venceu novamente como em abril — mas fez menos cadeiras. O Vox, de extrema-direita, dobrou seu tamanho, se tornando a terceira força política do país após o PP, força tradicional da direita. (El País)


O ex-presidente Lula usou seu primeiro dia de liberdade, no sábado, para fazer um discurso em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Na véspera, havia se encontrado com o ex-ministro José Dirceu, que também foi posto em liberdade por conta da decisão do Supremo que suspendeu a prisão automática após condenação em segunda instância. Assista ao discurso. (Poder 360)

Ainda: a lista dos doze homens condenados pela Lava Jato que podem ser ou já foram soltos pela decisão do STF. (Poder 360)

Steve Bannon, o articulador político que tenta organizar o movimento internacional da direita populista, afirmou em entrevista que Lula se tornará ‘o pôster boy da esquerda globalista’. “O Brexit, a eleição de Donald Trump e até Bolsonaro são fatores intrinsecamente ligados”, afirmou em entrevista à BBC. “Você vê as mesmas coisas acontecendo. O Judiciário permitindo que Lula saia da prisão vai fortalecer Bolsonaro. Ele vai virar um imã para a esquerda global se intrometer na política brasileira. É o maior ídolo, agora que Obama está fora da política.” (BBC)

Boris Fausto: “É difícil num clima que se criou. De um lado, o Bolsonaro falando que tem um canalha que foi solto, de outro lado o PT partindo para revanche. Nós não temos Mandela neste país. O Mandela é uma exceção. As tendências de polarização são muito fortes e navegar é preciso. É preciso um pouco de lucidez. Até quando vamos continuar nisso? O fato de que o Lula se lance a uma campanha de acusações e faça romaria política no momento em que é preciso aglutinar forças com mais calma, no horizonte democrático, só vai acelerar a possibilidade de uma faísca que resuma no fechamento do regime democrático. Por outro lado, é uma liderança indiscutível. E como o governo vive da instabilidade, gerando também a instabilidade, é uma situação extremamente difícil. Acho que a maioria da população, nessa hora, pode mostrar que talvez esteja cansada de polarização e comece a trilhar um outro caminho, mas vamos ter um pouco de ceticismo nisso porque não dá para ter muitas ilusões. Temos praticamente uma ultradireita no poder, isso é visível e extremamente grave. E tem algumas pessoas de extrema esquerda dizendo que estamos numa ditadura. Não estamos numa ditadura. Temos arranhões sérios na ordem democrática, mas longe de estarmos numa ditadura. Ao mesmo tempo é preciso evitar que isso aconteça. Precisamos construir um núcleo que se afaste de todas as utopias absurdas da extrema direita que estão envenenando a vida política do país.” (Globo)

Comece o dia com todo gás

Comece o dia com todo gás


Qual é a melhor fonte de criatividade? Cérebro ou coração? A pergunta foi feita pela Universidade de Connecticut e pela Universidade de Illinois em um novo estudo publicado no Journal of Consumer Research. A conclusão? O coração. É mais importante pensar em como seu público se sente. Segundo Kelly Herd, professora de marketing da Universidade de Connecticut, os testes indicaram que o processo empático se sobressai. Os pesquisadores pediram que um grupo conceituasse novos produtos considerando soluções lógicas. Quando solicitado a criar sabores de batata frita para mulheres grávidas, eles pensaram em sabores como "sal" e "churrasco". O outro grupo foi instruído pensar no usuário final. Eles pensaram em sabores como picles e sorvete, sushi com wasabi, e algo chamado “margarita para a mãe”. Sushi e margaritas não são apenas escolhas surpreendentes. São sabores que a maioria das mulheres grávidas se abstém por nove meses. Os resultados: os empáticos foram considerados os mais criativos e suas ideias não foram menos práticas que o grupo lógico. Ou seja, suas soluções não vieram à custa do realismo. Mas por que a empatia uma ferramenta criativa tão eficaz? Porque leva a uma maior flexibilidade cognitiva. O estudo recomenda uma prática simples. Dedicar 30 segundos ou um minuto pensando em outra pessoa e em como ela deve se sentir. Trinta segundos que podem mudar tudo.

Quanto tempo se leva para criar um hábito? Alguns dizem 21 dias. Outros argumentam 60 dias ou mais. Seja como for, alguns aspectos da nossa rotina são benéficos para o nosso crescimento pessoal e profissional, enquanto outros apenas nos atrasam. Para líderes encarregados de atingir seus próprios objetivos, mas também orientar outros, é essencial prestar atenção nos padrões negativos. O Fast Company pediu que oito executivas descrevessem os hábitos que tiveram que abrir mão. É o caso de Kate Lewis, que dirige a estratégia de conteúdo de 25 publicações na Hearst Magazines. Sua liderança triplicou os visitantes únicos mensais chegando a 150 milhões de pessoas nos EUA. E uma mudança que potencializou sua carreira foi parar de usar a frase "eu acho" depois de perceber que enviava muitos emails nesse padrão.

Três horas de música que promovem o foco durante estudos e trabalhos. O vídeo contém batidas binaurais e frequências de tons isocrônicos que variam entre as faixas Theta e Beta, compostas de 3Hz a 18Hz.

Cultura


Após a eleição de Donald Trump, em 2016, e a Marcha das Mulheres, em 2017, uma curadora foi motivada a agir em nome de mulheres artistas. Como resultado, 50 museus dos EUA estão organizando exposições feministas em todo o país até 2020. É uma iniciativa para ajudar a promover exposições, performances e programas de arte antes da eleição presidencial. Nesta semana, os frutos de seu trabalho se tornarão públicos. Apsara DiQuinzio, curadora sênior de arte moderna e contemporânea do Berkeley Art Museum e do Pacific Film Archive, lançará oficialmente a Feminist Art Coalition (FAC). O Hammer Museum da UCLA, em Los Angeles, o Whitney Museum of American Art, em Nova York, e o Walker Art Center, em Minneapolis, estão entre os museus que já se inscreveram para participar.

A cada episódio de Watchmen (HBO), novas revelações bombásticas vêm a tona. E uma personagem importante deu as caras. Um vídeo comenta as teorias e uma possível conspiração secreta por trás da série.

Uma PEC pode extinguir fundos públicos de patrocínio cultural. Nomeado para o comando da Secretaria Especial de Cultura, Roberto Alvim encontrará pela frente um desafio. Pode perder dois dos recursos de subsídio mais importantes da subpasta: o Fundo Nacional de Cultura - R$ 1,4 bilhões em 2019, e o Fundo Setorial do Audiovisual, R$ 724 milhões. Como parte do Mais Brasil, a PEC dos Fundos Públicos está causando preocupação entre produtores culturais e artistas. O Projeto prevê o uso do dinheiro estacionado nos fundos públicos para o pagamento da dívida pública.

Viver


O fotógrafo britânico Robert Freeman morreu sexta-feira, aos 82 anos. Ele foi responsável pelas capas de With the Beatles, Beatles for Sale, Help! e Rubber Soul, discos importantes na década de 1960.

Paul McCartney usou o seu blog para prestar uma longa homenagem a Freeman, elogiando-o como "um dos nossos fotógrafos favoritos que apresentou algumas de nossas capas de álbuns mais icônicas". Ele acrescentou: "Além de ser um grande profissional, ele era criativo e um autêntico". Freeman também trabalhou nas seqüências finais dos dois primeiros filmes dos Beatles, caso de A Hard Day's Night.

Algumas de suas fotos. (Twitter)

Fragmentos de óleo foram encontrados este domingo em mais uma praia no Espírito Santo — é a quarta do estado a registrar a substância em sua areia. O material foi encaminhado para análise, em que os exames constatarão se este é o mesmo produto que atingiu mais de 400 localidades na Região Nordeste.

Cotidiano Digital


É só em fevereiro próximo que sai, mas detalhes começam a vazar do Samsung Galaxy S11, o novo aparelho topo de linha da coreana. Serão três tamanhos de tela — 6,2 polegadas, 6,7 e 6,9 — e uma bateria bem maior do que a atual. Uma versão do aparelho será compatível com redes 5G.

O Spotify quer ir além da música e reforça a aposta em podcasts no Brasil. Diretora da empresa na América Latina, Mia Nygren, enxerga grandes oportunidades no País para o formato. Só o Spotify hospeda 500 mil capítulos de podcasts. Ainda é uma mídia que atrai poucos anunciantes, mas algo que a empresa quer mudar. Nesse esforço, vale até produzir conteúdo próprio. Na última semana, o Spotify deixou sua sede no bairro de Pinheiros, onde trabalhavam 38 pessoas, para ocupar um novo escritório na região da Avenida Paulista.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



11 de novembro de 2019
Consultar edições passadas