Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.



13 de janeiro de 2022
Consultar edições passadas..



Primeiras vacinas para crianças chegam ao Brasil


Chegou nesta madrugada o primeiro lote de 1, 2 milhão de doses da vacina pediátrica da Pfizer, que permitirá a estados e municípios iniciarem a imunização de crianças entre cinco e 11 anos. Até o fim do mês, o laboratório deve entregar 4,3 milhões de doses ao país. O governo de São Paulo abriu um pré-cadastro para a imunização dessa faixa etária. (g1)

E não é sem tempo. Segundo a Fiocruz, a variante ômicron voltou a lotar UTIs país afora. Segundo a Fiocruz, quatro capitais têm ocupação acima de 80%, o que é considerado crítico: Recife (80%), Belo Horizonte (84%), Fortaleza (88%) e Goiânia (94%). (Metrópoles)

Além de sobrecarregar os sistemas de saúde, a disparada da ômicron no Brasil está provocando uma escassez nos insumos para testes. Por conta disso, a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed) recomendou aos laboratórios que priorizem os exames para pacientes graves, trabalhadores da saúde e outros profissionais essenciais. (g1)

Também por causa da nova cepa, o governo de São Paulo determinou a redução do público em jogos do campeonato paulista a 70% da capacidade dos estádios e recomendou que as prefeituras adotem a mesma medida para situações de aglomeração, como shows e feiras. (Estadão)

Enquanto isso... A província canadense de Québec, segunda mais populosa do país, pegou pesado. Pessoas não vacinadas estão proibidas de comprar bebidas alcoólicas e maconha, que é legalizada. O efeito veio de bate-pronto: a procura por imunização cresceu 300%. (Folha)

O prefeito carioca Eduardo Paes gostou da ideia e brincou no Twitter: “pensando em pegar esse bonde e proibir o Litrão (uma gelada) pra eles aqui no Rio”. (Twitter)

Embora uma onda de calor intenso avance pelo Sul do país, Minas Gerais ainda sofre com as chuvas que caem desde o fim do ano passado. Mais de dez mil pessoas tiveram de deixar suas casas nas últimas 24 horas, e a Defesa Civil registrou cinco mortes, elevando o número de vítimas das enchentes a 24. Dos 853 municípios mineiros, 341 estão em estado de emergência. Uma boa notícia é que a chuva deve diminuir ao longo do fim de semana, embora ainda haja previsão de pancadas em algumas regiões do estado. (g1)

Panelinha no Meio. Dizem que tudo tem gosto de frango, mas a verdade é que essa proteína pega bem qualquer gosto. Daí o frango com especiarias e leite de coco explorar sabores mais exóticos, com pimenta caiena, pasta de amendoim (sem açúcar) e o próprio leite de coco.

Com o Meio Político, você não fica sem argumento. Com a nossa assinatura premium você recebe todas as quartas-feiras a nossa edição exclusiva sobre o cenário político, em profundidade. Conheça os benefícios e assine agora.

Embratel

Tech no próximo nível


Aprovada por Lei Federal e restrita ao tempo de duração da pandemia, a telemedicina é uma das tecnologias que podem contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população brasileira. Entre os benefícios estão a democratização, a facilidade de acesso aos profissionais e aos programas de promoção à saúde e a redução dos custos corporativos. Tecnologias como o 5G, inteligência artificial e aprendizado de máquina podem contribuir ainda mais para o avanço do setor. Saiba como a tecnologia contribui para aumentar a qualidade de vida.

Um nicho específico que vem crescendo no metaverso é o setor imobiliário. Uma parceria entre a One Sotheby’s International Realty, a Voxel Architects e o artista e colecionador de NFTs Gabe Sierra apresentou a primeira mansão “MetaReal”, que inclui uma casa no mundo real e uma versão virtual no mundo 3D conectado, que ficará dentro da plataforma The Sandbox. A casa física terá sete quartos e nove banheiros e ficará em Miami, nos Estados Unidos, com construção prevista para o quarto trimestre de 2022. (Época Negócios)

E pesquisadores da Universidade de Michigan desenvolveram uma nova tecnologia para permitir que baterias de lítio-enxofre usada em carros elétricos superem problemas relacionados ao ciclo de vida, como o número de vezes que podem ser carregadas e descarregadas. A solução pode ampliar em cinco vezes a autonomia dos veículos elétricos. (Olhar Digital)

Política


Acabou de vez a trégua entre Jair Bolsonaro (PL) e o Supremo Tribunal Federal (STF), mediada pelo ex-presidente Michel Temer após os atos de 7 de setembro. Ontem, em entrevista a um site governista, ele voltou a atacar os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, seus alvos tradicionais na Corte. “Quem é que esses dois pensam que são? Vão tomar medidas drásticas dessa forma, ameaçando, cassando liberdades democráticas nossas. Os dois, nós sabemos, são defensores do Lula, querem o Lula presidente”, afirmou. Moraes, que vai presidir o TSE nas eleições deste ano, é relator de cinco inquéritos contra Bolsonaro no STF. Mais tarde, Bolsonaro aproveitou a primeira cerimônia oficial no Palácio do Planalto para atacar diretamente o ex-presidente Lula (PT). “Querem reconduzir à cena do crime o criminoso, juntamente com Geraldo Alckmin”, disse. (Globo)

O Supremo e Lula não foram os únicos alvos de Bolsonaro. A ciência também apanhou. Na mesma entrevista em que criticou Moraes e Barroso, o presidente falou sobre a variante ômicron do coronavírus, dizendo que ela “não matou ninguém” e que seria um “vírus vacinal”.  “Algumas pessoas estudiosas sérias e não vinculadas a farmacêuticas, né, dizem que a Ômicron é bem-vinda e pode, sim, sinalizar o fim da pandemia”, afirmou. Em resposta, o diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, disse que “nenhum vírus que mata pessoas é bem-vindo”. (Metrópoles)

Um dos motivos dos ataques de Bolsonaro seria a primeira pesquisa do ano sobre as eleições de outubro, divulgada ontem pela Genial/Quaest. Segundo o levantamento, Lula lidera o primeiro turno com 45% dos votos, seguido de Bolsonaro com 23%, Sérgio Moro (Podemos) com 9%, Ciro Gomes (PDT) com 5%, João Doria (PSDB) com 3% e Simone Tebet (MDB) com 1%. Lula tem quatro pontos a mais que a soma dos adversários, o que indicaria vitória no primeiro turno. No segundo turno, o petista venceria todos os adversários, enquanto Bolsonaro perderia em todas as simulações com seu nome. (CNN Brasil)

Carolina Brígido: “A retomada dos ataques aos ministros do STF logo em janeiro mostra o tom da campanha de reeleição do presidente. Mas também revela que ele não está nada satisfeito com o avanço de investigações caras para o governo — como a dos atos antidemocráticos e a das fake news. Com as pesquisas eleitorais caminhando rumo ao PT, não há mais nada a perder.” (UOL)

A bancada da bala, que defende no Congresso os interesses da indústria bélica e das forças de segurança, já pressiona contra um possível veto ao reajuste salarial previsto somente para PF, PRF e agentes penitenciários federais, aprovado no Orçamento da União. O aumento provocou reação em áreas como a Receita Federal e o Banco Central. “Não acredito que o presidente vai recuar” diz o líder do grupo, o deputado Capitão Augusto (PL-SP). “O aceno de dar essa reestruturação das carreiras já gerou uma expectativa. Recuar seria pior.” (Estadão)

E essa não é a única dor de cabeça no Orçamento. O ministro do STF André Mendonça deu cinco dias para que o governo, a Câmara e o Senado deem explicações sobre o Fundo Eleitoral de R$ 4,9 bilhões. O Partido Novo entrou com uma ação no Supremo afirmando que o fundo é inconstitucional, por não prever a origem dos recursos. É o primeiro despacho de Mendonça como ministro da Corte. (CNN Brasil)

O Twitter suspendeu nesta quarta-feira a conta do empresário bolsonarista Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan. Em vez das postagens, o perfil dele exibe a mensagem “O Twitter suspende as contas que violam as regras”. O STF já havia suspendido contas do empresário na rede, em julho de 2020, por conta da divulgação de notícias falsas, mas desta vez a iniciativa partiu da plataforma. Na terça-feira o Twitter obrigou o pastor Silas Malafaia a apagar 11 postagens e o impediu de publicar por 12 horas. É uma reação às acusações de leniência por parte da rede com a desinformação no Brasil. (Metrópoles)

Enquanto isso... Mais de 80 organizações de checagem de fatos de todo o mundo divulgaram uma carta aberta à CEO do YouTube, Susan Wojcicki, acusando a plataforma de ser um dos principais canais de desinformação e propagação de notícias falsas online. O documento lista exemplos de vídeos de diferentes países que causaram danos na vida real e pede que o YouTube amplie esforços contra fake news em idiomas diferentes do inglês. Entre os signatários de mais de 46 países estão o Africa Check, o Washington Post Fact-checker, dos EUA; Agência Lupa e Aos Fatos, do Brasil. (Aos Fatos)


Debaixo de uma saraivada de críticas, o premiê britânico Boris Johnson teve que se desculpar publicamente por ter participado de uma festa de funcionários nos jardins de sua residência oficial, em Londres. O convescote aconteceu em maio de 2020, quando a regras de distanciamento proibiam encontros de mais de duas pessoas, mesmo ao ar livre. Martin Reynolds, principal assessor de Johnson, mandou o convite para cerca de cem colegas, que receberam a recomendação de trazer a própria bebida. Johnson disse que pensou ser uma reunião de trabalho, apesar das garrafas. (g1)

Cultura


Num convento medieval, uma freira começa a ter visões místicas (ou delírios) que misturam religiosidade e erotismo e se chocam com a moral da muito justamente chamada Idade das Trevas. O argumento de Benedetta (trailer para maiores), que estreia hoje nos cinemas, tem toda a polêmica que marca a filmografia de seu diretor, o holandês Paul Verhoeven, responsável, entre outros, por Instinto Selvagem, Robocop, Conquista Sangrenta e o mal afamado Showgirls. Se, em vez disso, você quer rir sem compromisso, Cacau Protásio e Rafael Portugal prometem gargalhadas com Juntos e Enrolados (trailer). E, para quem acha que a realidade não anda assustadora o bastante, há Pânico (trailer), continuação/reboot do clássico slasher de 1996.

Confira a programação dos cinemas na sua cidade. (AdoroCinema)

Para ler com calma. Um dos mais importantes intelectuais brasileiros das últimas décadas, Muniz Sodré completa 80 anos e discorre sobre a experiência com a covid-19 (chegou a ser entubado duas vezes), do ataque às instituições culturais e democráticas no país e de como a comunicação e a sabedoria do candomblé são escudos contra o obscurantismo e o ódio. (Globo)

Quem viu O Esquadrão Suicida (o segundo, o bom) sabe que o diretor James Gunn partiu para a galhofa violenta sem as amarras familiares impostas, por exemplo, pela Marvel/Disney. E ele eleva isso a outro patamar na série Pacificador (trailer), que estreia hoje na HBO-Max, lar do universo DC. O ex-lutador John Cena reassume o papel do anti-herói que ama a paz a ponto de matar qualquer um por ela – e mais uma vez convence. É diversão garantida, mas não veja com as crianças. (Omelete)

A arte brasileira perdeu ontem um ícone com a morte, aos 94 anos, de Ruth Rachou, uma das precursoras da dança moderna no país. Além de bailarina consagrada, ela foi coreógrafa de filmes musicais da Vera Cruz e diretora do núcleo de dança da TV Record, trabalho pelo qual ganhou, em 1963, o Prêmio Roquete Pinto. A família não informou a causa da morte. (Estadão)

Cotidiano Digital


Um estudo da consultoria App Annie indicou que, no ano passado, os brasileiros passaram, em média, 5,4 horas por dia no smartphone. O país lidera o ranking pelo segundo ano, agora empatado com a Indonésia. Entre os aplicativos mais usados estão o WhatsApp, seguido pelo TikTok. Somados, os usuários no Brasil passaram 193,3 bilhões de horas no celular em 2021. (App Annie)

E a Amazon planeja enviar a assistente de voz Alexa para uma missão da Nasa na Lua. Programada para lançamento em março ou abril de 2022, a missão Artemis I levará a bordo uma assistente virtual para ser testada por astronautas. Um hardware desenvolvido será integrado à Alexa e permitirá que o dispositivo funcione sem conexão com a internet e opere a plataforma de videoconferência Webex fora do planeta. (TecMundo)





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



13 de janeiro de 2022
Consultar edições passadas