Ainda não é assinante? Assine. Não custa nada.



16 de maio de 2022
Consultar edições passadas



Prezadas leitoras, caros leitores —

Não, hoje não é sexta-feira. E, ainda assim, tem charge no Meio. E elas serão mais frequentes.

Os autores são os mesmos, a turma do Grupo de Risco — João Spacca, Orlando Pedroso, Marcelo Martinez — que vão se alternar segundas e quartas — e, claro, a quadra se completa com a voltas das charges de nosso diretor de arte, Tony de Marco, toda sexta-feira.

O noticiário não anda dos mais animadores, às vezes precisamos doutras linguagens para quebrar o gelo. Não é?

— Os editores.


Doria acusa cúpula tucana de golpe e racha terceira via


A negociação para uma candidatura única com MDB e Cidadania ampliou a crise no PSDB ao longo do fim de semana. No sábado, o ex-governador João Doria, que venceu as prévias do partido, enviou uma carta ao presidente da legenda, Bruno Araújo, classificando como golpe a iniciativa de contratar pesquisas de opinião para decidir o candidato. “Apesar de termos vencido legitimamente as prévias, as tentativas de golpe continuaram acontecendo”, escreveu. Em resposta, Araújo convocou para amanhã uma reunião da Executiva Nacional tucana, mais as bancadas no Congresso. Segundo fontes, ele vai tentar formar uma maioria contra o ex-governador. (CNN Brasil)

Jogando lenha na fogueira, o deputado Aécio Neves (PSDB-MG), rejeitou uma aliança com a senadora Simone Tebet (MDB-MS) no topo e disse que a candidatura de Doria ao Planalto tinha como objetivo abrir caminho para Rodrigo Garcia herdar o governo paulista e disputar a recondução ao cargo. Mais uma vez, ele defendeu a candidatura do ex-governador gaúcho Eduardo Leite, derrotado nas prévias. Para os aliados de Garcia, Aécio tenta jogar no colo deste o eventual desgaste de Doria. Eles lembram que o próprio deputado mineiro criou uma estrutura para minar o ex-governador paulista durante as prévias. (Folha)

O alto comando do partido avalia que a carta é um “quase rompimento” e avalia que, por conta da alta rejeição, a candidatura de Doria “mata” as chances eleitorais de Garcia, o que pode tirar do PSDB, pela primeira vez em décadas, o governo paulista. Uma voz tucana de peso, porém, ficou ao lado do ex-governador. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse no Twitter que Doria “agiu bem, ressaltando que o resultado das prévias deve ser respeitado”. (Estadão)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) falou ontem em transferir recursos de outros ministérios para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), cuja crise financeira ameaça uma de suas estratégias eleitorais. Na sexta-feira, o presidente do órgão, Geraldo Melo Filho, distribuiu um ofício avisando que, por falta de verba, todas as atividades, fora supervisão e vistoria, estavam suspensas. A medida inclui as cerimônias de concessão de títulos de propriedade, prioridade absoluta de Bolsonaro. “Vou ver se acerto com o Paulo Guedes esta semana, precisamos de mais recurso. Porque custa dinheiro você mandar o pessoal para as áreas, trabalhar, emitir o respectivo título de propriedade. E isso não pode parar”, afirmou o presidente. (Folha)

Bolsonaro, aliás, fez uma defesa enviesada do deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo STF por pregar atos antidemocráticos, violência contra ministros da Corte e a volta do AI-5, depois indultado pelo presidente. “Você tem que ter pena das pessoas (que querem o AI-5), e não querer prender”, disse a apoiadores. Ele também atacou quem critica as manifestações em seu apoio, a despeito dos cartazes e discursos contra o STF. “ó um psicopata ou imbecil para dizer que os movimentos de 7 de setembro e 1º de maio são atos que atentam contra a democracia”, afirmou. (UOL)

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) conseguiu uma vitória ontem contra seu rival regional, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). O deputado estadual Paulo Dantas (MDB) foi eleito indiretamente pela Assembleia Legislativa de Alagoas para governar o estado até janeiro. Lira apoiava Davi Maia (UB), segundo colocado. O mandato-tampão foi necessário porque o ex-governador Renan Filho (MDB) renunciou em abril para se candidatar ao Senado, o vice Luciano Barbosa deixará o cargo em 2020 ao se eleger prefeito de Arapiraca, e o presidente da Assembleia, Marcelo Victor (MDB) recusou-se a assumir o governo, o que impediria sua candidatura à reeleição. (Metrópoles)


A polícia do estado de Nova York não tem dúvidas de que o assassinato de dez pessoas num bairro negro da cidade de Buffalo, no sábado, foi motivado por racismo. Segundo as autoridades, o suspeito preso, Payton Grendon, um jovem branco de 18 anos, publicou um manifesto racista na internet, viajou mais de 300 quilômetros para chegar ao local do ataque e transmitiu ao vivo o massacre numa rede social. A arma supostamente usada no crime foi comprada legalmente. (CNN)

Para ler com calma. A ideologia por trás de mais este massacre de motivação racista circula nos EUA há mais de 70 anos. Em 1947, o então senador democrata pelo Mississippi Theodore Bilbo publicou um livro sobre como a “raça branca” seria substituída por negros e mestiços e defendia que estes fossem banidos do país. Ele acabou perdendo a eleição e morrendo de câncer naquele ano, mas sua teoria da “grande substituição” persiste no extremismo racista. (Washington Post)

A despeito das ameaças russas, a Finlândia pediu neste domingo o ingresso na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), pacto militar dos EUA e da Europa ocidental que garante que todos os signatários defenderão qualquer membro que seja atacado. O país tem mais de 1.300 quilômetros de fronteira com a Rússia. Na Suécia, que mantinha uma posição de neutralidade desde o século 19, o Partido Social-Democrata, que governa o país, mudou de posição e decidiu também pleitear o ingresso na Otan, com a ressalva de não aceitar a instalação de armas nucleares da aliança em seu território. (BBC)

O ingresso, porém, não será simples. A Turquia, que já faz parte da Otan, diz que só aceita a adesão se Finlândia e especialmente Suécia pararem de apoiar “organizações terroristas”. Estocolmo apoia abertamente o Partido dos Trabalhadores do Kurdistão (PKK, na sigla em turco), classificado por Ankara como um grupo terrorista. A entrada de um país na Otan depende de aprovação unânime dos membros. (DW)


Enquanto isso, no mercadinho da esquina...

Marcelo Martinez

MEIO_mm_16mai_560px

Nossa assinatura premium não tem pegadinha, daquelas que é mais barata nos primeiros meses e depois dá um salto, ou daquelas outras que você precisa falar com sei lá quantos atendentes para cancelar, precisa dar um tempo? É só ir em nosso site premium e cancelar, depois você pode voltar, quando quiser. Sempre pelo mesmo preço, mais barato do que um lanche na padaria. Assine.

Viver


Um misterioso surto de hepatite que já atingiu crianças em dezenas de países pode estar relacionado à infecção pelo sars-cov-2, vírus causador da covid-19. A hipótese ganhou força graças a um estudo de pesquisadores britânicos e americanos, publicado na sexta-feira. As crianças que tiveram essa hepatite não apresentam os tradicionais vírus causadores da doença, mas 72% delas têm a presença de um adenovírus chamado 41F. O estudo indica que os efeitos prolongados da covid-19 podem criar uma condição propícia no organismo infantil ao surgimento de inflamações graves provocadas pelo adenovírus. (Globo)

Enquanto isso... O Ministério da Saúde criou uma “sala de situação” na qual técnicos vão monitorar o desenvolvimento da hepatite misteriosa no Brasil. Já foram confirmados 44 casos da doença em crianças de nove estados. (CBN)

Uma das principais alegações dos críticos de cotas em universidades públicas é que elas puxariam para baixo o nível das instituições. Não é o que diz uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) acompanhando o desempenho de 11 mil estudantes que ingressaram em 2018. No final do primeiro semestre daquele ano, a diferença máxima na mediana das notas entre cotistas e não cotistas era de 1,2 ponto. Ao final ao final de 2021, caiu para apenas 0,7 ponto. Segundo a coordenadora da pesquisa, Marta Arretche, professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP), uma das explicações é a alta competitividade do processo de seleção. “O vestibular seleciona os melhores, a elite de cada grupo”, diz ela. (Folha)

Uma das características do meio ambiente é que ações sobre ele, para bem e para mal, refletem-se para além de uma área ou região específica. É o que está acontecendo com as baleias jubarte, cuja população vem se recuperando de forma sustentável em parte graças à proteção no Parque Nacional Marinho de Abrolhos, na Bahia. Segundo o engenheiro Eduardo Camargo, coordenador do Projeto Baleia Jubarte, a população brasileira desses animais no início deste século era de dois mil indivíduos. Hoje, eles são estimados em 25 mil, e já podem ser vistos novamente nos litorais de estados mais distantes, como São Paulo e Santa Catarina. (Estadão)

Cultura


Encontros e despedidas. Mais que uma canção antológica (Spotify), esse é o clima dos shows que Milton Nascimento fará em 2022, quando completa 80 anos. Chamada de Última Sessão de Música, a turnê será a última do cantor, que pretende, porém, continuar compondo e gravando. As primeiras apresentações serão no Rio de Janeiro, em 5 e 6 de agosto, mas haverá uma prévia em junho, também no Rio, para convidados e 400 pessoas que comprarem NFTs do artista, à venda a partir desta quinta-feira no site da turnê. Para Milton, é também a comemoração dos 60 anos de carreira, já que considera ‘marco zero’ sua mudança de Três Pontas para Belo Horizonte, onde conheceu os parceiros com os quais formaria o Clube da Esquina, cujo álbum duplo homônimo (Spotify), de 1972, acaba de ser escolhido o melhor já gravado no Brasil. “Melhor de todos os tempos eu não pensei. Mas que é bom, é”, brinca Milton. (Globo)

Morreu na manhã de sábado, aos 58 anos, o cineasta Breno Silveira, diretor do sucesso Dois Filhos de Francisco (trailer) sobre a dupla Zezé di Camargo e Luciano. Ele teve um infarto no interior de Pernambuco, onde filmava Dona Vitória, com Fernanda Montenegro, e chegou a ser hospitalizado, mas não resistiu. Silveira, que começou no cinema como diretor de fotografia, dirigiu também Gonzaga: De Pai Para Filho e Entre Irmãs. (CNN Brasil)

A Ucrânia venceu. Calma, não é o que você está pensando. O país ganhou a edição 2022 do Eurovision, considerado o mais importante concurso de música do mundo. O resultado era esperado, já que a decisão foi por voto popular, e havia uma campanha de apoio ao país, invadido pela Rússia em fevereiro. A música vencedora foi Stefania (YouTube), da Kalush Orchestra, uma mistura de hip-hop com música folclórica. O Eurovision acontece desde 1956, com a única interrupção em 2020 por conta da pandemia. Cada país inscreve uma música, apresentada ao vivo, e o público escolhe o vencedor. Tradicionalmente, o país que ganha uma edição sedia a seguinte, e o governo ucraniano já anunciou que vai realizar o Eurovision 2023, a despeito da atual situação do país. Em tempo, essa é a terceira vitória da Ucrânia na história do festival. (g1)

Cotidiano Digital


Ao anunciar na sexta-feira a suspensão temporária da compra do Twitter, Elon Musk expôs o que seria um dos principais entraves para a aquisição da rede social: as contas falsas e os bots. De acordo com o bilionário, faltam provas de que a proporção de contas falsas não passa de 5%, segundo estimativas da própria plataforma. Fontes anônimas ao jornal ‘The Washington Post’ disseram que, na verdade, o anúncio reflete um esforço de Musk para reduzir o preço da aquisição, no valor de US$ 44 bilhões. Para outros analistas, trata-se de uma “desculpa” para o bilionário desistir de adquirir a rede social. Horas depois do comunicado, Musk afirmou que “ainda estava comprometido com a compra" da companhia. Entenda. (The Washington Post)

A Apple iniciou testes para futuras versões do iPhone com um conector do carregador de energia que utiliza o modelo chamado USB-C, padrão também adotado por outros fabricantes em novos smartphones. A mudança visa atender a uma nova lei da União Europeia que determina o formato de conector de carregamento para todos os celulares. Enquanto isso, no Brasil, o Ministério da Justiça pediu a abertura de processos em mais de 900 Procons pelo país contra a Apple e Samsung por não incluírem carregadores em smartphones comercializados pelas marcas. (Estadão)

E o Bradesco informou que sua subsidiária Bradesco Financiamentos sofreu um vazamento de dados de contratos de cerca de 53 mil clientes. Em comunicado, o banco afirmou que “todas as medidas necessárias para a solução do incidente, bem como de comunicação aos clientes e às autoridades competentes, foram adotadas”. (g1)

Você já conhece o Pioneiros? O programa de membros traz vários benefícios a quem indica o Meio para os amigos. De newsletter exclusiva a ecobags personalizadas. Faça parte do Pioneiros. Não custa nada.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



16 de maio de 2022
Consultar edições passadas