Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.



18 de fevereiro de 2021
Consultar edições passadas



O Supremo é unânime: deputado deve ficar preso


O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), passou o dia ontem ouvindo os líderes partidários para sentir o pulso da Casa e reagir à prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ). Tentou também uma solução negociada com o Supremo. Silveira publicou um vídeo defendendo o AI-5 e o fechamento do STF e atacando ministros da Corte. Como primeiro passo, a Mesa Diretora da Câmara pediu a abertura de processo por quebra de decoro contra ele no Conselho de Ética. O órgão, suspenso há mais de um ano, será reativado por ordem de Lira. (Globo)

Pois é... Ontem de manhã havia a decisão solitária do ministro Alexandre Moraes. Mas já de tarde, numa votação que demorou minutos, o pleno do STF referendou por unanimidade a decisão e manteve a prisão. Os ministros enfatizaram a gravidade do ataque à instituição e a legalidade da prisão em flagrante. Em seguida, a Procuradoria Geral da República apresentou denúncia contra o deputado por agressões verbais aos ministros da Corte, incitar violência física para impedir o funcionamento dos Poderes e incitar animosidade entre as Forças Armadas e o STF. (G1)

A reação unânime do STF e a ação da PGR fizeram com que líderes na Câmara avaliassem ser difícil revogar a prisão. Eles defendem adiar ao máximo a análise do plenário para que o deputado passe ao menos um fim de semana preso. (Estadão)

Moraes marcou para a tarde de hoje a audiência de custódia de Silveira, que será feita na Superintendência da PF do Rio pelo juiz instrutor Aírton Vieira. É um direito de todo preso. (Poder360)

A grande questão em torno da decisão de Moraes é a caracterização do flagrante de crime inafiançável, única situação em que um parlamentar pode ser preso. Mesmo reconhecendo crimes na fala do deputado, especialistas divergem se a publicação de um vídeo em rede social pode configurar “flagrante continuado”. (Folha)

O YouTube, aliás, tirou do ar o vídeo do deputado. (UOL)

O Palácio do Planalto está acompanhando o caso à distância. O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR) disse que a prisão “não é um assunto do governo”, e o presidente Jair Bolsonaro, a quem o deputado preso é ligado, passou o dia sem tocar no assunto. (Estadão)

Eleito em 2018, Silveira tem uma vida tumultuada como soldado da PM do Rio. Segundo a corporação, ele teve 60 sanções disciplinares, incluindo 26 dias de prisão. O boletim da PM considera “cristalina sua inadequação ao serviço policial militar”. (G1)

E ele manteve a postura beligerante mesmo depois de preso. No IML, o deputado se recusou a usar máscara e bateu boca com funcionários. (Globo)

A prisão de Silveira acirrou a luta dentro do PSL. Luciano Bivar (RJ), presidente da legenda, prometeu expulsar o correligionário, que estava suspenso, cuja ação classificou como “inaceitável”. Já o líder na Câmara, o bolsonarista Major Vitor Hugo (GO), divulgou nota em defesa do colega preso. (Poder360)

A promessa de levar o caso de Daniel Silveira (PSL-RJ) ao Conselho de Ética da Câmara não é garantia de punição. Um exemplo aconteceu na cúpula do Congresso ao lado, no Senado. Flagrado com dinheiro na cueca em outubro do ano passado, Chico Rodrigues (DEM-RR), retomou o mandato após licença de 121 dias sem que seu caso tenha sido julgado pelo Conselho de Ética da Casa, que está parado há mais de um ano. Há uma pressão para que ele se licencie novamente. (Globo)

Diga-se... Rodrigues retomou o mandato por ter sido autorizado, ontem mesmo, por ordem do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo. (Folha)

Enquanto assiste de longe, por enquanto, à crise nos demais Poderes, Jair Bolsonaro enfrenta um problema que o afeta de perto: a reação a seus quatro decretos que ampliaram ainda mais a posse de armas. Tradicional aliada do governo, a bancada evangélica está dividida, e parte deve apoiar a derrubada das medidas por considerá-las contraditórias com valores religiosos. (Globo)

Já a oposição, sem maioria no Congresso, apela para a Justiça. O PSB entrou com uma ação no STF afirmando que os decretos são inconstitucionais e pedindo sua anulação. (UOL)

Guilherme Boulos, candidato pelo PSOL à prefeitura paulista no ano passado, foi apontado como uma das 100 lideranças do futuro pela revista americana Time.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), iniciou ontem mais uma sessão de quimioterapia após exames identificarem um novo nódulo em seu fígado. Ele luta contra o câncer desde 2019. (G1)

O pouso em Marte do rover Perseverance será o tema da charge animada de Tony de Marco que publicamos as sextas. Acompanhe a criação dela hoje, às 15h, na PixotoscoTV, no Twitch.

Quando duas correntes políticas perdem a capacidade de conversar, a democracia se vê ameaçada. Quando não há mais fontes de informação que não tendam para um lado ou para o outro, a ameaça se agrava. O Meio é crítico — e sempre será, não importa qual governo ou qual a oposição. Investir em jornalismo é uma aposta na democracia. Assine o Premium.

Embratel

Tech no próximo nível


Reduzir o custo da chamada “última milha” é um dos principais desafios para os varejistas, principalmente do meio digital. Essa última etapa da entrega de um produto representa pelo menos 24% dos custos logísticos. No ecommerce, chega a 45%. A solução para os negócios tem sido a automação: 32% das companhias brasileiras já usam algum tipo de veículo autônomo, 15% já utilizaram drone em alguma etapa de suas operações e pelo menos 36% esperam aumentar ou iniciar esse uso nos próximos dois anos, segundo o Ilos. Os robôs também já começam a ganhar mais espaço — o iFood, por exemplo, quer começar a testar um capaz de carregar até 30 quilos. (Valor)

Então… Com a pandemia, o Brasil subiu dez posições e ficou em 62º lugar no Índice Mundial de Comércio Eletrônico 2020, da Unctad, a agência da ONU sobre comércio e desenvolvimento. (Valor)

Muito se fala em cidades inteligentes, mas poucos sabem como começar. Para muitas, o caminho tem sido na troca por postes de luz de LED. Segundo relatório do Northeast Group, uma empresa de inteligência de mercado de cidades inteligentes, as cidades vão investir US$ 8,2 bilhões neles nos próximos 10 anos — mais de 90% dos postes de luz serão LED em 2029 e 35% estarão conectados. Há um motivo por esse ser o primeiro passo: reduzem em até 40% o custo de energia e, com a instalação de sensores, podem ganhar outras funções, como ajudar a encontrar vaga de estacionamento, controlar o trânsito e monitorar a qualidade do ar.

A pandemia deixou claro que uma empresa resiliente é capaz de sobreviver a qualquer tipo de cenário. Para a Deloitte, empresas que se encaixam nessa categoria são preparadas, adaptáveis, colaborativas, confiantes e responsáveis. Isso significa, por exemplo, líderes que planejam todos os resultados, sejam eles em curto, médio ou longo prazo. Mais responsabilidades além dos resultados financeiros, com foco também nos colaboradores. E priorização e adoção de novas medidas no meio do caminho, mesmo que isso implique parar projetos ou investimentos. Confira todos os atributos.

Quando uma empresa decide migrar a sua operação para a nuvem, essa é só a primeira decisão de um processo que é revolucionário. No #MeioDigital desta semana, o editor Pedro Doria explica a evolução tecnológica das últimas décadas - dos primeiros computadores até a inteligência artificial - e como as novas tecnologias vão transformar a forma como nos relacionamos com as coisas mais simples do dia a dia. Com a geladeira e o carro, por exemplo. Assista.

Viver


A falta de doses, que está interrompendo a vacinação em diversas cidades, é resultado de uma sequência de erros que, segundo especialistas, pode adiar ainda mais a volta à normalidade. O primeiro deles foi a aposta em uma única vacina, a Oxford/AstraZeneca. A falta de uma coordenação central também contribuiu negativamente. (Globo)

Então... O ministério divulgou ontem um cronograma de recebimento de vacinas mês a mês, com previsão de 11 milhões de doses em fevereiro e 46 milhões em março. Até julho, diz o comunicado, o país deve produzir ou receber 230,7 milhões de doses. (Poder360)

O Instituto Butantan deve antecipar para agosto a entrega do lote de 54 milhões de doses de CoronaVac comprado pelo Ministério da Saúde. Segundo o diretor Dimas Covas, o instituto passará a liberar, a partir da próxima terça-feira, 426 mil doses por dia da vacina. (UOL)

O Estado do Rio levou 16 dias para descobrir que um morador de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, morreu devido à P.1, a variante do coronavírus identificada primeiramente em Manaus. Outras três infecções pela P.1 já foram confirmadas no estado. (Globo)

O governo do Ceará decretou toque de recolher das 22h às 5h a partir de hoje. Escolas ficarão fechadas e todo o serviço público será feito remotamente. (Poder360)

E já são 242.178 os mortos pela Covid-19 no país. Ontem foram registrados 1.195 óbitos, mantendo a média móvel de uma semana acima de mil pelo 28º dia seguido. (G1)

Meio em vídeo. Vídeos nas redes sociais mostram profissionais de saúde fingindo aplicar vacinas em idosos no Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás e Alagoas. O Conselho Federal de Enfermagem, o Ministério Público e a polícia investigam os casos. Confira mais detalhes sobre o assunto e como se proteger deste problema no #MeioExplica no Youtube.

Panelinha no Meio. Dificilmente alguém associa músculo a um prato de qualidade. É uma carne de terceira, é verdade. Mas tudo depende do preparo. Só o que ele precisa é levar calor e pressão para perder a rigidez. Como neste delicioso ensopado de músculo com um toque de limão. Tomates, cebolas, suco e raspas de limão, alho e tomilho são alma do prato, que pode ser acompanhado por purê de batatas.

Cultura


O cantor Belo chegou a ser preso ontem por conta de um show que realizou no último sábado numa escola pública no complexo de favelas da Maré, na Zona Norte do Rio, mas foi solto horas depois. Apresentações desse tipo estão proibidas devido à pandemia de Covid-19. Nas redes sociais, fãs publicaram vídeos da aglomeração. Há suspeita também de que a escola tenha sido invadida para a apresentação. Também foi pedida a prisão de dois donos da produtora responsável e do chefe do tráfico de drogas na comunidade, que seria o patrocinador do show. Belo já foi preso duas vezes e condenado uma por associação para o tráfico. (G1)

Primeira novela em cores da TV brasileira, em 1973, O Bem-Amado, de Dias Gomes (1922-1999), chega ao streaming pela Globoplay. Baseada numa peça que o próprio Gomes escreveu em 1962, como sátira ao governador da Guanabara, Carlos Lacerda, a novela conta a história do coronel Odorico Paraguassu, prefeito da fictícia Sucupira, no litoral da Bahia. Corrupto e mulherengo, ele se elege prometendo construir um cemitério na cidadezinha. Cumpre a promessa, mas, ato contínuo, as pessoas do local param de morrer. (Estadão)

Cotidiano Digital


O Facebook cumpriu sua ameaça e vai bloquear a visualização e compartilhamento de notícias na Austrália. Usuários de outros países também ficam impossibilitados de ter acesso ao conteúdo da mídia do país na plataforma. A medida é uma resposta à proposta australiana de um código de conduta que exige que as big techs negociem com cada veículo de imprensa uma remuneração pelo uso de seu conteúdo.

O Google também ameaçou sair, mas optou por fechar acordos com empresas de mídia para ter acesso aos conteúdos produzidos pelos veículos. Um deles é com a News Corp, dona do canal Fox News, da agência Dow Jones e do jornal Wall Street Journal. Suas publicações se juntarão ao Google News Showcase, produto de notícias do Google que já firmou compromisso com mais de 500 publicações em todo o mundo, incluindo o Brasil.

Essa pressão já se espalha pela Europa. A UE planeja seguir a mesma linha dos australianos. (Folha)

A Microsoft ainda demostrou apoio para que os EUA também adotem iniciativa semelhante. (Globo)

A briga entre a criadora do Fortnite e a Apple vai para a Europa. Desde ano passado, a Epic Games recorre judicialmente nos EUA de sua exclusão da App Store após tentar contornar a cobrança da taxa de 30% da Apple sob todas as transações feitas no marketplace. A disputa não avançou no país, e agora a desenvolvedora entrou com uma queixa antitruste contra a Apple na UE.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



18 de fevereiro de 2021
Consultar edições passadas