Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.



31 de janeiro de 2020
Consultar edições passadas

Bolsonaro frita Onyx Lorenzoni e esvazia Casa Civil


O ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni chegou ontem a Brasília, após ter antecipado seu retorno das férias nos EUA. Já encontrou sua pasta imensamente esvaziada, após o presidente Jair Bolsonaro ter tirado dela sua principal função — o PPI, Programa de Parcerias e Investimentos. Foi para o ministério da Economia. Em seu partido, o DEM, muitos recomendam que ele deixe a pasta. Foi um gesto repentino de esvaziamento, por parte de Bolsonaro, e enquanto ele estava fora do país. O ministro e o presidente conversarão hoje para decidir seu futuro. (Folha)

A quinta-feira foi marcada por confusão no Planalto. Bolsonaro voltou atrás e negou a readmissão do número dois da Casa Civil. O presidente já havia publicado no Diário Oficial que Vicente Santini seria indicado a um novo cargo na pasta, mas tornou a admissão sem efeito. Em um tuíte, ele anunciou ainda a demissão do interino, Fernando Wandscheer de Moura Alves, tudo sem consultar Onyx. Consultou, porém, os generais Augusto Heleno e Luiz Carlos Ramos que, segundo Lauro Jardim, o convenceram de que a manutenção de Santini como favor aos filhos representaria um desgaste grande demais. (Globo)

É possível que Onyx saia mesmo. Nos bastidores há uma ofensiva interna contra o ministro organizada pela ala militar. A ideia é transferi-lo para um ministério da área social, o que o faria deixar o Palácio do Planalto. Segundo aliados do presidente, o caso Santini surgiu como a justificativa perfeita para uma reformulação. Bolsonaro não estaria contente com a atuação de Lorenzoni e, desde o ano passado, vem diminuindo ao poucos seu poder. Em junho, ele já havia perdido a função de articulador político e a Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ). A coordenação do Conselho da Amazônia também foi passada para o vice-presidente, Hamilton Mourão. (Estadão)

Agora de manhã, mais uma baixa atropelando o ministro. Gustavo Chaves Lopes, assessor de imprensa, foi exonerado. (Antagonista)

Pois é. O PPI era uma demanda antiga de Paulo Guedes, que não via razão de o programa ficar subordinado à Casa Civil. Guedes fez chegar ao presidente que o programa tinha que ser tocado por técnicos da Economia. (G1)

Meio em vídeo: A paz não voltará tão cedo ao Planalto central — agora há um Sérgio Moro transformado na Esplanada e ele decidiu entrar numa negociação pública com o presidente. Quer ser indicado este ano para o STF. Em caso contrário...

E o líder do governo Bolsonaro no Senado seria o 'real dono' de concessionária da Jeep, aponta a PF. Deflagrado na Operação Desintegração, Bezerra Coelho (MDB) é investigado por fazer parte de esquema de propinas de R$ 5,5 milhões de empreiteiras quando foi ministro da Integração do governo Dilma. Segundo documentos apreendidos, o senador teria recebido R$ 322 mil e atuado pela concessão de benefícios fiscais. (Estadão)

A transformação digital do mundo traz toda sorte de impacto — no trabalho, por exemplo. Automação aliada a inteligência artificial levará inúmeras profissões à extinção. Mas também vai criar — aliás, já está criando — inúmeras carreiras novas. O foco, aliás, deixa de estar na profissão formal de uma pessoa e se volta para as habilidades específicas que ela desenvolveu, com que ferramentas sabe trabalhar, e portanto na sua flexibilidade de se adaptar de carreira em carreira. Este é o assunto do Meio de Sábado, que não só listará muitas destas habilidades como vai indicar onde se instruir a respeito delas online. São muitas as fontes digitais desta nova forma de educação, e frequentemente gratuitas. Assine. Sai por quase nada.


Donald Trump tuitou três vezes mais desde o início do seu processo de impeachment. Foram quatro mil tuítes durante mais de quatro meses, segundo levantamento da DAPP FGV. O recorde foi no dia 22 de janeiro, quando o presidente americano postou 142 vezes. O motivo: criticar os sete deputados democratas e seus argumentos no Senado. (O Globo)

Aliás… hoje o Senado vota se adiciona ou não testemunhas ao julgamento. Os republicanos estão otimistas de que poderão concluir o processo sem ouvir testemunhas adicionais, como o ex-conselheiro de segurança nacional John Bolton. (Politico)


As fake news se multiplicam mais que o vírus

Tony de Marco

 
Coronavirus

Histórias para ouvir

Histórias para ouvir


Histórias para ouvir. A qualquer hora. Em qualquer lugar. No treino, antes de dormir, na fila. E os leitores do Meio têm direito a experimentar o Storytel por 30 dias. Sem custo. Experimente.

Na biografia Novos Baianos, a história de um dos principais grupos da Música Popular Brasileira nos últimos cinquenta anos. Luiz Galvão, um dos fundadores, é quem conta os bastidores de um dos símbolos da afirmação da liberdade e da democracia no Brasil. O livro conta também as desventuras do jovem grupo que surgiu na década de 1970, a relação com as drogas, as trapalhadas com a polícia e o cotidiano intenso vivido em comunidade. Ouça.

Cultura


Em São Paulo, o MIS abre amanhã uma exposição para celebrar os 90 anos de Hilda Hilst com retratos, desenhos, edições originais e uma instalação onde se pode ouvir a voz da poeta. Por ocasião da abertura, haverá ainda a leitura de textos por Bete Coelho, Cida Moreira e Glamour Garcia. Na edição paulistana do projeto Condo, 16 galerias de diversas partes do mundo fazem uma grande exposição colaborativa que se divide em seis espaços de arte da cidade. Confira os endereços. Acontece hoje o reencontro histórico de Flora Purim e Airto Moreira, lendas do jazz brasileiro, nos palcos do Sesc Vila Mariana. No sábado e no domingo, Marcos Valle revisita o repertório de Previsão do Tempo, disco de 1973 relançado em vinil. De hoje a domingo Liniker, Luedji Luna, Letrux, Maria Gadú e Xênia França se reúnem no Sesc Pompeia para o lançamento em CD do projeto Acorda Amor. No sábado rola também um Noites Trabalho Sujo com show da Orquestra Imperial e participações de, entre outros, Céu e Ana Frango Elétrico. Para quem quer mais festa, a mesma noite ainda tem a primeira Mamba Negra do ano. Amanhã tem show do quarteto de Hamilton de Holanda no Sesc Pompeia. O Itaú Cultural reuniu pessoas de 13 a 22 anos para discutir o lugar do jovem no mundo contemporâneo. Do encontro resultou a instalação Nosso Labirinto e Seus Ecos, que será aberta ao público hoje.

No Rio, a coletiva Cities in Dust ocupa a Capintaria com obras em suporte variado de artistas como Bárbara Wagner, Rivane Neuenschwander, Luiz Zerbini e Cerith Wyn Evans. O MAR apresenta duas novas exposições: a coletiva Rua!, com cerca de 80 obras de artistas como Carlos Vergara, Evandro Teixeira, Paula Trope e grafiteiros convidados, e a individual UóHol, na qual o artista paraense Rafael BQueer discute decolonialidade, gênero e sexualidade. A noite de hoje no Circo Voador é de Rincon Sapiência, que lança o disco Mundo Manicongo: Dramas, Danças e Afroreps com a participação de Lellê. Para celebrar o centenário de Federico Fellini, o MAM exibe 70 registros ampliados do fotógrafo Paul Ronald que acompanham as filmagens e os bastidores do clássico 8½. Hoje e amanhã Gilberto Gil apresenta o repertório do disco OK OK OK no Vivo Rio. No domingo tem mais Gil, agora na voz de Tom Veloso, que o homenageia na série Música no Jardim do IMS. Antes, no sábado, outra tropicalista se apresenta: Gal Costa, acompanhada de Rubel, na Fundição Progresso. A individual Múltiplos Singulares, que percorre diferentes fases da carreira de Cildo Meireles, foi prorrogada e pode ser vista no Mul.ti.plo Espaço Arte até 29 de fevereiro. O IMS exibe a partir de amanhã uma retrospectiva do cineasta japonês Seijun Suzuki (1923-2017), cuja estética pop influenciou diretores como Jim Jarmusch e Takeshi Kitano. Para mais dicas culturais, assine a newsletter da Bravo!

Desde que Regina Duarte aceitou assumir a Secretaria Especial da Cultura, alguns artistas manifestaram seu apoio público à atriz. Maitê Proença foi uma delas. Zizi Possi e Marcio Garcia também.

Nana Caymmi: “Regina, desejo a você a mesma coragem que você tem como atriz, nesse seu novo cargo. Quanto às críticas nocivas, não as leia. Eu te respeito muito. Zele pela cultura.” (O Globo)

E uma das primeiras medidas de Duarte no comando da Secretaria Especial da Cultura será trocar a presidência da Funarte. Dante Mantovani foi associado ao terraplanismo por ter participado de eventos em que o assunto foi tratado e também fez ligações entre o rock e o satanismo.

Viver


A Organização Mundial da Saúde declarou ontem que os casos do novo coronavírus 2019 n-CoV são uma emergência de saúde pública de interesse internacional. São milhares de infecções na China e em 19 países. Com isso, uma ação coordenada de combate à doença deverá ser traçada entre diferentes autoridades e governos. É a sexta vez que a OMS toma uma decisão do tipo. Uma das cinco emergências globais anteriores foi por ocasião da epidemia do Zika vírus, descoberto no Brasil em 2016.

A província chinesa de Hubei, epicentro da epidemia, registrou 42 novas mortes e mais 1.220 casos confirmados. Com esses registros, 213 pessoas morreram devido à doença na China, com 9.720 infecções. Outros 19 países já registraram casos. Ontem, entraram para a lista Índia, Filipinas e Itália. Quatro das 19 nações com casos confirmados já notificaram infecções em cidadãos que não estiveram na China, o que indica transmissão interna do vírus.

Por aqui, o temor da contaminação gerou uma corrida em São Paulo por máscaras cirúrgicas descartáveis em sete dias. Infectologistas afirmam que uso do produto não é necessário no Brasil.

E cuidado com outro tipo de vírus... e-mails carregados de malware, supostamente oferecendo orientação, estão infectando computadores para roubar senhas cadastradas. Melhor não abrir.

E o Grupo Abril relança a marca Veja Rio. A revista impressa volta a circular no próximo dia 8 de fevereiro, sempre no primeiro sábado do mês. A publicação havia saído de circulação em 2018.

Por falar em jornalismo, o The Guardian decidiu banir anunciantes de empresas de óleo e gás.

Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers fazem neste domingo, 2 de fevereiro, em Miami, a 54ª edição do Super Bowl, a final da NFL. O pontapé inicial para a partida está marcado para 20h30, no moderno Hard Rock Stadium, casa do Miami Dolphins. A partida terá transmissão exclusiva da ESPN no Brasil.

Por falar em futebol americano, Tom Brady, a lenda, também conhecido por aqui como o 'marido da Gisele', postou uma foto enigmática no Twitter. Foi trending topic a noite inteira.

Parece pipoca doce...Esta é o registro de maior resolução da superfície do Sol. O Telescópio Solar Daniel K. Inouye, da National Science Foundation, tirou as imagens do cume de Haleakala, Maui, no Havaí.

Cotidiano Digital


O Google está sendo pressionado para identificar os ocupantes do carro usado no assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes. O MP-RJ quer que a empresa quebre o sigilo de todos os celulares que passaram em uma via no mesmo momento. A empresa diz que estaria violando a privacidade e a intimidade dos usuários. O MPF concorda e já se posicionou ao lado do Google, acirrando a disputa entre as esferas estaduais e federais que brigam pelo caso. (O Globo)

E conheça os 117 novos emojis que serão liberados este ano.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



31 de janeiro de 2020
Consultar edições passadas